Alimentação, nutrição e emagrecer: Mitos e verdades – PARTE II

Autor: Filipa Vicente  /   Dezembro 03, 2013  /   Publicado em Alimentação, Emagrecer a Correr  /   3 Comentários

Alimentação, nutrição e emagrecer: Mitos e verdadesNo seguimento do artigo anterior, apresentamos mais algumas das mais inéditas mensagens que vamos ouvindo sobre o que comer, não comer, comer mais, quando comer, etc. Agradecemos que continue a enviar as suas dúvidas e esperamos que esta rubrica ajude a esclarecer as ideias inéditas que por vezes encontramos por aí.

O alimento X é muito calórico, não devo comer

Existem de facto alimentos com maior densidade calórica do que outros, no entanto isso não implica que tenham de ser totalmente eliminados da sua alimentação diária, apenas deve ter  o cuidado de moderar a sua quantidade.

Esclarecemos dois exemplos de que se houve muito falar: a banana e o azeite. A banana é uma fruta de maior densidade energética por 100g do que as restantes, na sua maioria as frutas fornecem entre 40 e 60kcal/100g enquanto a banana fornece perto de 100kcal/100g, ou seja, cerca do dobro. No entanto, tem tantas calorias como 50g de pão pelo que pode ser um bom substituto do mesmo num lanche portátil especialmente interessante antes de um treino.

No que diz respeito ao azeite, a crença normalmente funciona ao contrário. É frequente ouvir-se “eu só uso azeite para cozinhar e temperar”. E faz muito bem mas o valor calórico do azeite é exatamente o mesmo do óleo, o benefício não está aí mas na composição da gordura. Nesse sentido, deve apelar a alguma moderação e não “inundar” o prato. Onde chegavam 2-3 colheres de sopa, muitas pessoas colocam uma concha deste ouro líquido. Em vez de 90kcal, têm 200 ou mais.

 

“Os cinco alimentos que fazem perder barriga”

Se houvesse apenas um alimento que fosse para perder barriga, ninguém sofria de obesidade abdominal porque a fórmula já tinha sido inventada e vendida.

Não existe um alimento, nem tão pouco suplemento, que vá buscar a gordura à zona abdominal e faça com que seja utilizada e queimada. A gordura a nível abdominal é a que tem maiores consequências para a sua saúde cardiovascular e também a mais difícil de eliminar. Exige controlo alimentar e um estilo de vida ativo, ou seja, uma vida saudável e equilibrada de todos os pontos de vista.

 

Os adoçantes/edulcorantes provocam cancro entre outras doenças crónicas

Estes ingredientes são muito utilizados em produtos ditos dietéticos mas não só, estão incluídos como aditivos em muitos outros. A sua popularidade tem crescido muito desde os anos 80 mas também as crenças sobre os possíveis efeitos tóxicos destas substâncias.

Podemos consumi-los à vontade? Não, como qualquer aditivo, deve ser preferido um consumo ponderado e adequado. Mas em muitos produtos fica a ganhar com a substituição do produto açucarado pelo produto com menor valor calórico utilizando edulcorantes não nutritivos como é o caso dos refrigerantes.

O conselho final que lhe deixamos é que modere progressivamente o seu consumo de açúcar e eduque o seu paladar a alimentos não muito doces. Não faz sentido substituir o açúcar por adoçante no café ou chá mas pode ficar a ganhar se trocar essa lata de refrigerante diária por uma versão não calórica.

Maratonas na Europa

3 Comentários

  1. haydée gaona de ferraz 25 de Fevereiro de 2014 4:41

    Eu estou me iniciando no esporte,estou adorando saber que posso correr,eliminando gordura,e ainda estou tentando uma reducaçao alimentar.Por isso me interesa ter um cardapio basico ,obrigada

  2. nara 22 de Agosto de 2014 21:09

    estou começando a correr estou adorando quero saber como faço para tomar um suplemento saudável para correr? quero tb perder peso como faço? so corre é suficiente? tem quer fazer regimes?

  3. Flávia Barata 22 de Março de 2016 23:04

    é como o autor disse, no inicio eu tive dificuldade em retirar alimentos muitos doces da minha refeição, mas aos poucos consegui…e hoje não sinto falta nenhuma desse alimentos, para além de me sentir muito mais saudável, naturalmente! É tudo uma questão de hábito e vontade própria.

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.