Salomon Suunto Caravela

Autor: Vitor Dias  /   Outubro 26, 2020  /   Publicado em Notícias
Tags: salomon, suunto

Salomon Suunto CaravelaA poucos dias do Campeonato da Golden Trail Championship nos Açores, os atletas já sentem a adrenalina.

Num dia que se previa ser de tempestade, o sol brilhou para receber a equipa Salomon Suunto que tem um novo parceiro, a companhia de seguros Caravela. A partir de agora, os 5 magníficos Ester Alves, Armando Teixeira, Romeu Gouveia, Tiago Cantante Romão e Inês Marques irão ainda mais longe sob a insígnia Salomon Suunto Caravela.

O evento decorreu ao fim da tarde em Lisboa com o verdejante parque de Monsanto como cenário. Num ambiente descontraído, os atletas e a Caravela Seguros falaram sobre os que os move.

“Estamos muito orgulhosos por ter a oportunidade de dar o nosso nome a uma equipa de Trail portuguesa, um desporto que está a ganhar cada vez mais terreno em Portugal e no mundo. Esta associação destaca-se não só pela importância de levarmos uma vida plena e saudável, mas sobretudo pela capacidade desta equipa representar os bons hábitos desportivos que pretendemos promover junto dos nossos clientes e de todos os portugueses. Em plena pandemia, como uma nova realidade, a Caravela acredita que é possível manter estes hábitos, cumprindo todas as recomendações definidas pela DGS.” Revela-nos Luís Cervantes, Presidente do Conselho de Administração da Caravela.

“Unimo-nos num projeto de futuro com uma marca que se pauta pelos mesmos valores da Salomon e da Suunto. Juntos com a Caravela Seguros, vamos amplificar ainda mais uma cultura de Outdoor com respeito pela natureza que proporcione a todos um futuro melhor, mais sustentável. Com a nossa equipa de trail, vamos continuar a promover o desporto para todos, o fairplay, a aventura, a felicidade e uma mensagem de saúde para toda a vida.”, refere Bárbara Sá, Area Sales Manager Portugal da Salomon.

Os atletas mostraram-se muito felizes e com a certeza de que esta parceria vai criar novas oportunidades a esta equipa e desafiá-la ainda mais para saírem da sua zona de conforto, “com esta parceria poderemos estar presentes nos melhores eventos da modalidade e cumprirmos as nossas metas” comentou Armando Teixeira. “Esta era a transição normal mas com maior responsabilidade”, acrescentou o atleta, que mudou de vida aos 40 anos, deixando uma carreira de 20 anos como técnico de laboratório da EFACEC, para se dedicar à investigação e ao treino de atletas de trail.

O trail running tem vindo a crescer nos últimos dez anos, embora seja um crescimento lento e com muito ainda por regular (comparado com outros países), mas estes apoios provam que a modalidade está a ganhar terreno. “Esta parceria faz-me acreditar que o trail em Portugal está no bom caminho”, comentou Ester. Também prova disso é a criação da primeira pós-graduação em Trail Running, graças aos esforços da promoção da modalidade do ponto de vista académico da atleta “Estive durante toda a vida a puxar a brasa à minha sardinha e agora posso juntar os meus dois mundos, as minhas duas paixões – desporto e vida académica”, revelou. O primeiro desafio de Ester vestindo a nova camisola, foram os 100km do Estrela Açor, neste fim de semana, onde se sagrou vice-campeã de Ultra Trail Endurance.

Para Inês Marques, que se sagrou bicampeã de trail há dias, esta parceria faz todo o sentido, uma vez que é Atuária, (faz avaliação e gestão de riscos; desenvolve e aplica modelos estocásticos/probabilísticos; recorrendo à análise e estatística na resolução de problemas; estimando sinistralidades e não só). “Uma seguradora assegura riscos e os atletas correm riscos “, comentou Inês. “Quero agradecer à Caravela por nos apoiar, porque também me ajudará a concretizar os meus objetivos”, acrescentou.

Tiago Cantante Romão, o atleta que vem da Orientação e onde já foi campeão em todas as vertentes, comentou “um apoio destes nos tempos que vivemos ainda nos valoriza mais e é de estimar” O médico desta família revelou que é mais fácil correr quando se tiram os mapas e as bússolas, e falou do mito que existe de que correr ultra maratonas faz mal à saúde, e deixou o conselho de que tudo deve ser progressivo e equilibrado, e que é preciso deixar o corpo descansar.

Já o benjamim Romeu Gouveia, é um grande impulsionador do trail nas camadas mais jovens. O atleta que fez a primeira corrida da sua vida no trail Meda Mouros, agradeceu ao Armando por o ter trazido para a equipa.

Apesar dos tempos incertos que se vivem, os atletas também falaram um pouco dos seus projetos para o futuro. Armando gostava de voltar ao UTMB, Ester à Marathon de Sables. Tiago quer estrear-se no UTMB, Romeu e Inês, os mais jovens da equipa, contam os dias para o começo do único grande campeonato que se disputa este ano a nível internacional o Golden Trail championship (www.goldentrailseries.com).

Na próxima semana todas Toda a equipa, com exceção de Tiago (que por ser médico em tempos de pandemia, não poderá estar presente), parte para os Açores para se juntar às restantes estrelas internacionais da modalidade e disputar o campeonato no Faial e no Pico entre 29 de outubro e 1 de novembro, nas ilhas do Faial e do Pico.

Foto: Paulo Nunes

Leia também ...  Golden Trail National Series

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Polipromotion

Comentários encerrados.

X