Cuidados a ter com a corrida

Autor: Vitor Dias  /   Dezembro 17, 2015  /   Publicado em Lesões e Doenças, Principiantes  /   1 Comentário

Há cerca de 100 anos atrás julgava-se que a prática do exercício físico era prejudicial para saúde. Ainda não há muito tempo a corrida era vista como o parente pobre da prática desportiva, tendo aos poucos o número de praticantes aumentado de forma exponencial.

As corridas estão hoje cheias de atletas, tanto as provas pequenas como as ultra-maratonas, sendo algumas destas últimas tão apetecíveis que esgotam as suas inscrições em poucas horas.

Mas o que atrai os atletas de hoje em dia? Parece que a dureza das provas são o grande atractivo. Há mesmo organizadores que caracterizam as suas provas como as mais duras das redondezas. Os atletas aderem sem na maioria dos casos estarem preparados para o que vão.

O nosso corpo tem limites e não é como um automóvel onde podemos comprar e substituir peças, podendo mesmo compra-las online como por exemplo em AutoPecasOnline24.pt.

Quantos atletas fazem o exame médico desportivo anual? Este é obrigatório para atletas federados mas todos o podem fazer.

Gasta-se quase um quarto do salário mínimo nacional num par de sapatilhas mas não se gasta 15€ num exame médico desportivo que inclui consulta médica e electrocardiograma.

Provavelmente será por desconhecimento mas nos dias de hoje não falta informação. Um amigo ou grupo de corrida poderá elucida-lo acerca dos perigos de começar a correr sem tomar as devidas precauções.

Não tenha mais cuidado com o seu carro ou bicicleta do que com o seu corpo. Como foi dito acima, para esses há peças mas para o nosso corpo não é assim e o cuidado tem que ser redobrado.

Mais vale prevenir e correr durante muitos anos do que deixar de correr ou mesmo de viver.

Previna-se e previna os seus amigos.

Boas corridas.

Ultra Sanabria

One Comment

  1. Filipe Jorge 18 de Dezembro de 2015 14:24

    Não podia concordar mais, este ano fiz o meu no Centro de Medicina Desportiva no Estádio Universitário. Consulta, analises clínicas, eletrocardiograma e prova de esforço, depois ainda mostrei os exames ao meu médico e ainda fiz um ecocardiograma e Holter, será que foi suficiente ?

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.