Os três favoritos à vitória nos 100 metros em Tóquio

Autor: Vitor Dias  /   Janeiro 08, 2020  /   Publicado em História

Os três favoritos à vitória nos 100 metros em Tóquio2020 é Ano de Jogos Olímpicos. Todos os holofotes se voltam para o Japão, território asiático que vai receber mais uma edição do “Olimpo” desportivo. No atletismo, as provas de velocidade suscitam sempre muito interesse e, a alguns meses do início da competição, as casas de apostas já definiram quem são os principais favoritos à vitória na corrida. O destaque, por agora, é o trio norte-americano Coleman, Lyles e Gatlin, cujos perfis é possível conhecer a seguir.

Christian Coleman
Falar em provas de velocidade nos Jogos Olímpicos e não referir o nome de Usain Bolt é uma tarefa quase impossível tendo em conta o admirável legado do jamaicano em tal âmbito. O atleta marcou uma era e, uma vez afastado de cena, importa aferir quem será o seu herdeiro. Para já, a cerca de meio ano dos jogos, há um nome que se destaca entre os demais: Christian Coleman, que é, segundo dicas de apostas disponíveis em distintas plataformas, o principal favorito a conquistar a medalha de ouro na prova dos 100 metros em Tóquio, no Japão.
O principal motivo para o amplo favoritismo atribuído a Coleman corresponde, claro está, à ótima prestação do norte-americano nos Mundiais de Atletismo disputados em Doha, no Qatar, em setembro de 2019. Coleman venceu a medalha de ouro nos 100 metros com uma marca de 9.76, tornando-se o homem mais rápido da atualidade e tendo o seu registo sido classificado como o sexto melhor da história. Por estafetas, Coleman também esteve em ótimo plano ao ajudar a equipa norte-americana a conquistar o ouro nos 4 x 100 metros.

Noah Lyles
O segundo principal favorito à vitória na prova de 100 metros masculinos também é norte-americano e apenas um ano – o corredor tem 22 anos – mais velho do que Christian Coleman. De seu nome, Noah Lyles, natural da Flórida que quer vencer tanto nos 100 quanto nos 200 metros em Tóquio, detém o recorde mundial dos 300 metros indoor, registo alcançado nos USA Indoor Championships 2017.
Se Christian Coleman brilhou nos Mundiais do Qatar, Noah Lyles não lhe ficou atrás, justificando o estatuto de segundo grande favorito à conquista do ouro na prova de 100 metros em Tóquio. Em Doha, Lyles venceu a medalha de ouro nos 200 metros e, juntamente com Coleman, ofereceu aos Estados Unidos a medalha de ouro nos 4 x 100 metros estafetas.

Justin Gatlin
Se Coleman e Lyles são “novatos” no contexo de Jogos Olímpicos, o mesmo não se pode dizer de Justin Gatlin. O corredor norte-americano de 37 anos conquistou a sua primeira medalha olímpica há 16 anos precisamente nos 100 metros, em Atenas, nos Jogos Olímpicos de 2004. No Rio de Janeiro, Gatlin voltou a correr os 100 metros e o resultado foi igualmente satisfatório, dado que conseguiu a medalha de bronze. Nos Mundiais de Doha em 2019, juntamente com Coleman e Lyles, integrou a equipa que venceu os 4 x 100 metros. Polémico, Gatlin chegou a estar longe das pistas de atletismo na sequência de um controlo antidoping positivo. As odds que contemplam a possibilidade de Gatlin são bem mais altas do que as de Coleman e Lyles, os dois concorrentes teoricamente mais fortes.

As plataformas especializadas apontam os três norte-americanos como principais favoritos à vitória nos 100 metros. Andre de Grasse e Yohan Blake fecham o top 5 de favoritos à vitória nessa categoria. Há muita curiosidade para aferir quem vai ser o herdeiro de Usain Bolt. Resta aguardar.

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Maratonas na Europa

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*