Corrida e Natação, a combinação perfeita?

Autor: Nuno Caetano  /   Outubro 10, 2012  /   Publicado em Treino  /   20 Comentários

Será que duas atividades tão distintas têm a lucrar quando funcionam juntas num Programa de Treino? Sim. É de elevado valor a sinergia entre as duas actividades para a performance na corrida.  Correr e nadar complementam-se em diversas formas, o que faz com que a performance dos corredores, profissionais ou amadores, saia valorizada, sem esquecer no processo de treino de corrida as melhores sensações e a redução e/ou ajuda na resolução de lesões. Vejamos onde correr e nadar convergem e atuam conjuntamente para fornecer os melhores resultados.

Pressão Hidro-quê?

Hidrostática! É a propriedade regida pela Lei de Pascal definida como a pressão exercida pela água sobre a superfície de cada parte submersa do corpo, em determinada profundidade, sendo aumentada pela densidade e profundidade (com o aumento da profundidade a pressão também é aumentada). A pressão hidrostática (PH) é responsável pela maior parte dos benefícios para os praticantes de atividades aquáticas. A pressão gera uma leve massagem, estimulando a circulação periférica, além de melhorar o funcionamento do aparelho respiratório por aumentar a resistência sobre a caixa torácica (precisamos de recrutar os músculos respiratórios voluntariamente para expelir e introduzir ar). Ou seja, estar numa piscina parado, só por si já seria benéfico!

Desenvolvimento da Resistência

Praticar Natação por um período não necessariamente longo, por exemplo 40-45min (contém paragens), é um complemento ao treino de Resistência de Corrida: pela PH anteriormente referida, porque implica a mobilização de toda a musculatura do corpo e por isso maior dispêndio energético total e claro, com a execução de séries específicas para desenvolvimento da Resistência se desenvolve o aporte do oxigénio aos músculos e fortalecimento do coração.

Impacto

Não há volta a dar, a corrida é uma das atividades com maior impacto! Para músculos, articulações, órgãos! Podemos adicionar Natação ao Plano de Treino, trabalhando o sistema cardio-respiratório mas sem todo esse impacto mecânico associado. Desta forma, no próximo treino de Corrida vamos sentir-nos melhor, mais frescos e leves, permitindo treinar sem lesões e minimizando-as ao longo do tempo.

Tipo de corpo

Tanto corredores como nadadores têm um objectivo comum: possuir a menor quantidade de gordura corporal possível, até ao nível óptimo, para poder realizar as melhores performances. Na corrida para sermos leves, na Natação para diminuir o arrasto hidrodinâmico. Portanto é uma actividade paralela que auxilia a “escultura” do corpo de corredor, ao mesmo tempo que fortalece Membros Superiores (MS) e musculaturas envolvidas na rotação do tronco, estruturas normalmente esquecidas nos treinos de corrida e de relevante importância como auxiliares no movimento de correr e no equilíbrio harmonioso do corpo.

Planeamento

Ao longo do ano competitivo podemos ajustar os treinos de Natação mediante os objectivos competitivos definidos para a Corrida. Em alturas de acumulação de km’s, também nadamos em Volume (ou até aproveitamos para diversificar os treinos e realizamos velocidade na piscina), nos momentos de séries e desenvolvimento da Velocidade, trabalhamos a mesma na água (o movimento de pernas tem uma cadência muito superior dentro de água, pelo que estaremos a exercitar as fibras musculares rápidas de forma ainda mais intensa!), ou, da mesma forma, podemos aproveitar para realizar volume, potenciando intensidades baixas/moderadas que optimizam a recuperação entre os treinos intensos de corrida.

Recuperação eficaz dos treinos/competições

Aquando dos treinos mais intensos e/ou competições ficamos com a sensação de pernas pesadas e doridas. Praticando Natação, associamos a PH com uma remoção mais eficaz dos metabolitos acumulados no esforço intenso. Como há uma grande contribuição dos MS ao nadar, estamos também a fazer circular de forma mais eficiente o sangue por todo o corpo, pelo que “limpamos” muito mais rapidamente as pernas cansadas. O próprio movimento (ascendente e descendente) das pernas ao nadar faz com estejamos a “soltar” músculos e tendões sobrecarregados da anca, joelhos e pés.

Diversos atletas, profissionais e amadores, de distintas modalidades, utilizam a Natação na sua preparação para enfrentar os maiores desafios, incluindo Ciclistas e Corredores de renome.

Em suma, as duas actividades complementam-se e há muitos benefícios em praticar Natação com orientação adequada para a ajustar aos objectivos da tua próxima corrida-alvo!

 

Nuno Caetano

Licenciado em Desporto e Educação Física pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto – Opção Complementar de Desporto de Rendimento Natação

Treinador de Triatlo – Grau III – Federación Española de Triatlón

Treinador de Natação – Grau II – Federação Portuguesa de Natação

Treinador de Natação e Treinador de Triatlo

Treinador de Triatletas e Nadadores no Grande Porto

Professor de Natação e Treinador de Triatlo na MatosinhoSport, Empresa Municipal de Desporto de Matosinhos

Provas de Trail

20 Comentários

  1. Paulo Antunes 10 de Outubro de 2012 16:05

    Normalmente o atleta foca-se muito no desporto que gosta e pratica e nem pensa que outros desportos podem ser um grande instrumento de auxilio para o desporto que pratica.
    É importante existirem artigos como estes onde pessoas qualificadas explicam de forma simples e eficaz os beneficios que um certo desporto pode dar a outro desporto.
    Este artigo expõe diversos beneficios mas mais importante do que isso ele explica os beneficios que o corredor poderá tirar, ou seja, faz a analogia entre a natação e a corrida.
    Assim não se torna um artigo vago.

    Seria bastante interessante existir um exemplo de plano de treino de corrida e plano de treino de natação que espelha-se todo o contexto descrito neste artigo, assim o atleta poderia mais facilmente compreender o que deveria fazer.

    Os meus parabéns ao autor bem como ao blogue por partilharem este bom artigo.

    Paulo Antunes

  2. Nuno Caetano 18 de Outubro de 2012 14:03

    Boa tarde,

    obrigado pelos vossos comments.

    1 Abraço

  3. casa rural rioja 4 de Julho de 2013 16:13

    Corrida e Natação, a combinação perfeita? | http://www.correrporprazer.com, me ha parecido muy genail, me hubiera gustado que fuese más largo pero ya saeis si lo bueno es breve es dos veces bueno. Enhorabuena por vuestra web. Besotes.

  4. José Conceição 22 de Julho de 2013 15:40

    Caro amigo, vou só responder ao titulo do seu artigo, pois não li o restante, comecei a ler, mas não tenho paciencia para texto um pouco longos, vou deixar o meu comentar certo de que vou ser um pouco contraditório, fui nadador internacional, tenho o curso de treinador da F.P.N. 3º gráu e poderia fazer qualquer ” coisinha ” no triatlo quando acabei a minha carreira de nadador, corria razoavelmente bem, nadador de fundo, a nivel de ciclismo, não me posso pronunciar em relação a essa altura pois nunca tive uma bicleta, a 1ª que tive já era casado e já não seria altura de me iniciar no triatlo, (já estava velho para concorrer com os putos novos ) Hoje tenho três bicicletas, uma de estrada em carbono, não sou nenhuma vedeta na bicicleta mas quando ando verifico que a partir de uma certa kilometragem, os bons, sentem muitas dificuldades e eu lá me vou aguentando, ainda que tecnicamente eles sejam melhores, pois não tenho raizes do ciclismo, no atletismo em provas já ganhei muitas, fiz 2h.33′ na maratona e já tinha 40 e tal anos, da modo tenho corrido, pedalo e nadado ( não tanto, fiquei saturado ) e esta conversa toda que já se deve ter tornado fatigante para aqueles que a lerem, a Conclusão que cheguei com a experiencia que adquiri, é que a natação é o melhor desporto, dá preparação para tudo, a corrida não dá preparação para a natação, assim como o ciclismo, tive 13 meses sem correr por lesão, só fiz ciclismo e quando voltei a correr é como se nada tivesse feito. Hà muitos anos foi feito um teste com atletas de diversas modalidades e os nadadores foram os que obtiveram um indice de maior capacidade. Em relação ao titulo do seu artigo só posso dizer que a Natação é o MELHOR AMIGO da Corrida ( atletismo ).

  5. Nuno Caetano 22 de Julho de 2013 15:49

    Olá José,

    Agradeço o seu e-mail. A Natação é um excelente desporto, apenas falta o “impacto” articular.

    Quanto à idade… não acredito nisso… 😉

    Abraço!

  6. Nuno Caetano 22 de Julho de 2013 15:50

    Obrigado Weslley, maravilha! 1 Abraço

  7. Bruno 30 de Janeiro de 2014 15:33

    Geralmente aparecem sempre ” iluminados ” nestes blog’s que se acham os mais experientes, em função do que já fizeram e como se sentiram e etc e etc . O que muita gente se esquece e principalmente os iluminados; é que cada caso é um caso, cada pessoa reage de maneira diferente aos métodos de treino e que por não se adaptarem, acham que é assim e que toda a humanidade deve fazer como eles; enfim . Posso-vos dizer ( para quem queira ler ) que corro, nado e pedalo, faço treinos bidiários várias vezes por mês e noto um cansaço extremo ao fim de cada semana de treinos excepto na ” semana calma “, ( geralmente a de assimilação de treino ). E que tanto a corrida, como a bicicleta ajudam na natação, bem como a bicicleta sai brutalmente beneficiada com a corrida; uma vez que além da perda de peso inerente á actividade, consegue-se trabalhar o cárdio de maneira muito eficaz e isso revela-se na bicicleta e também na natação.
    Nadei 3 anos seguidos dos 16 aos 19( nunca fui nem sou nenhum Michael Phelps ) e voltei a nadar há um ano com 39, e evoluí bastante pelas horas que treinei nestes ultimos meses mas também pelo cardio trabalhado que trazia da corrida e do ciclismo. Todo o trabalho cardiorespiratorio traz beneficios para o exercicio; pasme-se que até aspirar a casa ajuda na natação. O complemento entre as 3 modalidades é inegavel, uns dao-se bem com isso, outros não. E eu leio sempre os textos todos antes de comentar … Cmpts

  8. jose leitao 20 de Setembro de 2014 14:59

    alem disso tudo amigos é preciso nascer com genes para desportista de competição e resto pouco vale.
    por isso podem treinar muito, gastar dinheiro em material em barras,em alimentos caros .não te fará nenhum campeão
    asa pessoas nascem com genes para ser campeão
    e o resto é só convença amigos

  9. Anderson Moreira 30 de Março de 2016 14:38

    Excelente texto de fácil entendimento com conteúdo coerente.

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.