Cacau e chocolate na alimentação do corredor

Autor: Filipa Vicente  /   Julho 12, 2015  /   Publicado em Alimentação, Slider
Tags: cacau, chocolate
Tempo de Leitura: 2 minutos

chocolate e cacauÉ rara a pessoa que não gosta de chocolate ou de pelo menos um produto que tenha cacau, na sua forma mais pura ou na forma de chocolate e subprodutos. A matéria prima – cacau tem benefícios mais do que reconhecidos na saúde humana, mas o que pode fazer por si e de que forma o pode inserir?

A composição do cacau, a matéria prima

O cacau é o fruto da árvore Theobroma cacau, depois de colhido, seco e fermentado é triturado e transformado em pó para ser utilizado nas mais variadas formas.

O cacau em pó, alcalinizado e simples (sem nada mais adicionado) é uma fonte por excelência de:

  • Fibra
  • Vitaminas do complexo B (B2, B6, Ácido fólico, B5)
  • Magnésio
  • Fósforo
  • Potássio
  • Cobre
  • Selénio
  • Manganês

Mas, além do teor de vitaminas e minerais, o cacau é rico em compostos designados flavonóides, especificamente compostos como procianidinas e catequinas com inúmeros benefícios na saúde humana.

  • Anti-inflamatórios
  • Antioxidantes
  • Cardioprotectores
  • Anti-cancerígenos
  • Anti-diabéticos

E o chocolate?

Na verdade, acaba mesmo por ser a nossa fonte por excelência de cacau e dos seus benefícios. Pode ter entre 30 e 99% de cacau, sendo este último pouco interessante do ponto de vista organoléptico.

O grande problema do chocolate prende-se com o seu elevado valor energético devido à adição de açúcar, leite e por vezes gordura adicional. No entanto, se corre e tem cuidados com a alimentação regularmente pode e deve incluir uma porção moderada de chocolate diariamente.

  • Prefira um chocolate com pelo menos 70% de cacau
  • Ingira entre 2 e 4 quadrados pequenos diariamente (10 a 20g)
  • Sempre que possível escolha um chocolate de qualidade e produzido com certificação de cacau proveniente de comércio justo
  • Evite o chocolate dito branco, esse sim sem valor nutricional de interesse pela quase completa ausência de cacau nos seus ingredientes
Leia também ...  Top 10 Melhores alimentos para correres mais

Mas posso usar cacau?

Pode também incluir a matéria prima na sua alimentação, em batidos ou numa tigela de flocos de aveia cozidos. A quantidade recomendada por dia, de acordo com os vários estudos, ronda os 20-30g/dia, o que equivale a 1 colher de sopa rasa.

E no desporto?

  • O cacau é também uma fonte de estimulantes – a teobromina o que ajuda a melhorar o seu foco e concentração para o esforço físico e diminuir a percepção de esforço
  • Além do já famoso estudo do leite com chocolate, a utilização de cacau pós treino parece diminuir a sensação de dor e fadiga muscular embora não pareça ter efeito nas proteínas inflamatórias pós-esforço J Strength Cond Res. 2010;24(8):2203-10
  • É uma boa fonte de hidratos de carbono e por isso pode ser uma fonte interessante e saborosa para promover a reposição do glicogénio muscular pós-esforço.

Se corre, o chocolate não lhe pode meter medo, cerca de 45 minutos de corrida moderada queimam facilmente 50g de um saboroso chocolate. Se gosta de chocolate, coma chocolate como fonte de cacau e não subprodutos (ex:. Bolachas, cereais, etc.) porque o teor de cacau é mínimo e com isso perde também os seus benefícios.

Sobre Filipa Vicente

Nutricionista (CP1369N) e Professora universitária (IUEM). Escreve para o Correr Por Prazer desde a sua criação em 2008. É essencialmente uma facilitadora de escolhas na busca da melhor versão de nós mesmos. Site oficial: www.filipavicente.net
Vila do Conde Outlet Fashion

3 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *