És maratonista? Ou somos todos ou são muitos poucos os que o são…

Autor: Vitor Dias  /   Outubro 02, 2018  /   Publicado em Notícias
Tags: maratonista

És maratonista? Ou somos todos ou são muitos poucos os que o são...Fui analisar o significado da palavra maratona em dois dicionários e fiquei surpreendido. É provável que também o possas ficar.

Segundo a Infopédia, é “atleta que corre na maratona“. Já no dicionário da Priberam trata-se de “Que ou quem participa numa maratona“.

Ora em ambos se depreende que basta alinhar à partida para se ser maratonista, nem é necessário terminá-la. Assim sendo, quase toda a gente o pode ser, basta inscrever-se numa prova desta distância e já está.

Deixando de parte a questão etimológica do assunto e tomando como senso comum de quem termina uma maratona se torna maratonista, questiono aqui se será mesmo assim.

Se eu termino uma ou mesmo umas dezenas de maratonas, poderei considerar-me maratonista? Essa não é a minha principal actividade e não sei se será correcta a designação. Eu até posso cozinhar todos os dias mas não sou cozinheiro, eu até pinto a minha casa e não sou pintor, eu até posso ter uma horta e não sou agricultor. Será maratonista apenas os que fazem da maratona a sua profissão?

Já nem sei o que sou e se é necessária uma designação para a distância que gosto de correr. Sei que ela me desafia cada vez mais e que a percorro cada vez com mais prazer.

Qual a vossa opinião?

 

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Boticas Trail - Caminhos do Galaico

6 Comentários

  1. António Araújo 2 de Outubro de 2018 23:44

    É um sonhador. Pelo menos era isso que eu via nos atletas junto dos seus pacemakers… Cada um com o seu tempo de trabalho, mediante as suas capacidades físicas. Objetivo: Terminar e concluir a prova. Depois de esbarrar nessa hade vir uma próxima e assim se fazem os maratonistas. Não elitistas.

  2. António Belo 4 de Outubro de 2018 16:53

    Vendo o assunto por essa ponta, também não sou maratonista, mas prefiro virar a questão e, então digo que sou tudo isto: maratonista porque completei a maratona, pintor porque já pintei a casa e cozinheiro porque já fiz alguns cozinhados e, a nível profissional, desempenhei vários papéis e, por fim, embora não caiba nas profissões nem nos passatempos, também sou uma boa pessoa (rapaz era melhor)!.

  3. Rui Pereira 3 de Novembro de 2018 21:21

    Há muitos anos atrás recordo-me de uma entrevista a um artista de BD português, a quem perguntaram se se considerava um profissional da Banda Desenhada, ao que ele respondeu que não e explicou: profissional é alguém que faz de uma certa atividade uma profissão a tempo inteiro, mas no caso da BD tal era impossível em Portugal, tinha de fazer outros trabalhos para ganhar a vida.

    No meu caso já corri algumas maratonas, mas não consigo fazer vida disto, sou um maratonista amador.

  4. Miguel Braga 3 de Novembro de 2018 23:46

    Pode não ser maratonista quem percorre 42.195m…mas quem o faz numa prova homolugada é! Como uma atleta que faz um tempo para recorde…só conta se for uma prova oficial! É a mesma coisa!

  5. Carlos Cerqueira 23 de Outubro de 2019 15:38

    Para mim, maratonista é aquele que começa e acaba uma maratona, sendo para que velocidade for.
    Agora, na minha opinião, tem que se conseguir distinguir quem treina durante meses para essa prova, daqueles que pouco ou nada se preparam para ela, por isso, faço a distinção entre maratonistas apaixonados pela distancia, pelo treino, os verdadeiros maratonistas, os restantes serão sim maratonistas, mas tem como objectivo acabar a prova.

  6. Fernando Andrade 7 de Fevereiro de 2020 15:28

    Tem sido muito debatida esta questão, mas duvido que alguém consiga definir, com exactidão, o que é um maratonista. O que primeiro ocorre é que “maratonista” é aquele que corre a distância da maratona. Ponto final. Tudo o resto será “esmiuçar” o assunto: quantas vezes corre? (se correr só uma vez, já vale?); em quanto tempo? (será que só abaixo de 2,30h é que conta?) faz disso profissão ou simples amadorismo?…mas uma coisa é certa: tudo gira à volta da Maratona.
    Quem correu a maratona uma única vez gostará que lhe chamem maratonista, mas não fará questão que isso aconteça, pois a sua satisfação resulta unicamente do alcançar uma meta pessoal. Mas também não estará errado se não se considerar maratonista por esse facto.
    Sabe-se o que é a maratona, mas há dúvidas sobre o que é maratonista. E não devia haver. Penso que estamos perante um caso de linguística e não de conceito.
    Já fiz umas quantas maratonas e, muito sinceramente, estou-me nas tintas se pelo que fiz, o meu perfil se encaixa ou não no de maratonista.
    Ainda há dias o António Sousa trouxe à estampa a seguinte citação :
    “Começar e terminar uma maratona não faz de ti um maratonista”
    Steve Jones
    2h07’13 em 1985.
    Para um atleta desta craveira, maratonista é uma coisa; para um corredor de pelotão, maratonista será outra. Em comum apenas a distância.

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*