Barkley Marathon em filme

Autor: Vitor Dias  /   Dezembro 29, 2019  /   Publicado em Notícias
Tags: berkley marathon, Gary ‘Lazarus Lake’ Cantrell
Tempo de Leitura: 2 minutos

Barkley Marathon em filmeJá aqui falamos em tempos da maratona em que a partida é dada pelo acender de um cigarro. No próximo ano será lançado um filme acerca desta bizarra corrida.

Em 2020 será lançado o filme: “BARKLEY: SADISTIC RACE”, de Linda Sanders. O filme documentará aquela que é uma das provas mais difíceis do mundo, com regras extraordinárias, cartas de condolências e profundos sacrifícios pessoais.

Na Barkley Ultra-Marathon participam 40 atletas escolhidos a dedo, percorrendo 160 km com a subida vertical mais íngreme conhecida em corridas. Às vezes, a prova começa no escuro da noite e quase sempre termina sem finalistas. “Barkley, corrida sádica” mostra as diferentes personalidades que se sujeitam a esse sofrimento para tentar explicar porque em março de todos os anos eles alinham na linha de partida e começam a sua aventura não com o disparo de uma pistola, mas com um cigarro aceso pelo controverso fundador da prova.

Lazarus Lake é o brilhante, excêntrico e enigmático fundador da Barkley Marathon. Em 1977, James Earl Ray – o assassino de Martin Luther King Jr. – escapou da prisão estadual de Brushy Mountain no Tennessee e foi recapturado 54 horas depois. Quando Laz, aos 17 anos, ouviu relatos de que Ray tinha percorrido 8 milhas nessas 54 horas, a inspiração bateu-lhe à porta e ele respondeu: “Eu poderia percorrer pelo menos 100 milhas nesse tempo”. Agora, todos os anos, dezenas de corredores correm pelos bosques do Tennessee tentando fazer exatamente isso.

Agradecimento: Pedro da Costa Portugal

Leia também ...  A maratona onde a partida é dada pelo acender de um cigarro

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Vila do Conde Outlet Fashion

One Comment

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *