Dicas de Natal (mesa e presentes)

Autor: Aldina Rodrigues  /   Dezembro 16, 2012  /   Publicado em Alimentação  /   Sem Comentários

Dicas de Natal (mesa e presentes)Nesta época há pratos incontornáveis, os que adoramos, os que podem ser ajustados, melhorados e até eliminados.

Devemos fazer um balanço alimentar e ver o que realmente nos dá prazer, e o que comemos apenas porque está na mesa.

Planear as refeições é de extrema importância, para a saúde, a linha e a carteira. É também um bom presente para os nossos convidados, cuidar da sua saúde e linha.

Por isso devemos pegar numa folha e ter em conta, as pessoas, as refeições, os gostos alimentares ou intolerâncias, e claro o orçamento.

Devemos planear a comida para aquele número de pessoas, e não para o dobro. O mesmo com as sobremesas, que depois sobra imenso e tem de ser tudo comido nos dias até ao ano novo. Uma boa ideia é partilhar com os convidados a comida que sobra ou as sobremesas.

Podemos ser inovadores e incorporar umas novidades na ceia de natal e substituir algumas sobremesas calóricas. Elimine os alimentos que compra porque fazem parte do ritual de natal, mas que na verdade ninguém aprecia muito e substitua por outros mais saudáveis (um gelado caseiro de iogurte com frutos silvestres, congelados, e decorar com frutos frescos como umas amoras).

Não se esqueça das saladas, frescas ou com legumes salteados. Pode fazer acompanhamentos para a carne (peru…) só de saladas e legumes (ex. salada de couve roxa (em juliana fina) com gomos de laranja (sem pele), e sumo de gengibre.

Os legumes saciam e ajudam a limitar a ingestão de calorias nesta época.

A fruta deve ser uma vasta opção na mesa das sobremesas, se já estiver fatiada é mais apetecível.

O prazer da comida natalícia é inegável, prima pela qualidade e não pela quantidade.

Não se esqueça de saborear cada garfada, mastigue, e sinta o prazer que lhe dá. Por vezes as pessoas comem sem saborear e é por isso que tem necessidade de se servir tantas vezes.

Por isso planei a sua ementa natalícia com antecedência, de maneira a incorporar alimentos saudáveis. Uma decoração cuidada ajuda os mais pequenos (e não só), a experienciar novos sabores e texturas.

As entradas devem ser leves e pouco calóricas, jogue com os gostos das pessoas em causa e incorpore alimentos novos e saudáveis.

Na confeção das refeições reduza o azeite, óleo e açúcar. Não se esqueça de colocar os alimentos fritos em papel especial para absorver o extra de gordura.

Se for a casa de alguém que não tem esses cuidados, pode sempre comer em casa um prato de sopa ou fruta para não se atirar às entradas e poder ser mais seletivo e moderado nas quantidades.

Não se esqueça de hidratar com água, e beber vinho como acompanhamento.

Não comece o natal quinze dias antes, se não tiver em casa, bolo rei, rabanadas… não as come a toda hora.

Na preparação das festas de natal a família toda deve ser envolvida, até os mais pequenos. Todos devem ajudar para evitar stressar nesta época.

 

Dicas para os presentes de natal

O natal deve ser partilhado com alegria e amor. As experiências que vivemos são muito mais marcantes que os presentes materiais.

Já pensou em dar o seu tempo? Em dar uma experiência?

A minha avó alemã incutiu-me este tipo de presentes. E foram presentes valiosos que me acompanham diariamente e me fazem lembrar dela nas mais pequenas coisas. As crianças devem ser incutidas a dar este tipo de presentes. Deixo alguns exemplos para inspiração:

– Uma tarde a fazer bolachas de natal para oferecer á família.

– Fazer compotas com sabores de natal e dar como presente num cabaz.

– Uma tarde a passear no bosque, com piquenique (mantas, bebidas quentes, fotos e brincadeiras…) ou simplesmente ir passear, caminhar e descobrir a cidade em que vivemos.

– Escrever um “diário” de coisas engraçadas ou memórias da família e oferecer, e acrescentar em cada natal mais acontecimentos familiares.

– Álbuns ou compilações de música.

– Oferecer-se para ajudar ou fazer algo que lhe é fácil, e que pode ser muito importante para outras pessoas.

– Ficar com os miúdos e fazer jogos e brincadeiras, para os pais, amigos possam fazer outras coisas ou descansar

– Ler um livro a alguém que já não vê bem…

– Incentivar atividades, caminhadas, jogos de futebol, em família, com amigos… oferecer vales com: vale um jogo de futebol com… vale uma ida á praia com papagaios… deixe a imaginação fazer o resto, mas comprometa-se.

 

Um bom Natal a todos, recheado de amor, saúde e muitas corridas.

Aldina Rodrigues

Provas de Trail

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.