óbidos

Carta ao organizador do Trail mais nojento do ano!

Autor: Pedro Amorim  /   Agosto 05, 2013  /   Publicado em Notícias
Tempo de Leitura: 4 minutos

UTNLO - Carta de Pedro AmorimCaro Jorge:

Parabéns pelo sucesso de mais um UTNLO! Pena tanta lama e o título, atribuído pelo Luís Pires e por mim, da “Prova de Trail mais nojenta do ano”! 

Como sabes é com carinho, um carinho semelhante àquele com que nos recebes a todos e com que nos cuidas, que após várias horas de esforço e ao cruzar a meta, de imediato, na realidade apenas depois de te darmos um forte abraço, brindamos a prova com este epíteto. Enlameados, sujos, mal-cheirosos, nojentos! Ler Mais

V Trail Nocturno da Lagoa de Óbidos aumenta inscrições

Autor: Vitor Dias  /   Julho 01, 2013  /   Publicado em Notícias
Tempo de Leitura: < 1 minuto

V Trail Nocturno da Lagoa de Óbidos aumenta inscriçõesAs inscrições para a V edição do Trail Nocturno da Lagoa de Óbidos (300 para os 25 km e 300 para os 50 Km), esgotaram este ano em oito dias. Após o seu encerramento, muitos têm sido os atletas que têm pedido para ficar em lista de espera.

A organização atendendo a este facto decidiu alargar a participação para as 400 inscrições na prova dos 25 km e os 350 nos 50 km, mantendo a caminhada nas 110 inscrições, estando neste momento quase totalmente esgotadas todas as distâncias. Ler Mais

2012 – Resenha de um ano de poucas mas boas provas

Autor: Vitor Dias  /   Dezembro 29, 2012  /   Publicado em Notícias
Tempo de Leitura: 7 minutos

2012 - Resenha de um ano de poucas mas boas provasEste ano optei por participar em menos provas, tendo decidido alinhar à partida apenas em provas com distâncias superiores a 42 Kms, com a particularidade de serem todas novas, ou seja, nunca tinha participado nem assistido a nenhuma delas (em boa verdade, já tinha participado no Grande Trail da Serra D’Arga em 2011 mas a prova seria interrompida devido às condições climatéricas).

Não fiquei imune às maravilhas da montanha e ao crescente nº. de provas que por este país vai proliferando. Das sete provas em que participei, apenas uma delas foi de estrada, precisamente a última do ano. Em termos gerais foi uma boa escolha, pois há um magnífico país para descobrir e se não o percorremos a correr ou a caminhar, esses bocados de país (por vezes tão perto de nós) ficariam para sempre escondidos e esquecidos.

Eis uma opinião (muito pessoal) relativa às provas em que participei em 2012. Ler Mais