Maria João Sá

Autor: Vitor Dias  /   Outubro 01, 2013  /   Publicado em Lesões e Doenças  /   6 Comentários

Maria João SáAo longo destes quase 5 anos de CorrerPorPrazer.com, tentamos ir de encontro às necessidades dos corredores e daquilo que mais os motiva e preocupa. No lote das maiores preocupações, estão sem dúvida as lesões e doenças que mais afligem tanto corredores experientes como os que se iniciaram há pouco tempo nesta actividade. A partir de hoje contaremos com a Dra. Maria João Sá, que para além de médica especialista em medicina desportiva, é tal como nós uma amante da corrida e muito em especial da modalidade de orientação pedestre, onde tem vindo a acumular dezenas de troféus, campeonatos nacionais e ibéricos, nas mais variadas distâncias, sendo neste momento Campeã Nacional de Distância Longa.

Nome: Maria João Sá

Áreas de diferenciação: Medicina Geral e Familiar; Medicina Desportiva

Línguas estrangeiras: Inglês, Espanhol, Francês

Formação Académica

2013 – Pós-Graduação em Medicina Desportiva pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

2010 – Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Atividade Clínica

2013 – Instituto Cuf – Unidade de Exercício Clínico

2013 – Docente convidada da Universidade Sénior – Rotary Club Póvoa de Varzim

2013 – Médica da equipa de Orientação do Grupo Desportivo 4 Caminhos

2013 – Médica da equipa de Futsal da Associação Recreativa e Desportiva do Coronado

2012 – ARS Norte, ACES Maia-Valongo, USF Lidador – Internato de Formação Específica em Medicina Geral e Familiar

2011 – Centro Hospitalar Médio Ave – Internato Geral

Sociedades Cientificas/ Bolsas/ Prémios

Ordem dos Médicos

Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar

Atividade Científica

Sá JM, Rêgo C. Ginástica de competição: fator de influência no crescimento, estado de nutrição e maturação ao longo da idade pediátrica? Acta Pediatr Port 2013;44(1):43-8

 

CV DESPORTIVO

2004
Campeã Nacional Júnior Dist. Longa, Média e Sprint;
Campeã Nacional Absoluta;
Campeã Ibérica (Júniores – Dist. Longa);
Campeã Latina (Júniores – Dist. Média e Sprint);

2005
Campeã Nacional sénior distância Ultra-Longa;
Campeã Ibérica (Júniores – Dist. Longa);
Vice-Campeã Latina (Júniores – Dist. Sprint);
50ª na 1ª etapa da Taça do Mundo 05;

2006
Vice-Campeã Nacional Sénior(Dist.Sprint);
Campeã Nacional Absoluta;
Campeã Ibérica (Dist. Média);
Campeonato do Mundo Séniores (24ª na qualificatória -24Q- do Sprint);

2007
Campeã Nacional de Séniores – Dist. Média;
Campeã Nacional de Séniores – Sprint;
Vice- Campeã Ibérica de Séniores – Dist. Longa;
Campeonato do Mundo Séniores (23Q Sprint)

2008
Campeã Nacional de Séniores – Dist. Média;
Campeã Nacional de Séniores – Sprint;
Vice-Campeã Ibérica de Séniores Dist.Longa;
46ª Campeonato do Mundo Universitário (Dist.Média)
24ª Campeonato do Mundo Séniores (Estafeta)

2009
Campeã Nacional de Séniores – Dist. Longa;
Campeã Nacional Absoluta;
Campeonato do Mundo Séniores (19ª na qualificatória Sprint);
3ª no Campeonato Nacional Polaco de Estafetas;

2010
Campeã Nacional de Séniores – Dist. Longa;
Campeã Nacional de Séniores – Estafeta;
Campeã Nacional Absoluta
Campeã Nacional Universitária
5ª classificada na prova Park World Tour – Perth

2011
Campeã Nacional de Séniores – Dist Longa;
Vice- Campeã Nacional de Séniores – Estafeta;
Vice- Campeã Nacional de Séniores – Dist. Média;
Campeonato do Mundo Séniores (21ª na qualificatória Sprint);

2012
Campeã Regional Norte 10 000m pista
Vencedora da 1ª edição Night Urban Trail – Porto
3ª classificada- São Silvestre de Vila do Conde

2013
Campeã Nacional de Distância Longa

24h Portugal 2018

6 Comentários

  1. Pedro Rafael Calha 4 de Fevereiro de 2014 18:21

    Boa tarde

    Não sei se este será o sitio mais apropriado para colocar esta questão. Prende-se essencialmente com uma pequena dor/muinha na parte de trás do joelho apenas quando, sentado no chão e com as pernas fletidas, puxo o corpo (mais ou menos como os bebés andam depois de gatinhar. Para a prática trail não traz qualquer tipo de influência negativa nem dôr nas subidas, descidas, etc até porque apenas incomoda nos alongamentos ou aquecimento. Alguém ou a Dra Maria João Sá sabe do que se trata e como posso “resolver este assunto sff. Obrigado

  2. Pedro Rafael Calha 4 de Fevereiro de 2014 18:22

    Já agora, parabéns pelo site que a nível de informação da área, é o melhor. Cumprimentos

  3. António Monteiro 24 de Junho de 2014 21:06

    Boa noite caros senhores,
    Recentemente e durante a corrida, senti uma dor no interior da rotula do joelho esquerdo que me obrigou a parar. Estou a fazer gelo, a tomar momendol comprimidos e voltaren gel, só que as dores continuam. É possivel informarem-me da existência de clinica ou profissional credenciado com quem eventualmente possam ter protocolos e a quem eu possa recorrer? Antecipadamente grato. António Monteiro

  4. Sandra Rodrigues 27 de Dezembro de 2014 15:07

    Boa tarde
    Não sei se este será o sitio mais apropriado para colocar a minha questão. Já corro à 5 ou 6 anos e desde sempre me dói a ponta dos dois dedos a seguir ao dedo grande, ficando com bolhas de sangue na ponta e por baixo da unha. O dedo grande é maior pelo que não é do tamanho dos ténis, nem das meias uma vez que já usei de todas. Se correr a um ritmo mais lento não me dói muito, mas se aumento o ritmo, nomeadamente em provas, as unhas chegam a cair. Penso que tenha a ver com a pressão do impulso, mas não sei ao certo. Queria fazer a meia maratona de Março, mas estou a ver que assim não aguento. Será que alguém ou a Dra Maria João Sá sabe do que se trata e como posso “resolver este assunto sff. Obrigado

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.