Uma digestão de corredor – Parte II

Autor: Filipa Vicente  /   Abril 11, 2014  /   Publicado em Alimentação  /   1 Comentário

Uma digestão de corredorPor vezes, a melhor preparação é estragada por um imprevisto digestivo, outros atletas já sabem que no dia da prova, é rara a ocasião que não têm uma surpresa. Se puder evitar, recorde o artigo anterior sobre a metodologia certa para prevenir surpresas e se não resultar vá direito ao problema.

Diarreia

Quase metade dos corredores é obrigado a interromper treinos e provas com uma urgência iminente de ir à casa de banho. A razão mais plausível pode passar pela falta de irrigação sanguínea durante o esforço, uma vez que o sangue vai todo para os músculos, e com isso a parede intestinal protege-se produzindo mais muco e com isso dilui o trânsito intestinal fazendo chegar água ao intestino e com isso acelera e aumenta os movimentos criando a necessidade de evacuar.

Em alguns atletas, este fenómeno é agravado pelos nervos o que leva a que a diarreia só aparece no dia da prova. Outras vezes, é necessário atuar assegurando que o intestino está “limpo” antes da prova e diminuir a probabilidade e necessidade de “ter de ir” no tiro de partida.

A intervenção mais lógica passa por eliminar todos os alimentos problemáticos, alguma medicação que possa provocar este fenómeno (analgésicos) e assegurarmo-nos que limpa o intestino antes da prova. Quer ter o aparelho o mais “leve” possível e para isso deve ter hábitos de funcionamento intestinal.

Solução SOS: anti-diarreicos

Flatulência

O excesso de ar no aparelho digestivo aumenta pressão interna e com isso o inchaço e normalmente esse “ar” são gases produzidos pelas bactérias do cólon que fermentam todo o tipo de substâncias.

É característico de quando ingerimos alimentos como o leite, a lactose é fermentada e produzem-se gases como o metano (gases) e o dióxido de carbono (gases gástricos/pressão), leguminosas como o feijão que são ricas em substâncias muito fermentáveis e crucíferas.

Trata-se de um problema comum mas que muitos corredores ignoram até terem um verdadeiro mau momento. Costuma dizer-se na brincadeira “antes fora do que cá dentro”, o problema é se esses gases são precisamente mais internos, se isso aumenta a pressão no intestino e induz dores (cólicas), no pior dos casos diarreia.

Evite leite, iogurte, couves e outras verduras de folha verde, feijão e restantes leguminosas, assim como cereais de farelo, arroz ou massa integrais.

No próximo artigo: náuseas e vómitos , azia e enfartamento.

Azores Triangle Adventure 2018

One Comment

  1. Joaquim Nogueira 12 de Abril de 2014 19:57

    Como leitor assíduo deste blog, não posso deixar de reiteradamente agradecer as orientações aconselhadas para os diversos problemas que nos apoquentam durante a prática desportiva. Neste artigo em concreto, registei dicas bastantes importantes para minimizar os distúrbios referidos.

    Obrigado à Filipa e ao Vitor

    Abraço
    Joaquim Nogueira

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.