Meia da Póvoa Cego do Maio – PIRATA… MAS SENSATA

Autor: Vitor Dias  /   Fevereiro 15, 2011  /   Publicado em Notícias
Tags: cego do maio, meia maratona, póvoa
Tempo de Leitura: 3 minutos

Meia da Póvoa Cego do Maio - PIRATA... MAS SENSATAJá é oficial o que se temia. A Meia maratona da Póvoa de Varzim, denominada Cego do Maio, foi cancelada.

Muito se tem falado e sugerido sobre o cancelamento daquela que seria a 21ª edição desta popular e acarinhada Meia Maratona, cancelada pela razão que actualmente tenta ser a resposta a tudo: a maldita crise.

Não haverá prova oficial, mas se houver uma não oficial?

Apoiados pelas ideias de muitos, alguns sugeriram a comparência em peso de todos os amigos desta Meia Maratona, no dia 6 de março, no local de partida, para uma “Meia Pirata”, em jeito de treino, sem prémios nem classificações.

De entre os sítios onde se procurou informação e onde se comentou e sugeriu, os espaços do Vitor Dias – CORRER POR PRAZER, do Fernando Andrade – CIDADÃO DE CORRIDA e do Carlos Castro – CRÓNICAS DAS CORRIDAS, foram – entre outros – dos mais utilizados, pelo que os seus autores se sentiram na obrigação de fazer algo.

Todos sabemos que uma prova necessita de uma organização que leve a cabo uma série de procedimentos de carácter obrigatório, que garanta a segurança e todo o apoio aos atletas.

Assim, em função das inúmeras sugestões deixadas pelos nossos leitores, foi efectuado um contacto com a Junta de Freguesia da Póvoa de Varzim, no sentido de alertar para a possibilidade de haver um grande ajuntamento de pessoas no dia previsto para a realização da prova – 06/03/2011, às 10h00, com todos os riscos que tal situação acarretaria, nomeadamente ao nível da própria segurança.

Foi por nós sugerido que a Junta tomasse providências, nomeadamente solicitando uma “legalização” deste treino conjunto, colocando policiamento e uma ambulância ao dispor dos atletas.

Leia também ...  I Meia Maratona de Coimbra

Demonstrando receptividade, a Junta de Freguesia informou-nos que iria reunir e estudar a questão, contudo, cabe-nos alertar (e não mais do que isso):

– Apesar de estarmos perante uma ideia brilhante, que seria um protesto inédito face a decisões políticas que não servem o desporto que todos amamos, um grande aglomerado de pessoas correndo pelas ruas da cidade em grupo compacto (incluindo um troço de uma via rápida), sem controlo do trânsito, pode tornar-se perigoso e merecedor de intervenção das autoridades;

– A fazer-se, tratar-se-á de um treino em que cada um é responsável pela sua segurança e a organização não é de ninguém em particular, mas espontânea;

– Cada um terá que ter a consciência de que estará a correr na via pública, onde o trânsito não foi cortado, por isso deverá ocupar apenas os passeios ou bermas e ter em atenção que os restantes utentes são cidadãos com os mesmos direitos;

– Os sites em questão não são organizadores nem mentores da iniciativa, servindo apenas de veículo da informação e da opinião dos seus leitores.

Contudo, caso a Junta de Freguesia contactada avance com uma resposta favorável em relação à nossa sugestão, teremos todo o prazer de servir de mediadores “dessa boa nova”, tentando proporcionar uma bela manhã a todos quantos queiram correr a primeira “Meia Pirata” do norte (porque no sul já se fazem a um bom ritmo).

Meia Maratona “PIRATA” Cego do Maio

Póvoa de Varzim, 06 de março de 2011, 10h00

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Milaneza

12 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *