Água de coco: Isotónico natural

Autor: Filipa Vicente  /   Outubro 15, 2013  /   Publicado em Alimentação  /   2 Comentários

Água de Coco

Está farto das bebidas isotónicas? Eis uma lufada de ar fresco. A água de coco é muito popular no Brasil, sendo muitas vezes associada à imagem de um passeio na praia de Copacabana mas é muito mais do que isso. Tem tudo o que precisa durante o esforço físico, e é 100% natural. Experimente.

A água de coco é extraída dos cocos quando ainda estão verdes, trata-se de um fluido estéril e de cor clara. É muito consumido no Brasil como bebida de lazer mas tem tantos benefícios que algumas marcas já começaram a comercializar o produto no velho continente, associando-o frequentemente a uma vida ativa.

Na sua riqueza nutricional destaca-se sobretudo o perfil de vitaminas e minerais, sendo especialmente rica nos três electrólitos mais importantes na hidratação –potássio e magnésio o que a torna um excelente candidato a isotónico.

Mas esse perfil não fica por aqui, fornece vitaminas do complexo B, essenciais no metabolismo energético e vitamina C, crucial como antioxidante e para baixar a hormona do stress – cortisol durante o esforço intenso.

A este perfil juntam-se os aminoácidos de cadeia ramificada, 300mg / 250ml, determinantes na prevenção da fadiga central.

E a nível de hidratos de carbono, a água de coco é perfeita. Além de um teor controlado de hidratos de carbono, tem um baixo teor de açúcares e sobretudo não contém nenhum edulcorantes ou outros adicionados, sendo 100% natural.

Kalman e colaboradores1 demonstraram que a água de coco tem os mesmos efeitos no estado de hidratação que as bebidas desportivas mais frequentemente utilizadas na corrida.

Este poder hidratante justifica que seja frequentemente utilizada como forma de rehidratação oral, e também endovenosa o que é possível porque é estéril, nos casos de desidratação em crianças provocada por diarreia, intoxicações ou outros factores 2.

Além de tudo isso, tira partido de toda a riqueza nutricional de um alimento não processado nem transformado. A água de coco não tem aditivos, açúcares ou edulcorantes adicionados e fornece cerca de 9g de hidratos de carbono/250ml , incluindo também 2g de fibra e 2g de proteína.

A única limitação é o seu teor de sódio, não é muito inferior mas ainda fica significativamente abaixo dos valores das bebidas isotónicas o que requer uma adição separada para compensar as perdas pelo suor. A nossa sugestão é que, esforços acima de 1h30 ou em condições climatéricas muito adversas,  complemente a água de coco com géis / barritas salgadas para repor também este electrólito.

Um cuidado na escolha

Procure escolher um produto de qualidade. Não há produção nacional de água de coco por isso ela vem toda importada e embalada. Consulte a lista de ingredientes e assegure-se que não tem açúcares adicionados.

 

Composição nutricional

Por 240g (~250ml):

46Kcal

9g Hidratos de carbono

5.8mg Vitamina C (10% DDR)

57.6mg Cálcio (6% DDR)

60mg Magnésio (15% DDR)

600mg Potássio (17% DDR)

252mg Sódio (11% DDR)

Isoleucina 67mg

Leucina 127mg

Valina 106mg

(total BCAAs* 300mg)

 

Referências

1 JISSN 2012, 9:1

2 Am J Emerg Med 2000, 18(1):108-11

2 Comentários

  1. Natalia Itabayana 15 de Outubro de 2013 9:27

    Não bebo isotonicos industrializados nem utilizo aquelas geleias energéticas, seja em treinos ou durante provas, mas sinto uma grande saudade da água de coco depois de um longo treino, era um costume que tinha quando morava no Brasil, mas a natural mesmo, direto do coco, não as industrializadas de caixinha.
    Aqui na França nem procurei, hidrato-me com água mineral e como uma laranja depois do treino, sinto-me menos cansada e bem disposta fazendo assim. Quando corri a meia-maratona, comi metade de uma laranja na metade do percurso, e o restante no final, tive uma boa performance. Acho que, pelo fato de não ter-me habituado ao uso dos isotonicos e complementos, o organismo não os reclama. Mas o coração reclama com frequência a água de coco!

  2. Vitor Dias 15 de Outubro de 2013 9:40

    Olá Natália

    Muito obrigado pelo seu testemunho.

    Continuação de boas corridas.

    Cumprimentos

    Vitor Dias

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*