Constipações e dicas naturais…

Autor: Aldina Rodrigues  /   Janeiro 30, 2013  /   Publicado em Alimentação, Lesões e Doenças  /   4 Comentários

constipacoesO repouso e algumas plantas medicinais podem ser os melhores aliados na constipação, gripe e problemas respiratórios frequentes nesta época do ano.

As alterações da temperatura, entre outros fatores, alteram a capacidade de resistência do organismo, o que o torna mais vulnerável a vírus ou bactérias, resultando em sintomas como: tosse, mucosidade, dores de garganta e outros sinais e sintomas similares aos da gripe.

A perceção de que não se pode parar, que não há tempo ou possibilidades para ficar doente, leva muitas pessoas a recorrer a vários tipos de medicamentos, desde os medicamentos alopáticos (tradicionais) aos fitoterápicos (á base de plantas) ou homeopáticos, esperando verdadeiros milagres.

Vários estudos demonstram vantagens inegáveis no uso da fitoterapia (plantas) em certos sintomas anteriormente referidos. Mas o uso da fitoterapia deve ser sempre acompanhada por alterações da dieta ou o estilo de vida para aproveitar ao máximo o efeito da fitoterapia.

Os fitoterápicos atuam de uma forma distinta aos medicamentos convencionais. O objetivo das plantas utilizadas é ajudar no processo de eliminação de toxinas.

Constipações e dicas naturais…A naturopatia olha para a doença como uma oportunidade para o corpo voltar ao equilíbrio. Devemos tentar ouvir o corpo e colaborar no processo de regeneração e dar-lhe o que mais precisa: descanso. Rever as nossas rotinas diárias pode ajudar a planear um dia com menos stress.

A constipação manifesta-se com sintomas como congestão nasal, dor de garganta, espirros, tosse, provocada por um dos 200 vírus que andam por aí. Se além destes sintomas apresentar febre, dores musculares, cansaço acentuado, diarreia, náuseas ou vómitos é provável que tenha uma gripee os seus sintomas de fraqueza e prostração duram vários dias ou semanas.

Com os primeiros sintomas de constipação sempre que possível devemos descansar, o ideal seriam 3 ou 4 dias. Caso não seja possível (o mais habitual) devemos reduzir ao máximo os nosso compromissos, já que a nossa atenção e produtividade vai estar comprometida. É importante ir cedo para a cama e descansar. Evitar estar enrolado no sofá a ver filmes, internet… é mesmo para descansar!

Dieta

Fluídos

A ingestão de fluídos é de extrema importância nesta fase, pois se o corpo estiver desidratado fica mais vulnerável aos vírus. O mesmo se aplica no nosso dia á dia, se estivermos submetidos a uma grande carga de trabalho, ou pressão emocional, a hidratação é essencial. A água, as tisanas, o chá e sumos naturais, acabados de espremer, (limão, lima, cenoura, beterraba, germinados e maça) são ideias para ajudar o corpo a depurar. Devem ser bebidos á temperatura ambiente e diluídos com alguma água para ficarem mais leves. É importante beber quantidades pequenas a moderadas de líquidos para facilitar a sua absorção. Outra maneira de reidratar é através de sopa, como creme de legumes ou caldos caseiros, que são de fácil digestão.

Alimentos que ajudam no combate contra a constipação

Alho – Ajuda a diminuir a produção de mucosidade. Comer um alho cru por dia no mínimo. Pode ser numa torrada com azeite ou finamente picado na sopa ou  comida, no final da cocção. Tirar o gérmen diminui o hálito a alho e a indigestão que pode provocar em certas pessoas.

Os cogumelos shitake, o gengibre e a cebola também potenciam o sistema imunitário. Se gosta de picante utilize a pimenta de cayenne.

Alimentos ricos em vitamina C – Alimentos como o kiwi, laranja, limão são conhecidos como os campeões. Coma a fruta inteira para beneficiar de todos os nutrientes. Os legumes também  contêm bastante vitamina C, evite a cocção prolongada que destrói esta vitamina.

Pode também tomar suplementos mas não se esqueça de incluir as frutas e os legumes pois estes são ricos em nutrientes e bioflavonoides e dispõem de um leque muito mais variado de nutrientes para ajudar o seu sistema imunitário do que um simples comprimido de Vitamina C.

Alimentos ricos em betacarotenos – aqui incluem-se as frutas e os legumes de cores como o vermelho, laranja, amarelo (pimentos de várias cores, cenoura, beterraba, couve roxa ou normal, salsa, algas… todos eles são ricos em bioflavonoides e vitamina C, ajudam o sistema imunitário e o sistema respiratório (limpam a mucosidade)

Alimentos ricos em Zinco – É um mineral importante para o sistema imunitário, pode ajudar a diminuir o tempo da constipação. Abundante  em alimentos como as sementes de abóbora, ovos, levedura de cerveja, e alguns germinados como a alfalfa. Encontra-se na fruta como:  maçãs (pode ser cozida), figos, alperces, tâmaras entre outros. Na medicina natural se o indivíduo tiver mucosidade não se recomenda comer frutas cítricos, exceto o limão ou a lima.

– Os cereais (trigo como o pão e massas…) devem ser evitados, dar preferência aos legumes, e a proteínas de boa qualidade e de fácil digestão.

– Os complexos multivitamínicos podem ser incluídos mas nunca devem substituir uma alimentação rica em fruta e legumes.

– Pode incluir o pólen, um suplemento muito interessante e que contém uma pequena quantidade de proteínas.

– Sempre que possível devemos tentar comer alimentos cultivados de maneira biológica ou ir a feiras ou mercados e comprar legumes e frutas da época. A agricultura intensiva infelizmente provoca o empobrecimento do solo e por vezes nada mais nos resta do que recorrer também a suplementos para podermos compensar épocas mais stressantes.

A evitar…

Lácteos – segundo a medicina natural os lácteos favorecem a produção de mucosidades e devem ser evitados. Os derivados do leite de cabra, ovelha são melhores do que os do leite de vaca. A opção pode também passar por substitutos como o leite de aveia, arroz, ou soja.

Não se esqueça que os legumes de cor escura são ricos em cálcio, tal como os frutos secos.

Açúcar – Evitar açúcar refinado, este aumenta a mucosidade e diminui a efetividade dos glóbulos brancos na sua luta contra a infeção. Substitua-o por um bom mel

Trigo – Evite as farinhas de trigo refinadas que são de  difícil digestão e pobre em nutrientes. Uma pausa deste alimento ajuda-o a recuperar.

Alimentos pré-confecionados – Evite estes alimentos que são ricos em conservantes, corantes, sal e açúcar.

Álcool e café em excesso, opte por uma infusão.

Precauções:

No caso de gravidez, ou estar a amamentar, tomar a pilula ou outro tipo de medicação a longo prazo, antes de começar a tomar produtos naturais deve recorrer a um profissional nessa área. Os medicamentos naturais por si só são seguros, mas podem ter interações com medicamentos convencionais e as doses devem ser adequadas. Não recorra á auto medicação.

Alguns fitoterápicos a usar:

Unha de gato – Muito utilizada no combate á constipação, é de ação rápida e tem também uma ligeira ação anti-inflamatória. Planta contraindicada em caso de gravidez.

Equinácia – É uma planta muito eficaz na constipação, apoia o sistema imunitário no combate às doenças. Pode ser utilizado como preventivo ou imuno-estimulante, por alguns períodos (a toma e dose deve ser sempre adequado aos sintomas) pode ser adquirida em forma de tintura ou comprimidos.

Sabugueiro – Tem propriedades antivíricas e ajuda a diminuir a mucosidade. Deve ser tomado logo quando se começam a sentir os primeiros sintomas. Em infusão, extrato ou tintura.

Própolis – Indicado em caso de inflamação da garganta. É também um bom tónico para a garganta, muito útil para quem utiliza muito a voz.

Vitamina C – Ao aparecerem os primeiros sintomas, pode tomar vitamina C, que contenha bioflavonoides, estes, parecem aumentar a eficácia da absorção da vitamina C em 35%. Deve ser tomada com alimentos.

Dicas simples

– Acalmar a garganta – Em caso de garganta irritada, encha um copo de água tépida de 250ml, misture uma colher de chá de sal e gargareje. Alivia a dor.

– O tradicional gargarejo com sumo de limão e um pouco de água tépida, alivia a dor e cria um ambiente ácido, hostil às bactérias e vírus.

– Canja de galinha para combater a constipação – Se é fã da canja junte alho picado no final da cocção. É um caldo leve e hidratante.

– Se estiver com uma laringite vá bebericando ao longo de todo o dia, fluídos mornos, a hidratação é muito importante, como se respira mais pela boca também se perde mais água e é necessário hidratar as mucosas.

– Mantenha a casa humidificada, o aquecimento seca muito o ambiente, abras as janelas por uns segundos, ou coloque umas taças de água perto do aquecedor, pode também usar um humidificador.

– Esta é só para os mais destemidos: colocar um dente de alho na boca e ir respirando lentamente, deixando os óleos voláteis propagarem-se pela garganta e aparelho respiratório superior. Quando o sabor se tornar muito intenso mastigar e engolir. Também o pode ingerir em forma de capsulas.

Para aliviar a congestão:

– Raiz de gengibre fresca ralada uma pequena porção, meia colher de chá ou menos, adicionada á sopa, em saladas ou em chá. Diminui a congestão nasal e brônquica.

– Pode temperar os caldos com gengibre, tabasco, piri-piri, ou wasabi. Descongestionantes.

– Um banho de pés com água quente e sal grosso ou três colheres de mostarda moída. Um remédio naturista muito eficaz.

– Faça uma nebulização – numa tigela grande ponha água a ferver e algumas gotas de óleo essencial de tomilho ou eucalipto. Coloque uma toalha na cabeça como se fosse uma tenda, feche os olhos e respire profunda e calmamente o vapor.

– Pode também colocar umas gotas dos óleos num lenço e quando estiver mais congestionado encoste o lenço ao nariz e inale.

Mas não se esqueça mais vale prevenir que remediar…

– Lave as mãos frequentemente, parece básico mas o facto é que poucas pessoas lavam as mãos mais de cinco vezes por dia.

– Não coloque as mãos na cara ou no nariz sem as lavar.

– Correndo o risco de ser menos correto não aparte a mão a quem estiver constipado se depois não as poder ir lavar.

– Descanse e durma mais que o habitual, quando submetido a períodos de stress mais elevados. Não se esqueça de beber mais líquidos.

– Pratique desporto, aumente o seu círculo de amigos e namore. Estudos demonstram que pessoas mais felizes apresentam níveis de imunoglobulina A mais elevados – uma proteína produzida pelo sistema imunitário que desempenha um papel importante na proteção das mucosas contra organismos estranhos.

– Se tem constipações recorrentes, cansaço crônico, e se sente sem forças para nada, pense em recorrer á Medicina tradicional chinesa, esta disponibiliza a acupuntura para uma regulação energética (para tratar os sintomas em causa), dicas alimentares apropriadas á sua condição e sintomas, são ensinados técnicas de respiração e de relaxamento.

Caso tenha medo das agulhas (que são muito finas e provocam apenas uma pequena picada inicial) estas podem ser substituídas por acupressão, pressão com o dedo, ou um tratamento de ventosas ao longo da coluna vertebral para regular pontos importantes. Ajuda a recuperar energia, relaxa e fortalece o sistema imunitário. E as dicas que recebe devem ser praticadas no dia-a-dia, a prevenção é algo a que temos de prestar mais atenção. Nós levamos o nosso carro á revisão, mas raramente levamos o nosso corpo á revisão, só quando aparece um problema é que vamos ver o que se passa. É necessário rever a nossa rotina, hábitos alimentares, respiração, exercício, postura, sinais e sintomas que vão aparecendo e vamos negligenciando.

Não se esqueça que a doença é uma oportunidade para dar um tempo de descanso, parar, e quem sabe alterar alguns padrões de vida, por isso não desperdice essa oportunidade, não se revolte com algo que não pode mudar, se puder aproveite o descanso imposto pelo corpo. Respire!

Azores Triangle Adventure 2018

4 Comentários

  1. Marta Campo 31 de Janeiro de 2013 8:26

    Ora aqui esta um excelente artigo! Parabens!:)
    Aldina, sempre segui os teus conselhos e tem sido, de facto, muitos uteis e eficazes!
    Obrigada :)!

  2. Dyna Costa 3 de Fevereiro de 2013 23:54

    Um excelente artigo! Parabéns!

    São dicas sempre muito importantes…

  3. sara 11 de Outubro de 2014 10:19

    obrigada faz sempre jeito saber estas coisas

  4. Rosa 27 de Janeiro de 2015 21:53

    Muito bom, bonito e holístico artigo; grata!

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.