Alimentação prática 101 – Parte I

Autor: Filipa Vicente  /   Junho 18, 2017  /   Publicado em Alimentação, Notícias, Slider  /   Sem Comentários

Alimentação prática 101 - Parte IUm dos motivos mais comuns para justificar uma alteração de hábitos alimentares para pior prende-se com a vida ocupada e atarefada que todos levamos.

Esta pode ser uma desculpa ou uma razão para ser ainda mais consciente com as suas escolhas uma vez que a alimentação também vai influenciar o seu rendimento profissional. Saiba como escolher melhor para comer melhor mesmo com um trabalho exigente.

Este artigo é um refrescar de um mais antigo que já tínhamos escrito sobre a marmita do corredor.

Homem prevenido …

As marmitas estão na moda mas, mais do que isso, permitem-lhe planear melhor as suas opções e ainda poupar dinheiro. É quase impossível ser consistente, sobretudo nos lanches, se deixa sempre a opção na mão dos outros.

Chega ao café e o pão acabou, só tem bolos, está cheio(a) de fome e o mais perto que tem é a máquina de venda automática. São situações tão conhecidas entre todos que nos perguntamos muitas vezes “mas do que estava à espera?”.

O primeiro cuidado a ter é, por isso mesmo, levar os lanches consigo. No nosso livro sugerimos algumas opções de lanches práticos, das quais se destacam duas que pode “montar” indo ao supermercado mais próximo:

  • Sandes em pão de centeio, mistura ou sementes com queijo tipo flamengo, fiambre (mínimo 80% carne), queijo fresco e até presunto de vez em quando e ainda ovo mexido

  • Iogurte natural não açucarado, cereais não açucarados (recomendamos aveia ou granola simples), fruta fresca

Mas a imaginação não fica por aqui, hoje em dia tem todo um leque de opções que pode levar consigo feitas com ingredientes simples e acessíveis:

Nada como combinar os mesmos ingredientes e encontrar toda uma nova forma de preparar um lanche saboroso.

Os ingredientes essenciais… para os mais distraídos

Sai apenas com a carteira no bolso e não leva mais nada? Nada como ter um pequeno stock de produtos no local de trabalho, só tem de levar uma vez quando acaba:

  • Bolachas arroz ou milho

  • Manteiga de amêndoa ou amendoim, natural

  • Frutos secos (mistura de amêndoas, nozes mas pode igualmente ter figos secos e alperces secos)

  • Chocolate com pelo menos 70% cacau

E no dia compre

  • banana,

  • fruta – maçãs, pêras, morangos, etc.

  • iogurtes não açucarados

Uma coisa é certa, sai-lhe muito mais em conta e vai fazer muito boas opções se tiver sempre a possibilidade de planear e preparar os lanches.

Depois disto, vai continuar a dizer que “não tem como ter uma alimentação saudável porque trabalha todo o dia”?

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*