1º de Maio: todos à praça! … ou então ao parque

Autor: Joao Meixedo  /   Maio 02, 2015  /   Publicado em Notícias, Slider  /   Sem Comentários

parque da cidade portoTudo começou quando, em 2010, Luís Sousa Pires, Pedro Amorim, João Mota Freitas, José Carlos Costa e António Conde, aquando da preparação para a sua participação na famosa Comrades decidiram que, nos fins-de-semana que antecedessem a partida para a África do Sul, correriam uma maratona, oficial ou através de treino longo com distância mínima de 42km.

Participaram nas maratonas espanholas de Badajoz, Sevilha e Madrid, sendo que nesta última começaram a correr com uma hora de antecedência, e quando chegaram à linha de partida já contavam 11km. De entre a dezena de treinos longos, destaca-se a recriação, com exactidão métrica, da prova rainha da cidade invicta, a que chamaram Maratona do Porto Fora de Época.

Por último, no dia 1 de Maio, idealizaram a Maratona no Parque. O plano era simples: dar 10 voltas ao Parque da Cidade do Porto, num tempo estimado de 26 minutos por volta, e com um perímetro definido em cerca de 4,4km, que permitiria, com uma boa margem de segurança, ultrapassar a distância da maratona.

Convidaram amigos para se lhes juntarem e lá partiram para algo que nunca imaginaram que viria a tornar-se na 1ª edição de um treino com regularidade anual, aberto a todos os que nele queiram participar, convidados a fazer a distância que melhor lhes aprouver.

A edição inicial, em que tive o privilégio de participar, registou poucas dezenas de participantes e apenas 7 finalistas. Daí em diante o número de atletas oscila entre uma e duas centenas, sendo que o número de finalistas nunca ultrapassa em muito a dezena. Ao sagrar-se finalista em 2014, Carmem Lima entra para a história do evento, como a primeira senhora a terminar uma edição da Maratona no Parque.

O 44 km da edição deste ano, corridos debaixo de intenso aguaceiro, do primeiro ao último metro, contou com 18 corajosos à partida, dos quais 9 lograram terminar. Pelo meio cerca de 100 amigos juntaram-se-nos, fizeram companhia durante algumas voltas e lá partiram.

Importa assinalar que após 6 edições apenas o Luís Sousa Pires e o João Mota Freitas permanecem totalistas. Para além deles, hoje terminaram os estreantes na distância: José Arnaldo e Marco Pereira, para além do Mário, do Toni, do Mané Rocha do José Ferreira e deste vosso amigo.

A fechar acrescento uma honrosa referência ao Pedro Amorim, grande impulsionador do evento, juntamente com o Luís e o João, e que falhou pela primeira vez este ano, por motivos de saúde.

maratona_do_parque_2015

Azores Triangle Adventure 2018

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.