Os CEOs

Autor: António Pinheiro  /   Novembro 10, 2020  /   Publicado em Passa-se isto assim assim
Tags: ceos

António PinheiroNum mundo perfeito:
– Chefe, os números da pandemia estão a piorar…
– Pois estão, Martins! Será melhor prepararmos um plano de teletrabalho.

Faça um levantamento dos colegas que têm portátil, dos equipamentos disponíveis no imobilizado e das funções que podem ser executadas à distância. Não há necessidade de estarmos aqui todos fechados. Fica cá só quem for preciso. Eu dou o exemplo e a partir de amanhã fico em casa.
– OK, Chefe!

Num mundo ideal:
– Chefe, saiu uma lei que determina o teletrabalho obrigatório.
– Muito bem, Martins! Faça um levantamento dos colegas que têm portátil e podem começar a trabalhar em casa a partir de amanhã. Veja também se há portáteis disponíveis no imobilizado e se há colaboradores que aceitam trabalhar a partir de casa com os seus próprios equipamentos. Depois estudaremos forma de compensar as pessoas, caso a caso.
– OK, Chefe!

Num mundo… assim assim:
– Chefe, saiu uma lei que determina o teletrabalho obrigatório.
– Que chatisse, Martins! Lá vai o pessoal mandriar para casa… Paciência, tem que ser… Faça um levantamento dos colegas que têm portátil e veja se podem começar a trabalhar em casa a partir de amanhã. Peça-lhes também para ver se é possível virem ao escritório de vez em quando.
– OK, Chefe!

Na realidade:
– Chefe, saiu uma lei que determina o teletrabalho obrigatório.
– Que chatisse, Martins! Consulte a lei para ver como vamos dar a volta a isto. Não podemos deixar as pessoas irem “pastar” para casa. Veja as excepções previstas na Lei e como poderemos aproveitar isso. Se entrar uma inspecção da ACT por aqui dentro temos que estar prevenidos!
– Ok, Chefe…

Sobre António Pinheiro

Profissional de marketing, músico e corredor por prazer. Corre na estrada, no monte e de um lado para o outro na vida, atrás e à frente dos filhos.
Polipromotion

Comentários encerrados.

X