Correr no Verão…o que comer antes?

Autor: Filipa Vicente  /   Maio 15, 2011  /   Publicado em Alimentação  /   Sem Comentários

correr_no_veraoO calor veio para ficar e com isso podemos ser obrigados a mudar os horários de corrida. Se durante o tempo frio, aproveitar a hora de almoço pode ser uma boa opção, no tempo quente é a hora de pico do calor pelo que não é de todo aconselhável.  O mais provável é termos de correr bem cedo pela fresquinha ou junto da hora do jantar, estes horários trazem-nos naturalmente uma questão: o comer antes de sair para correr?

Correr cedo pela fresquinha é delicioso, ver o nascer do sol, a cidade a acordar, desfrutar de uma paz e tranquilidade inigualável antes de começar a confusão e enfrentar o dia cheio de vitalidade e boa disposição. O problema que se levanta é simples, para tomar um pequeno-almoço completo antes de sair para correr deveria levantar-se pelo menos 1 hora antes de sair para correr o que o obriga a tirar horas de sono, uma opção nem sempre muito agradável. Nesse sentido, a ideia é fazer apenas um reforço pré-treino facilmente digerido e que dê alguma energia para não sairmos em completo jejum, uma vez de volta a casa tome um pequeno-almoço retemperador.

Sugestão Correr por Prazer: uma banana média e 6 a 12 amêndoas

Reforço possível: 4 a 5 colheres de sopa de flocos de aveia cozidos com 1 colher de sopa de passas.

Explicação:

A banana é uma fonte por excelência de hidratos de carbono, poderíamos mesmo chamar-lhe a fruta do corredor. Garante-lhe uma fonte sustentada e prolongada de energia. As amêndoas são ricas em magnésio e são uma boa fonte de gordura saudável, um reforço energético e um estabilizador dos níveis de açúcar no sangue.

Se digere bem a comida e vai para um treino mais longo, ou é mais pesado, pode reforçar com flocos de aveia cozidos para melhorar a digestibilidade e passas.

Caso goste e tenha por hábito beber, termine com uma chávena de café (sem açúcar).

Quando as horas de sono já são poucas e custa roubar minutos à cama, ou simplesmente o seu rendimento de manhã é quase nulo porque precisa de comer tranquilamente e sair para o trabalho, a opção que resta é treinar quando sai do trabalho. No entanto, se tiver o típico emprego das 9 às 18h, o mais provável é que chegar e não chegar a casa, preparar o jantar (ou ajudar), etc. só tem tempo para si depois do jantar. Não há crise, poderá não conseguir correr num parque mas as ruas da cidade podem ser um local de treino seguro e iluminado. Além de esta mais fresquinho…

Sugestão correr por prazer: batata-doce cozida ou assada com peixe branco ou carnes brancas.

Explicação:

A batata-doce tem uma digestão ainda mais facilitada do que a massa cozida, e um IG muito semelhante apesar do seu sabor doce. Por outro lado, não deve negligenciar a proteína para prevenir a perda de massa muscular, o seu órgão de movimento. As carnes brancas, mas especialmente peixe como a pescada, maruca, dourada, têm uma digestibilidade acrescida, sobretudo pelo teor de gordura reduzido em relação à carne vermelha.

Quando regressar da corrida, aposte numa fonte proteica como leite magro ou iogurte e uma banana a que pode juntar algumas colheres de cereais para repor as reservas de glicogénio num batido nutritivo. Não deixe também de ponderar a utilização de um suplemento proteico para o pós-treino, sobretudo se tiver como objectivo emagrecer.

Azores Triangle Adventure 2018

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.