Campeã olímpica da maratona do Rio 2016 acusa doping

Autor: Vitor Dias  /   Abril 07, 2017  /   Publicado em Notícias, Slider  /   Sem Comentários

Campeã olímpica da maratona do Rio 2016 acusa dopingJemima Sumgong, que nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, se tornou na primeira queniana a sagrar-se campeã olímpica da maratona, acusou eritropoietina num controlo fora de competição, informou esta sexta-feira a Associação Internacional de Federações de Atletismo.

“A IAAF confirma a realização de um teste antidoping a Jemima Jelagat Sumgong, do Quénia, que resultou positivo”, escreveu o organismo em comunicado.

Segundo a IAAF, o controlo foi realizado no Quénia esta semana a Sumgong, que também venceu a Maratona de Londres de 2016.

“A atleta acusou EPO no controlo inopinado realizado no Quénia”, acrescentou a IAAF, que não dará, por agora, outros pormenores.

Jemina Sumgong estava inscrita na Maratona de Londres de 2017, com o objetivo de repetir o triunfo ao ano passado.

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*