Entrevista com Flor Madureira

Autor: Vitor Dias  /   Maio 24, 2012  /   Publicado em Entrevistas, Mulher Corredora  /   13 Comentários

Entrevista com Flor MadureiraPelas estradas e montes deste país, envergando a camisola do Clube Desportivo Leões do Veneza, já muitos conhecerão a simpatia, a força de vontade, a alegria e o prazer com que encara cada corrida e cada desafio. Numa pequena entrevista, informal e descontraída, falamos com Flor Madureira, sabendo como começou, porque continua e até onde pretende ir.

Há quanto tempo corre?

Corro há 6 anos.

Já praticou outros desportos?

Sim. Cicloturismo.

O que a fez começar a correr?

Um grave problema de saúde da minha irmã mais nova na altura com 32 anos.

Naquela época em que quase a perdemos tomei consciência de que tinha de aproveitar e disfrutar da vida.

Porque escolheu a corrida?

Porque entre os 11 e os 16 anos já tinha praticado atletismo.

Após tantos anos parada comecei por caminhar 15m, depois 30m e mais tarde intercalar a caminhada com a corrida.

Um dia inscrevi-me numa prova de 10 km em Argoncilhe, foi um horror pois o percurso tinha  5 km a subir e 5 a descer. A partir daí não mais parei.

Prefere estrada ou montanha? Porquê?

Prefiro a montanha pois para além do contacto com a natureza os desafios são maiores.

Qual a prova que mais prazer lhe deu concluir e porquê?

Foram duas, a minha primeira Maratona no Porto e a mítica Ultra Trail Serra da Freita.

Cada vez há mais mulheres a correr. Porquê?

Felizmente cada vez somos mais, na minha opinião deve-se ao facto de existir um grande apelo á prática de desporto para melhorar a saúde e bem-estar físico. Para além disso as mulheres puseram os preconceitos de lado e vêm para a rua praticar exercício que antes limitavam ao ginásio.

Qual a razão principal para haver ainda menos mulheres do que homens a correr em Portugal, ao contrário de outros países onde há mais mulheres corredoras do que homens?

Tem a ver com a herança cultural, ainda há poucos anos atrás existia a ideia de que as mulheres deviam ficar em casa a cuidar do lar e dos filhos.

Gosta de desafios, qual é o teu próximo?

Não sei viver sem desafios, os meus próximos projetos foram traçados ontem (dia 21) a curto prazo é participar no Trail Amigos da Montanha na distância de 60km e para o ano tentar uma prova de 100 km.

Qual a sua prova de sonho?

A minha prova de sonho é os 101 km de Ronda. Há 3 anos atrás, quando a minha maior distancia em competição era a meia maratona , decorria a prova em Ronda onde estavam alguns amigos a participar e eu esperava ansiosamente por notícias , então virei-me para o meu marido e disse-lhe daqui a 3 anos eu vou estar lá, claro que ele chamou-me doida.

Não realizei o sonho dentro do tempo estabelecido mas um dia estarei lá.

Espero continuar a “Correr por Prazer” durante longos anos , aproveito para  agradecer ao meu marido pelo companheirismo e força, aos meus companheiros de treino que sempre me apoiam e a todos os meus amigos que fiz nestes anos de corridas que ficam tão felizes como eu quando  termino  uma prova.

Ultra Trail Medieval 2019

13 Comentários

  1. Luis Sousa Pires 24 de Maio de 2012 10:08

    Obrigado Flor, pela simpatia e alegria que nos transmites a todos nós, corredores de pelotão. Com essa vontade e determinação, não tenho qualquer dúvida que os 101 km de Ronda estão para breve. Um beijinho!

  2. Paulo Rodrigues 24 de Maio de 2012 13:58

    O que posso dizer da Flor???
    Primeiro, é uma grande maluca!!! É uma amiga!!! É uma grande mulher!!! É minha colega de treino e de clube!!! É uma pessoa fantástica,merece tudo de bom!!! Atenção, quando está mal-disposta…ninguém a atura!!!
    Agora falo directamente para ti! É um prazer para mim fazer parte do teu grupo de amigos e sabes que podes contar comigo em tudo o que precisares!!! Fica aqui uma promessa, quando decidires ir aos 101Kms de Ronda, conta com a minha companhia!
    Um grande beijo e obrigado por tudo!
    Deste teu amigo;
    Paulo Rodrigues

  3. Lucídio Dias 24 de Maio de 2012 14:26

    Parabéns Flor Madureira pelos feitos desportivos. Mas não há, segundo dizem, e VªSª confirma-o, como a montanha para satisfação total, mas neste particular, basta o nome da Atleta “FLOR” para o seu chamamento á montanha.
    Um beijinho

    L Dias

  4. Mário Miranda 24 de Maio de 2012 15:30

    mulher de raça, coração de leão, candura de flor. Recordo sempre que cheguei a comparar as minhas inferioridadades às suas capacidades – hoje sinto vergonha disso e orgulho de ser seu amigo.

  5. Rui Pinho 25 de Maio de 2012 0:00

    Uma grande Senhora e uma grande atleta. Tem um coração do tamanho do mundo e um sorriso que cativa.
    Mais um excelente exemplo para todos nós.

  6. António Augusto Silva 27 de Maio de 2012 13:01

    Parabéns! É de pessoas assim, e de clubes como os “Leões do Veneza” que correm por prazer, que se faz o genuíno atletismo amador. Força para os 100 km.

  7. José António 27 de Maio de 2012 14:43

    Um beijo e parabéns Flor pela atitude e caracter que colocas tanto nos treinos como nas provas. Palavras para quê é uma Senhora.

  8. Meixedo 28 de Maio de 2012 11:47

    Laique.

  9. Luís Firmino Santos 8 de Março de 2014 21:19

    A Flor tem uma determinação, digne de registo, é sem dúvida uma referência para os corredores, homens e mulheres. O incentivo e insistência para me estrear no Trail, partiu dela e, ainda bem que o fez! É uma “Leoa” amiga, tem sido um prazer treinar com ela. Beijos LFS

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.