OMD Ultra Trail Serra da Estrela – Uma prova de excelência

Autor: Vitor Dias  /   Junho 13, 2014  /   Publicado em Notícias  /   Sem Comentários

OMD Ultra Trail Serra da Estrela – Uma prova de excelênciaA quarta edição do Oh Meu Deus – Ultra Trail Serra da Estrela (OMD) já está concluída. Centena e meia de atletas juntou-se em Seia para participar na maior prova de Trail Run em Portugal Continental, marcada pela excelência e pela qualidade, pela dificuldade e espetacularidade. Sexta-feira, dia 6 de Junho – a partida para as 100 milhas de Portugal foi dada pelas 16 horas. Durante várias horas, a corrida foi liderada por Luís Mota – o super-homem do Trail Nacional – e Oraldo Romualdo, o atleta brasileiro vencedor da Ultra-Maratona dos Anjos, com quem a Horizontes tem uma parceria para intercâmbio de atletas vencedores entre as duas provas. Durante várias horas a classificação manteve-se estável e equilibrada, até que a partir do quilómetro 70 começaram a dar-se algumas reviravoltas. Luís Mota viu-se obrigado a desistir ao quilómetro 118, depois de ter entrado em hipotermia. O brasileiro Oraldo Romualdo, apesar de ser o grande vencedor da Ultra Maratona dos Anjos (235 km), viu-se de pernas atadas nesta prova. A tecnicidade, a exigência e a persistência do OMD não se assemelham à dureza da prova brasileira; apesar do bom ritmo do atleta, as subidas e o terreno da montanha mais alta de Portugal Continental empurraram o brasileiro para um 13º lugar.

André Castro, o atleta mais jovem do Trail Run Nacional (24 anos), passava assim para primeiro lugar, classificação que manteve com distinção até ao final da prova. Além da sua idade ser um fator de elevada importância nesta prova (que nestas distâncias costuma apenas ser realizada por pessoas a partir dos 35 anos), André Castro estabeleceu ainda um novo recorde: 23 horas e 10 minutos de prova, menos 2 horas 15 minutos que o recorde estabelecido por Luís Mota na edição de 2013. Seguiram-lhe António Guerra (26:14) e Lino Luz (26:21).

As 100 milhas de Portugal também contaram com a presença e determinação de duas guerreiras: Isabel Moleiro (34:55) e Carla André (41:27), dois nomes bastante conhecidos do Trail Run Nacional. Nos 100 km de corrida destacaram-se Bruno Bondoso (13:40), Filipe Garcia (14:10) e Paulo José Gomes (14:23) e ainda Ana Lúcia Duarte (19:33) e Mafalda Faria (25:36). Para esta atleta, que se estreou nas provas da Horizontes, está tudo de “parabéns”: “Excelentes marcações, fantásticos abastecimentos, apoio constante e um percurso de excelência.”

OMD Ultra Trail Serra da Estrela – Uma prova de excelênciaNa prova dos 70 km, que originalmente seria de 60 km, destacaram-se Luís Miguel Graça (08:46), David José Amaral (09:14) e Arsénio Almeida (09:32). Ao pódio feminino subiram Isabel Carvalho (10:24), Anabela Rainho (11:51) e Raquel Afonso (11:52). Na prova dos 20Km destacaram-se os atletas Nuno Gravito (02:14), Alexandre Marques (02:27) e Nuno Rebelo (02:27) e, no pódio feminino, Vera Vaz (03:02), Helena Rodrigues (03:58) e Inês Barradas (03;59). Todos os resultados poderão ser consultados no site da prova em www.ohmeudeus.com. O OMD 2015 já está a ser preparado e contará com mais qualidade e excelência. Por agora, a Horizontes passa da montanha para a praia, da estrela para a lua: a próxima prova da organização acontece a 19 de Julho, em Sintra, com o Ultra Trail Sintra Monte da Lua. Aqui, as distâncias são menores (25 e 50 km), mas a prova não perde espetacularidade. Na edição anterior, os atletas tiveram oportunidade de passar por dentro da Quinta da Regaleira, desvendando e vivendo vários mistérios da Serra de Sintra. As inscrições para esta prova ainda estão abertas, podendo ser realizadas até dia 5 de Julho no site da prova em www.ultrasintra.com.

Autora do artigo: Joana Violante

Fotos: Patrícia Magalhães

24h Portugal 2018

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.