Marmelo

Autor: Filipa Vicente  /   Dezembro 15, 2014  /   Publicado em Alimentação, Slider  /   Sem Comentários

marmeloA partir deste fruto, produz-se um dos abastecimentos preferidos dos corredores – a marmelada. No entanto, não é frequente olharmos para ele como um fruto e poucas são as utilizações que lhe podemos dar em cru devido ao seu sabor particular.

Não precisamos no entanto de resumir a utilização do marmelo à produção da marmelada. Nunca mais vai voltar a pensar da mesma forma sobre este fruto.

O marmelo tem um valor energético moderado (57Kcal/100g) e distingue-se especialmente como fonte de hidratos de carbono como seria de esperar (15g/100g), sendo também uma fonte de fibra interessante (2g/100g) sobretudo pectinas que ajudam a modular os níveis de glicemia e conferem saciedade.

No que diz respeito ao perfil nutritivo acrescentado, é especialmente rico em vitamina C fornecendo 25% da dose diária recomendada. Infelizmente, grande parte desta vitamina C pode ser perdida na sua confecção. Fornece também vitaminas do complexo B, cobre, ferro, potássio e magnésio cruciais na contracção muscular e na imunidade.

No entanto, infelizmente, como muitos outros frutos e hortícolas, o essencial é invisível e não está tabelado nas informações nutricionais habituais. Além das vitaminas e minerais, o marmelo é especialmente rico em diversos polifenóis com acções anti-inflamatórias e antioxidantes como as catequinas e procianidinas.

Este valor acrescentado justifica o possível interesse deste fruto na prevenção de doenças do foro crónico como a doença inflamatória intestinal (Crohn), várias formas de cancro e a própria doença cardiovascular e a diabetes.

Infelizmente, este fruto tem um sabor muito amargo em cru e uma enorme adstringência, tornando-se desagradável inclui-lo nessa forma. Por isso, além da preparação de marmelada e compotas, o marmelo é ingerido sobretudo como sobremesa cozido ou assado.

Não deixe também de experimentar salteá-los, depois de lavados e descascados, lamine finalmente e salteie numa frigideira com um pouco de azeite, vinagre de sidra e uma pitada de açúcar, até ficarem macios.

Correr Por Prazer nomeado para blog do ano 2018

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.
Blogs do Ano - Nomeado Desporto