Manter o foco no treino e na vida durante a pandemia (Parte II)

Autor: Nuno Caetano  /   Abril 17, 2020  /   Publicado em Notícias, Treino
Tags: coronavirus, covid19, manter o foco, Treino

Manter o foco no treino e na vida durante a pandemia (Parte II)Nesta segunda parte abordamos mais alguns temas acerca da manutenção do nosso foco durante o atual período de pandemia.

Team work – trabalhar em equipa

Num momento em que a solidão pode ser um dos nossos maiores inimigos temos que colocar as ferramentas ao nosso dispôr a trabalhar em prol da nossa evolução e até sanidade mental.

Enquanto alguns, os positivos e pro-ativos podem até estar sãos e a serem produtivos, outros poderão ir-se abaixo nestas semanas. Talvez até nós em algum momento.

Mantêm as relações sociais no emprego, conversa virtualmente com os teus colegas como se estivessem juntos na empresa. Assim como com a família.

Ao nível do treino trabalha com treinadores para teres orientação, treina com os colegas de equipa por video-chamada e utiliza as plataformas virtuais para maior motivação e simulação dos ambientes normais de treino.

O momento atual, por incrível que pareça, também é o perfeito para reforçar laços sociais e como alguém já disse: que melhor momento para vivermos esta pandemia com toda a tecnologia que temos ao nosso dispôr?!

Recomendações para o treino

Muitos podem pensar que é uma boa altura para aumentar a carga de treino pois têm mais tempo para treinar e assim podem subir um patamar no seu nível competitivo. Correto e errado.

Em desportistas treinados, habituados e com saúde, pequenos incrementos na carga de treino levam a adaptações positivas sem prejuízo para a saúde e sistema imunitário.

Pelo contrário subidas abruptas na carga absoluta (volume e/ou intensidade) têm um efeito imunodepressor no organismo pelo que, no caso de contrair a covid-19, ou outros virus ou gripes, também os atletas podem sofrer graves complicações. Para mais, muitos sãos os desportistas com asma, induzida pelo desporto ou não, o que pode fazer com que sejam um possível grupo de risco. Já há alguns casos de desportistas de alto nível infetados e a passar um mau bocado.

Não vamos arriscar, não vamos ocupar um lugar desnecessário no hospital, não vamos “ajudar” ao problema nem causar esse stress também para a nossa família.

#FicaEmCasa é o mote.

“É pior a emenda que o soneto!”

Atenção iniciantes, ainda bem que estão a dar o primeiro passo, caso no passado não praticassem atividade física, porém devem ter em atenção alguns pormenores.

Não podemos deixar de alertar para a importância e necessidade da realização de exame médico desportivo para despistar eventuais patologias ou a emenda será pior do que o soneto.

Ninguém quer nesta fase ter que ir ao hospital com uma lesão ou ter até um problema cardíaco por exemplo.

Se neste momento não consegues realizar este exame o melhor é não “inventar” e não fazer mais do que exercícios de intensidade baixa como caminhada, exercícios de mobilidade e força simples vendo este momento como a pré-época do teu início para o desporto.

Fiquem seguros. Voltem fortes.

Leia também ...  12 Resoluções de ano novo – no treino (Parte I)

Sobre Nuno Caetano

Treinador de Natação e Triatlo - Nível 3. Iniciou-se no online coaching em 2012 trabalhando com quase uma centena de atletas perseguindo objetivos individuais da maratona ao ultra trail passando pelo triatlo longa distância, ultra-maratonas, ciclismo e natação de resistência, por etapas e outros desafios. Não se pode queixar das loucuras dos seus atletas, ali não há monotonia. Um nortenho no reino dos 'al-gharbs' que colabora com o Correr Por Prazer desde 2012. Site oficial: www.vaimaislonge.net
Vila do Conde Outlet Fashion

Comentários encerrados.

X