See You in Boston

Autor: Vitor Dias  /   Junho 15, 2010  /   Publicado em Blogosfera Corredora
Tags: blog, Blogosfera Corredora, pedro ferreira

See You in BostonBoné, t-shirt, i-pod, calções, meias e ténis! Esta passou a ser a minha farda todos os Domingos de manhã! Mais devagar…mas como é que alguém que nunca tinha corrido se tornou um viciado?
Confesso que comecei a correr por amor…ao Benfica! No final da corrida de 2009, o meu tio passou lá por casa ainda com a camisola vestida e, palavra puxa palavra, combinámos que faria em breve a minha prèmiere! Poucas semanas depois…a corrida das Novas Oportunidades, com a companhia do tio Zé Pedro, do Rui e do Miguel. Mesmo só com um treino, feito na véspera, lá consegui chegar ao fim. Foi o início de uma grande paixão, que rapidamente tomou conta do fins-de-semana da família Ferreira.
Como qualquer apaixonado, passei a pensar em correr muitas vezes por dia e, ao procurar saber mais sobre a corrida, dei de caras com alguns blogues que ainda hoje sigo. Rapidamente, pensei em ter um que contasse as emoções de um grupo de aventureiros que se auto-intitulavam atletas.

E foi assim que nasceu o See You in Boston, uma promessa de que um dia iríamos fazer a maratona anual mais antiga do mundo. A ideia inicial era que outros corredores escrevessem, mas rapidamente se desmarcaram, apesar de continuarem a exigir que escreva a “tempo e horas” para não se perder pitada da última corrida. Através do blog, mas essencialmente no meu dia-a-dia, comecei a divulgar a corrida e a atrair muitos amigos para estas andanças (consegui até que o Fernando Costa escrevesse). Se alguns vieram correr pontualmente, outros ficaram fãs, e hoje é comum inscrevermos cerca de 10 atletas com a equipa CUN Boston (a nossa maior participação ocorreu no Camarnal, com 14 atletas). De todos eles, o que me deu mais prazer foi ter incentivado o meu pai, a minha mulher e o meu filho a correr.

O blog passou a alimentar, para além do relato das provas que esteve na sua génese, também alguns episódios mais caricatos que dão cor a esta experiência. Progressivamente, passei a acompanhar umas dezenas de blogues de corrida, e a fazer amizades com os seus autores, cujas desventuras acompanho avidamente. Semanalmente, nas corridas ou através dos blogues, vou sabendo dos seus feitos, e vibro ou sofro com as suas conquistas ou mazelas.

E após 12 meses a correr e a escrever, já defini objectivos para os próximos 12: continuar a correr e… a escrever!

Pedro Ferreira

Endereço do blog: http://cunboston.blogspot.com

Boné, t-shirt, i-pod, calções, meias e ténis! Esta passou a ser a minha farda todos os Domingos de manhã! Mais devagar…mas como é que alguém que nunca tinha corrido se tornou um viciado?
Confesso que comecei a correr por amor…ao Benfica! No final da corrida de 2009, o meu tio passou lá por casa ainda com a camisola vestida e, palavra puxa palavra, combinámos que faria em breve a minha prèmiere! Poucas semanas depois…a corrida das Novas Oportunidades, com a companhia do tio Zé Pedro, do Rui e do Miguel. Mesmo só com um treino, feito na véspera, lá consegui chegar ao fim. Foi o início de uma grande paixão, que rapidamente tomou conta do fins-de-semana da família Ferreira.
Como qualquer apaixonado, passei a pensar em correr muitas vezes por dia e, ao procurar saber mais sobre a corrida, dei de caras com alguns blogues que ainda hoje sigo. Rapidamente, pensei em ter um que contasse as emoções de um grupo de aventureiros que se auto-intitulavam atletas.
E foi assim que nasceu o See You in Boston, uma promessa de que um dia iríamos fazer a maratona anual mais antiga do mundo. A ideia inicial era que outros corredores escrevessem, mas rapidamente se desmarcaram, apesar de continuarem a exigir que escreva a “tempo e horas” para não se perder pitada da última corrida. Através do blog, mas essencialmente no meu dia-a-dia, comecei a divulgar a corrida e a atrair muitos amigos para estas andanças (consegui até que o Fernando Costa escrevesse). Se alguns vieram correr pontualmente, outros ficaram fãs, e hoje é comum inscrevermos cerca de 10 atletas com a equipa CUN Boston (a nossa maior participação ocorreu no Camarnal, com 14 atletas). De todos eles, o que me deu mais prazer foi ter incentivado o meu pai, a minha mulher e o meu filho a correr.
O blog passou a alimentar, para além do relato das provas que esteve na sua génese, também alguns episódios mais caricatos que dão cor a esta experiência. Progressivamente, passei a acompanhar umas dezenas de blogues de corrida, e a fazer amizades com os seus autores, cujas desventuras acompanho avidamente. Semanalmente, nas corridas ou através dos blogues, vou sabendo dos seus feitos, e vibro ou sofro com as suas conquistas ou mazelas.
E após 12 meses a correr e a escrever, já defini objectivos para os próximos 12: continuar a correr e… a escrever!
Leia também ...  Maratonazinha

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Fyke

11 Comentários

    X