Tratar a irritabilidade e a labilidade emociona com Acupuntura

Autor: Aldina Rodrigues  /   Abril 09, 2013  /   Publicado em Lesões e Doenças  /   2 Comentários

Tratar a irritabilidade e a labilidade emociona com AcupunturaA irritabilidade e as alterações de humor podem ser a consequência de períodos mais stressantes na vida.

O nosso organismo suporta perfeitamente breves períodos de stress. O stress excessivo ou prolongado mantém o organismo em alerta constante. O stress, incita o organismo a produzir hormonas específicas que debilitam a imunidade, e levam p.ex. a um aumento de tensão arterial que no inicio pode passar despercebido.

O stress crónico torna as pessoas mais irritáveis e leva a alterações de humor, que podem evoluir para síndromes de ansiedade, depressão, alterações digestivas, alterações nos padrões de sono, contraturas musculares e enfraquecer o sistema imunitário, ou seja, torna-lo mais propenso ao desenvolvimento de certas doenças.

As emoções e a estagnação de Qi

Na medicina oriental as emoções podem ser associadas a vários padrões de desarmonia. Emoções como irritabilidade, frustração, raiva, medo, insegurança… são sintomas de um Qi que pode estar estagnado. O “fígado” é o órgão responsável por um Qi fluido, a sua disfunção pode levar a uma estagnação de Qi de “fígado”.

A estagnação de Qi de “fígado” é um padrão de desarmonia muito frequente nos nossos dias, os sinais e sintomas podem incluir, dor e desconforto abdominal, rigidez do tórax, dificuldade a inspirar profundamente, distensão abdominal, náuseas, obstipação ou diarreia, ciclos menstruais irregulares, períodos dolorosos com alterações de humor.

 

Desbloquear o Qi

O “fígado” é o órgão responsável por um fluir harmonioso de qi, da força vital do corpo.

Se a energia de “fígado” está equilibrada as nossas emoções tendem a ser harmoniosas. Na medicina chinesa nenhum sintoma está isolado, tudo está interligado, e o facto de equilibrar o qi de “fígado” vai harmonizar os ciclos internos e manifestar-se como um todo.

 

O que fazer para mover e desbloquear o Qi?

Alongar – O “fígado” controla os ligamentos (segundo a MTC) Nos períodos de descanso/sono o fígado armazena sangue e energia para a libertar em atividades. Alongue depois de se levantar e á noite.

Exercícios oculares –O ” fígado” rege os olhos. Se passar muitas horas ao computador faça pausas e vá á janela e expanda o seu olhar, fixe pontos no horizonte, ou simplesmente mova o olhar em várias direções.

Comer alimentos verdes – o verde á a cor do “Fígado” coma plantas de folhas jovens e germinados.

Alimentos ácidos – alimentos ácidos tendem a estimular a função do “fígado” beba água com sumo de limão, tempere as saladas com vinagre de cidra, use vegetais fermentados…

Mova-se na natureza – Incremente as suas atividades no exterior, corra ou faça caminhadas num parque, na montanha, na praia… e não se esqueça respire!!!

Fitoterapia – Plantas como o cardo mariano (entre outras) ajudam o fígado a depurar ou desintoxicar de substâncias como o álcool, tabaco, pesticidas na comida, toxinas no meio ambiente…

Aprenda a meditar

Faça acupuntura A medicina chinesa entre elas a acupuntura ajuda a harmonizar as disfunções de “fígadoe a sua energia geral. A alimentação é uma grande ajuda para regular as funções energéticas dos vários órgãos, um plano alimentar personalizado e técnicas de relaxamento são uma mais-valia que o terapeuta também poderá fornecer.

Pratique técnicas de relaxamento progressivo

Evite substâncias excitantes, como o álcool, cafeína, açúcar e tabaco, ou pelo menos modere o seu consumo.

Adote passatempos relaxantes.

 

Sinais e sintomas de estagnação de “fígado”

A regulação energética devia fazer parte da nossa rotina ao longo do ano para manter o nosso equilíbrio energético e saúde.

Sintomas mais frequentes na estagnação de Qi:

– Depressão

– Alterações frequentes de humor

– Boca amarga

– Obstipação/Diarreia

– Alterações gástricas (que pioram com o stress)

– Dores irregulares (hoje na anca depois no joelho amanha no pé)

– Dores menstruais

– Falta de apetite

Uma regulação energética com a acupuntura, alterações na dieta e alguns exercícios podem o ajudar a combater estes sintomas recorrentes de forma natural.

Não subestime o impacto do stress, tome medidas para melhor gerir o stress na sua vida.

Provas de Trail

2 Comentários

  1. brigida 15 de Março de 2014 11:53

    adorei as informações.podria publicar o nome de outras plantas? não conheço cardo mariano. grata

  2. Isabel Maria F. Tavanez 23 de Abril de 2016 18:20

    revejo-me na informação apresentada. grata pelas dicas

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.