Suplementos alimentares para corredores: L-Carnitina

Autor: Filipa Vicente  /   Dezembro 01, 2010  /   Publicado em Alimentação
Tags: emagrecer, perder peso, suplementos alimentares
Tempo de Leitura: 2 minutos

Se o corpo humano utilizasse preferencialmente a gordura como fonte de energia, a obesidade seria extinta e a energia para correr longas distâncias seria quase inesgotável. A carnitina é um dos suplementos mais utilizados para queimar gordura e melhorar a condição cardiovascular, descubra agora porquê e o que pode fazer na corrida.

 A L-carnitina deriva do aminoácido lisina, e é uma proteína indispensável na função de uma enzima presente na membrana das fábricas celulares de energia – as mitocôndrias. A carnitina acil-transferase é a enzima que transporta os ácidos gordos, unidades funcionais da gordura, para dentro do seu meio envolvente para que possam ser oxidados e produzam energia. A oxidação da gordura é mais rentável do que a dos hidratos de carbono e gordura na medida em que fornece 9cal/g ao contrário das 4cal/g fornecidas pelos últimos.

Dada esta vantagem, as principais vantagens apontadas na utilização da l-carnitina como suplemento alimentar incidem:

  • Na perda de gordura, ajudando no emagrecimento pelo aumento da utilização dos ácidos gordos como fonte de energia e consequentemente maior queima de gordura corporal;
  • Na performance aeróbia ou condição cardiovascular na medida em que é um combustível que permite uma fonte de energia duradoura e sustentável.

No entanto, a suplementação com l-carnitina parece também ter outros benefícios particularmente interessantes na corrida de fundo, nomeadamente:

  • Efeito antioxidante, protegendo o organismo contra o stress oxidativo, o que é importante na medida em que a oxidação da gordura produz mais radicais livres de oxigénio (1);
  • Poupa o glicogénio muscular, dada a maior utilização dos depósitos de gordura corporal como fonte de energia;
  • Promove o aumento da massa magra e previne o catabolismo muscular, com mais energia disponível o corpo não terá necessidade de queimar músculo como fonte adicional de glucose para esforços de longa duração e, cria-se o ambiente óptimo à recuperação muscular;
  • Ossos mais fortes devido ao efeito da L-Carnitina na prevenção da perda de massa óssea (2).
Leia também ...  Porque é tão difícil emagrecer?

A dosagem e a toma recomendada

Existem suplementos de L-Carnitina e Acetil-L-Carnitina, este último complexo tem uma melhor biodisponibilidade pelo que normalmente requer uma dosagem inferior.

  • Os melhores resultados até hoje foram conseguidos com a toma de 2g de L-Carnitina por dia, preferencialmente 30-60 minutos antes do esforço (3). Prefira suplementos na forma líquida (xarope ou ampola) devido à melhor absorção.
  • Para o Acetil-L-Carnitina, recomendam-se 500 a 1000mg. A suplementação com esta fórmula parece trazer vantagens significativas na prevenção de doenças neurodegenerativas (4).

Uma última palavra

Num plano de emagrecimento, a carnitina não dispensa com um plano de alimentação e actividade física regular.

Bibliografia de relevo

(1)    Life Sciences 78:803-811

(2)    Phytomedicine 15: 595-601

(3)   Eur J Appl Physiol 95:431-5

(4)    Neuroscience 161: 501–514

Sobre Filipa Vicente

Nutricionista (CP1369N) e Professora universitária (IUEM). Escreve para o Correr Por Prazer desde a sua criação em 2008. É essencialmente uma facilitadora de escolhas na busca da melhor versão de nós mesmos. Site oficial: www.filipavicente.net
Vila do Conde Outlet Fashion

4 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *