Meia da Póvoa Cego do Maio – PIRATA… MAS SENSATA

Autor: Vitor Dias  /   Fevereiro 15, 2011  /   Publicado em Notícias  /   12 Comentários

Meia da Póvoa Cego do Maio - PIRATA... MAS SENSATAJá é oficial o que se temia. A Meia maratona da Póvoa de Varzim, denominada Cego do Maio, foi cancelada.

Muito se tem falado e sugerido sobre o cancelamento daquela que seria a 21ª edição desta popular e acarinhada Meia Maratona, cancelada pela razão que actualmente tenta ser a resposta a tudo: a maldita crise.

Não haverá prova oficial, mas se houver uma não oficial?

Apoiados pelas ideias de muitos, alguns sugeriram a comparência em peso de todos os amigos desta Meia Maratona, no dia 6 de março, no local de partida, para uma “Meia Pirata”, em jeito de treino, sem prémios nem classificações.

De entre os sítios onde se procurou informação e onde se comentou e sugeriu, os espaços do Vitor Dias – CORRER POR PRAZER, do Fernando Andrade – CIDADÃO DE CORRIDA e do Carlos Castro – CRÓNICAS DAS CORRIDAS, foram – entre outros – dos mais utilizados, pelo que os seus autores se sentiram na obrigação de fazer algo.

Todos sabemos que uma prova necessita de uma organização que leve a cabo uma série de procedimentos de carácter obrigatório, que garanta a segurança e todo o apoio aos atletas.

Assim, em função das inúmeras sugestões deixadas pelos nossos leitores, foi efectuado um contacto com a Junta de Freguesia da Póvoa de Varzim, no sentido de alertar para a possibilidade de haver um grande ajuntamento de pessoas no dia previsto para a realização da prova – 06/03/2011, às 10h00, com todos os riscos que tal situação acarretaria, nomeadamente ao nível da própria segurança.

Foi por nós sugerido que a Junta tomasse providências, nomeadamente solicitando uma “legalização” deste treino conjunto, colocando policiamento e uma ambulância ao dispor dos atletas.

Demonstrando receptividade, a Junta de Freguesia informou-nos que iria reunir e estudar a questão, contudo, cabe-nos alertar (e não mais do que isso):

– Apesar de estarmos perante uma ideia brilhante, que seria um protesto inédito face a decisões políticas que não servem o desporto que todos amamos, um grande aglomerado de pessoas correndo pelas ruas da cidade em grupo compacto (incluindo um troço de uma via rápida), sem controlo do trânsito, pode tornar-se perigoso e merecedor de intervenção das autoridades;

– A fazer-se, tratar-se-á de um treino em que cada um é responsável pela sua segurança e a organização não é de ninguém em particular, mas espontânea;

– Cada um terá que ter a consciência de que estará a correr na via pública, onde o trânsito não foi cortado, por isso deverá ocupar apenas os passeios ou bermas e ter em atenção que os restantes utentes são cidadãos com os mesmos direitos;

– Os sites em questão não são organizadores nem mentores da iniciativa, servindo apenas de veículo da informação e da opinião dos seus leitores.

Contudo, caso a Junta de Freguesia contactada avance com uma resposta favorável em relação à nossa sugestão, teremos todo o prazer de servir de mediadores “dessa boa nova”, tentando proporcionar uma bela manhã a todos quantos queiram correr a primeira “Meia Pirata” do norte (porque no sul já se fazem a um bom ritmo).

Meia Maratona “PIRATA” Cego do Maio

Póvoa de Varzim, 06 de março de 2011, 10h00

Ultra Sanabria

12 Comentários

  1. Meixedo 15 de Fevereiro de 2011 16:03

    Foi na do Cego do Maio que me estreei nas Meias (para ser mais exacto: que me estreei em provas de atletismo amador), em Outubro de 2000.
    As memórias desse dia dariam uma bela crónica.
    Dia 6 lá estarei.

  2. José António Freitas 15 de Fevereiro de 2011 19:01

    Já me estava preparando para a MM “Cego do Maio”. Porém e lamentavelmente, o Atletismo ainda não é credor do respeito que deveria merecer e o mínimo pretexto é aproveitado para anular uma prova com grande tradição. Foi pena. Mas o Atletismo continua bem vivo; às vezes, parece, não muito bem visto. Nem o ser barato e contribuir para a saúde das populações “toca” os nossos responsáveis. Os move a um pouco de sacrifício. Esse é para nós quando superamos e transformamos a dor física e psicológica em prazer nos treinos e nas provas (que não são anuladas…). Dia 6 de Março de 2011 não estarei na Póvoa de Varzim. Pugnemos para que no próximo ano a tradição seja reposta.

  3. Rui 15 de Fevereiro de 2011 19:30

    Mas que bela iniciativa de protesto!
    Eu sou um dos muitos indignados com este cancelamento.
    Fico peplexo quando verifico que, no meio de tantos gastos supérfulos, se usa o pretexto da crise para cancelar uma prova anual com dezenas de anos de tradição.
    Eu que sou leigo nestas coisas pergunto: sendo as meias quase exclusivamente organizadas por privados, darão as mesmas prejuízo???
    Garanto-vos que o desporto da moda por cá – BTT – não terá uma única prova cancelada.
    O atletismo parece que passou a parente pobre e nem um evento anual merece.
    Gostava que muitos se associassem a esta saudável forma de protesto.
    Querem tirar-nos tudo, mas não podemos permitir que nos tirem o prazer de correr.
    EU VOU LÁ ESTAR!

  4. José Xavier 16 de Fevereiro de 2011 9:05

    Meus caros amigos;

    Deixem-me cá “meter a minha colher”, e apoiar esta iniciativa. Infelizmente estou bem longe e não poderia dar o meu apoio presencial.

    Esta pseudo-crise é argumento fácil, para que deixem de apoiar iniciativas deste carácter desportivo. É uma burrice que as empresas, argumentem que não podem apoiar, pois poderiam tirar melhor proveito em incentivar as pessoas a participar e darem alento às pessoas para praticar desporto.
    Infelizmente, vêm-se empresas a apoiar o mundo do futebol, com milhões, que vão para o bolso de meia dúzia deles, e não dão um tostão, para a fomentação e prática de outros desportos populares.

    Na Holanda, onde eu vivo, as empresas são elas que estimulam os seus funcionários a participarem nas milhares de provas de atletismo, com os BusinessRuns. São as empresas que financiam desde a participação na prova até às próprias organizações das provas. Por um lado tem um atrativo fiscal, por outro lado, o facto dos trabalhadores poderem fazer desporto, estão menos doentes, menos estressados, e sentem-se melhor para o trabalho e têm uma boa relação empregador/empregado.
    Isto são outras mentalidades, e outras políticas desportivas.

    Parabéns pela iniciativa.
    José Xavier
    http://josexavier1.blogspot.com

  5. Miguel Paiva 16 de Fevereiro de 2011 15:20

    Eu Vou!

  6. Mark Macedo 16 de Fevereiro de 2011 17:02

    É com profunda tristeza que se recebe esta notícia no mundo do atletismo. Já em Matosinhos aconteceu o mesmo com a Meia Maratona.

  7. Teresa Rocha 20 de Fevereiro de 2011 20:38

    Boa Noite sou teresa atleta do VSC de Guimaraes foi com tristeza que soube que esta prova a qual tenho um carinho especial tenha sido cancelado por motivosi… austeridade financeira. Enfim mais uma vez o atletismo e o desporto ficam como desculpa.. Penso que a ideia lançada e bastante boa e devemos reunir sim o maior numaro de atletas e fazer ver que mereçiamos esta prova!!!!!
    No entanto deixo aqui uma msg de sensibilidade vi a reprotagem da actual situação da albertina dias uma atleta que nos diz muito e para muitos(as) é um exemplo para todos. Sugeria que tb neste concivio amizade uma acto de solidariedade para a nossa atleta
    aguardo uma resposta

  8. Paulo Rodrigues 24 de Fevereiro de 2011 14:19

    Se não houver lesões,eu estarei lá!!!
    Concordo que se deveria enviar um convite á Albertina Dias e mostrar-lhe a nossa solidariedade!
    Abraço
    Paulo Rodrigues

  9. Francisco Cunha (nat) 24 de Fevereiro de 2011 23:47

    Vou com todo o prazer!

    Vai ser a melhor meia (pirata) de sempre…

  10. Filipe Rocha 27 de Fevereiro de 2011 16:58

    Lá estarei! 🙂

  11. Rui 2 de Março de 2011 12:26

    Ainda não há novidades?
    A Junta não respondeu?
    Aonde é a concentração? No local de partida habitual (em frente à discoteca Budha)?
    Obrigado!

  12. Alberto Barbosa 5 de Março de 2011 16:03

    Podiam-me informar o local onde se vai dar o ajuntamento?

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.