Um enfarte do miocárdio atirou-o para as maratonas

Autor: Vitor Dias  /   Outubro 21, 2010  /   Publicado em Lesões e Doenças, Vivências  /   33 Comentários

Um enfarte do miocárdio atirou-o para as maratonasNão são os feitos do “Gebrselassie’s” dos “Tergat’s” ou de mais uns quantos campeões ou campeãs que nos motivam a correr. Embora gostemos de os ver a correr e de continuar a ficar impressionados com as suas prestações, são os verdadeiros atletas de pelotão que nos motivam e fazem os mais sedentários pensarem o quanto estão a perder em não praticarem exercício físico. Depois da recente história que aqui publicamos acerca do feito realizado por Miguel Marujo, apresentamos hoje mais um testemunho de um verdadeiro campeão que é a demonstração de que não é tarde para começar a correr e que mais vale começar antes que seja tarde.

Como tanta gente, Rui Fernandes fumava e tinha a tensão arterial alta. Em 2007, sem que nada o fizesse prever e sem qualquer “aviso prévio” teve um enfarte agudo do miocárdio. Após o devido acompanhamento e sem que tenha ficado com sequelas, começou a caminhar, a correr e em pouco tempo foi apanhado pelo bichinho das corridas, ao ponto de já ter terminado 16 meias maratonas e 3 maratonas (Porto e Madrid), estando neste momento a preparar-se para correr a maratona da invicta pela terceira vez.

Eis o que nos diz o Rui numa conversa informal mas que espelha muito bem a alegria com que corre e o alerta que faz a todos os que deixam a prática do exercício físico para segundo plano.

Correr Por Prazer – Não é perigoso correr depois da doença que tiveste?

Rui Fernandes – Não, desde e quando saiba controlar o meu esforço.

Correr Por Prazer – O que dizem os médicos do facto de correres distâncias tão longas? Eles conhecem alguém que o faça ou terás sido o primeiro?

Rui Fernandes – Os médicos dizem que quando correr, se me sentir cansado, abrande ou pare. No historial do meu médico existe apenas um individuo que teve êxito como eu depois de ter tido um enfarte. Eu sou o segundo caso, na lista de doentes dele. A maior parte de doentes limita-se ao mínimo dos mínimos, medicamentos e caminhadas só quando está bom tempo.

Correr Por Prazer – Os teus familiares e amigos não acham estranho e talvez  uma “maluqueira” correr tanto? O que lhes dizes?

Rui Fernandes – Sim é verdade, eles acham que estou a ficar maluco, mas tenho orgulho em dizer que quando tenho uma corrida, lá estão eles a dar-me todo o apoio.

Correr Por Prazer – O que tens a dizer a quem não pratica exercício físico?

Rui Fernandes – Estão a perder anos de vida.

Correr Por Prazer – Perante a doença que tiveste, tens que ter algum cuidado especial no que diz respeito a treinos ou alimentação?

Rui Fernandes – A minha alimentação é extremamente saudável, acompanhada de 5 comprimidos diários, que não me posso livrar deles; em relação aos treinos, tento controlar o meu esforço.

Correr Por Prazer – És vigiado frequentemente?

Rui Fernandes – Sim, duas vezes por ano.

Correr Por Prazer – Qual a prova que mais gozo te deu?

Rui Fernandes – A minha primeira maratona do Porto em 2008, 1 ano e 8 meses após o enfarte. Lembro-me de ir acompanhado de dois amigos que me incentivaram muito, Luis e Filipe; demorei 4 horas e 31 minutos, FOI FANTÁSTICO.

Correr Por Prazer – Algum dia pensaste ser possível fazeres a vida que fazes hoje?

Rui Fernandes – Nunca na vida. Correr para mim é como ter um bónus extra no meu dia-a-dia, para poder continuar a ter qualidade de vida. Depois de tudo isto, só tenho que agradecer a chance que Deus me deu para saborear o que a vida tem para me oferecer. Agradeço-te a ti Vitor pela oportunidade que me deste de através de mim poder incentivar pessoas à pratica da corrida, à equipa da Porto Runners que são fantásticos nos programas semanais de treinos, aos meus amigos Pedro Monteiro, Luis Machado, Filipe Montenegro, Manuel Sá, que estão sempre em sintonia comigo para treinos e provas. E um bem haja para todos aqueles que pensam que nunca é tarde para…Correr!

Ultra Sanabria

33 Comentários

  1. Andry 21 de Outubro de 2010 8:20

    Que orgulho Rui, muito bem.. Vou começar a correr todos os dias 😀
    Um beijinho da tua prima preferida.

  2. Lucília 21 de Outubro de 2010 12:00

    Parabéns!!
    és o nosso herói.
    Bjinhos
    Cila

  3. Carmen Baeta 21 de Outubro de 2010 12:09

    Felicitaciones por la constancia y las ganas de seguir adelante con perseverancia y muchas ganas de vivir,un ejemplo a seguir…mi cariño para todos

  4. Alberto Mendonça 21 de Outubro de 2010 12:13

    Parabéns, mais um óptimo artigo!

    Concordo plenamente que são casos como estes que tens divulgado que nos motivam cada vez mais a nos mantermos em actividade.

  5. Dulce Araujo 21 de Outubro de 2010 12:14

    LO lei y me encanto, no sabia lo que le habia pasado, ya veo que los dos tenemos cosas en comun solo que yo me fui por la bicicleta y la montaña Besos y saludos al chiquillo

  6. Miguel Marujo 21 de Outubro de 2010 12:19

    Parabéns caro Rui,pela sua enorme força de vontade.
    Eu a par de si também sei o que é lutar contra as adversidades que a vida nos coloca na frente.
    Espero um dia poder acompanhá-lo numa maratona.
    E esta é mais uma prova que o caminho se faz caminhando……..
    Um grande abraço.

  7. Gina M Vilão 21 de Outubro de 2010 12:48

    Um grande “bem haja”, e que continues a teres essa força de vontade.Bjs.

  8. Vasco Batista 21 de Outubro de 2010 14:42

    Parabéns amigo Rui,
    Mais um exemplo de coragem e determinação.
    Foi um prazer já ter partilhado contigo uns “km’s” de alcatrão…
    Muita força 1 Abraço

  9. Filipe Montenegro 21 de Outubro de 2010 16:57

    Grande reportagem Lourinho da Papelaria!

    És um exemplo para muitas pessoas, principalmente para o teu adversário mais directo, que quando faz frio, chuva, ou calor, prefere ficar no sofá a assistir a novelas brasileiras…

  10. Joaquim Nogueira 21 de Outubro de 2010 17:26

    Parabéns Rui

    Espero felicitar-te em breve no Parque da Cidade ou em qualquer prova da Invicta. Ao ler a tua história, lembrei-me da do Miguel Marujo, e é caso para dizer que ambas merecem destaque de telejornal. Bem hajas Vitor.

    Continuem com toda a determinação.

  11. Manuel De Oliveira 21 de Outubro de 2010 18:29

    Querido Amigo

    Saludos desde Atlanta Georgia USA.

    (CIUDAD SEDE DE LAS OLIMPIADAS EN UN PAR DE VECES) ,

    Me alegra saber de ti y de tu nuevo exito esta vez en el mundo deportivo te felicito, , me alegra que estes en forma y que algo malo haya cambiado tu vida para bien, eres un buen ejemplo para todos, Dios te bendiga …pa…lante es pa ya.. me gustaria que Mario hiciera lo mismo al menos que dejara el cigarrillo.. bueno te deseo el mas grande de los exitos saludos a todos. buena suerte.. bye

  12. Flor Magalhães 21 de Outubro de 2010 19:30

    Mais uma vez…cá estamos nós, tua familia que sempre te irá apoiar.

    Adorei o artigo e mais uma vez obrigada Vitor por colocar mais uma vivência que possa servir de exemplo a todos aqueles que desejam saborear a vida, fazendo exercicio, e adquirindo bons hábitos.

    Flor Magalhães

  13. Henrique Rodrigues 21 de Outubro de 2010 21:49

    O meu amigo Rui… e com ele fui também à Fátima logo no ano a seguir ao seu enfarte… de bicicleta e chegamos, eu mais cansado do que ele, mas chegamos os dois a pedalar juntos à Rotunda Norte de Fátima…. Um abraço amiguinho…

  14. Fabiola 21 de Outubro de 2010 21:50

    ESEE ES MII PADRIINOO! feeliiiciidaadess que lindoo salistes jeje! un orgullo ver como lograstes superar todos los obstaculos besiitoss! =)

  15. Luis Machado 21 de Outubro de 2010 22:22

    Rui, o merito é todo teu. obrigado por me teres deixado convencer-te a participares em provas. Só não gosto quando ficas á minha frente.
    és um campeão.

  16. ANTONIO FERNANDES 22 de Outubro de 2010 0:30

    Adorei o artigo.RUI es un exemplo de coragen força de vontade a te un dia destes nu alcatrao e bom pra saude i nao so un grande abraço primo Antonio Fernandes

  17. Luis Sousa Pires 22 de Outubro de 2010 12:57

    Grande Rui,

    Excelente este teu relato e como é bom ter a honra e o privilégio de com ele partilhar, “ombro a ombro”.

    És, sem dúvida, um enorme exemplo para todos nós, pela coragem e força de vontade!

  18. Natalia 22 de Outubro de 2010 20:06

    Muchas felicidades yo admiro tu fuerza de voluntad porque no es facil y deceo de corazon que cada dia de tu vida se multiplique en salud y fuerza

  19. Rui Carvalho Colégio 23 de Outubro de 2010 0:26

    O MEU TIO É O MAIOR ! E MAIS NADA !!!!!!!
    é preciso ser muito forte e ter uma força de vontade muito grande para correr o que este Grande Sr corre!

    Um dia vamos nós para a estrada correr , mas eu vou de carro porque nao sei se aguento a sua pedalada !

    Um grande abraço do seu sobrinho !!!!

  20. william 23 de Outubro de 2010 4:07

    felicitaciones mi Rui,sigue corriendo,que vas a llegar pronto,te mando un beso y un abrazo.

  21. antonio bernardo mesquita 23 de Outubro de 2010 15:11

    Muito bem companheiro RUI,como sabes nós já nos conhecemos nos treinos e provas e portanto já sabia desse teu feito mas,quero realçar aqui o teu espirito e força de bontade contra uma qualquer doença.Era bom que toda a gente lesse o teu testemunho, era sinal de uma saúde melhor. Parabens.
    A.Mesquita

  22. Teo Rodriguez 23 de Outubro de 2010 16:22

    Le deseo mucho exito a mi gran amigo Rui que ha tenido la fortaleza y el tezon para llegar a donde esta ahora despues de superar muchas adversidades ya que nos conocemos desde muchos años. Tiene todo mi apoyo incondicinal y me siento orgulloso de ser su amigo. Cuando quieras hacer un IRONMAN 70.3 estoy a tu orden amigo, Suerte y muchas felicidades para ti y tu familia
    Teo

  23. pedro monteiro 23 de Outubro de 2010 21:48

    Rui,
    tu és o verdadeiro exemplo de força, de coragem, de vontade, de querer…
    foi com a corrida que nasceu uma grande amizade e
    ver o que tens conseguido e ter o prazer de te poder ir acompanhando (por enquanto, porque estás cada vez mais rápido)é um previlégio, tanto na corrida da estrada como da vida
    obrigado a ti , à Flor e a toda a tua bonita familia!
    Pedro Monteiro

  24. Nelson Perneta 24 de Outubro de 2010 16:32

    Boa tarde a todos.Estou cada vez,mais convencido com o poder da mente,com a atitude e coragem deste grande atleta.Talvez muitos não resistiriam a este desafio.Rui,continue sempre com o seu poder de fé,ela move realmente montanhas.Joe weider,dizia a 50 anos atrás,numa das suas crónicas,o desporto no futuro vai funcionar,como uma medicina preventiva e curativa.Boa semana

  25. felipe 24 de Outubro de 2010 21:52

    boa tarde!
    Estou começando a levar esse esporte a serio!
    Na realidade eu corro apenas devido concursos publicam mais o bichinho da corrida esta me infectando.
    Entre meus 15 a 18 anos eu corria com meus amigos algo em torno de 2,5KM ate a praia e depois nadávamos ate um banco de área que ficava uns 250 metros da praia!!! éhhh… tempo bom!!!!!
    Não vejo à hora de ter condições para participar de competições e um dia quem sabe participar de um triatlo!! rsrsrsrsrs
    Uma coisa que achei interessante no site é a diversidade cultural do nosso pais de proporções continentais a forma como o pessoal do editorial se expressa com sotaque bem acentuado inclusive na escrita (nesse caso como falamos de escrita seria a ordem das palavras e a utilização dos pronomes de formas que sinceramente não tinha visto ainda)
    espero em breve esta correndo no ritmo do Sr Rui!!!

  26. Rui Fernandes 25 de Outubro de 2010 13:47

    Olá todos,

    Quero agradecer a minha família e amigos, todos estes comentários, neste momento sinto-me sim um “Gebrselassie”, um muito obrigado a todos e um grande abraço…Vítor um muito obrigado muito especial, continua a realizar este teu grande trabalho.

    Ah! Marujo grande és tu. Maratonas juntos sim, ora aqui vai um desafio, “Maratona Paris 2011”.

  27. lourdes 25 de Outubro de 2010 14:54

    mi catire cuanto te extraño!!! de pana es un orgullo para toda la familia ver tu constancia y tu determinacion!! y como dicen por estos lados para adelante todo el tiempo, para atras ni pa coger impulso… besos rui!!

  28. Flor Paula 28 de Outubro de 2010 9:07

    Me siento orgullosa de ser tu amiga, adelante un beso grande

  29. Miguel Paiva 4 de Novembro de 2010 10:18

    Este é mais um exemplo que este blog nos deixa e que tem o condão de transmitir a tanta gente que precisa de esperança que há sempre uma luz ao fundo do túnel. Contudo, há uma coisa que é fundamental que exista sempre: força de vontade e determinação.

    Parabéns!

    abraço
    MPaiva

  30. Joaquim sousa 16 de Novembro de 2010 19:20

    parabens:é com exemplos destes que cada vez temos mais gente na prática de actividade fisica.tudo fasso para divulgar estes artigos pois são a melhor publicidade para incentivar quem não acredita que é possivel.o meu slogan é “nunca é tarde para começar e é sempre cedo para desistir”
    á uns anos atrás um fotojornalista pediu para fotografar esta frase que está estampada nas costas do fato de treino, depois pois a circular na net , fiquei muito contente.

  31. Paulo Lopes 22 de Dezembro de 2010 23:23

    Parabéns Rui, na verdade correr é verdadeiramente apaixonante, já faz 19 anos que corro e foi exactamente para deixar de fumar, em menos de 1 mês deixei o tabaco para me viciar em correr. Só pelo facto de correres já és um vencedor e também um exemplo. Parabéns

  32. Ruben Benitez 21 de Março de 2012 2:30

    Meus parabens amigo Rui, voce é todo um exemplo como atleta e pessoa pelo seu esforco e por essa vontade vencer. Eu sou de Assuncao do Paraguai en em agosto de 2011 tambem sufri um infarto logo apos a maratona de asuncao. Estou medicado, treeinando e conforme aos estudos iria correr a media maratona das cataratas y voce é meu exemplo. Un grande abraco desde Assuncao.

  33. Nuno Torres 25 de Março de 2012 7:21

    excelente artigo, inspirador e motivador
    Vejam estas dicas que podem ajudar:

    http://medicina-tradicional-chinesa.com/2012/03/22/determina-o-teu-ritmo-cardiaco-em-treino/

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.