Fazer amigos a correr

Autor: Vitor Dias  /   Junho 01, 2010  /   Publicado em Blogosfera Corredora  /   11 Comentários

Fazer amigos a correrPorquê o blog? / Porquê este nome para o blog? / Porquê a corrida?

Passo a responder a estas perguntas, na ordem inversa. Sempre fui uma pessoa que ama o desporto, principalmente como praticante. Prefiro muito mais treinar, do que ficar em casa ou ir a algum lado assistir a uma qualquer competição desportiva.

Quando tinha, cerca de 16/17 anos, fui praticante de atletismo, no F.C.Porto, mas só fazia provas de velocidade pura, mais tarde, devido a uma lesão e a outros problemas que aconteceram, que não vou agora falar neles, deixei o atletismo, mas sempre fui um adepto muito fervoroso e atento da modalidade, em todas as suas vertentes.

Passei, então, pelo futebol, pelo basquetebol, pelo andebol, pelo voleibol (na escola) e ultimamente pelo futsal, cheguei a jogar num clube que militava na 2ªDivisão Nacional. Portanto, tem sido uma vida, em que o desporto e actividade física têm estado sempre presentes. Por volta dos meus 40 anos, porque me saturei do futebol, principalmente, das lesões que me provocava, eram constantes, resolvi abandonar a prática do futebol e dedicar-me a “dar umas corridinhas ao quarteirão”, isto também, para me ajudar a perder um bocado de peso, pesava naquela altura cerca de 75kgs, hoje o meu peso ronda sempre os 64/65kgs. Estávamos em Janeiro/Fevereiro de 2002, quando soube que existia uma prova de 15kms em meados de Junho, a Corrida das Festas da Cidade do Porto, foi aí que impus a mim mesmo que iria treinar, para ver se a conseguiria terminar. Com muito sacrifício, lá a terminei, mas o “bichinho” cá ficou e comecei a treinar mais regularmente.

É aqui, que vou começar a responder á segunda pergunta, “Porquê este nome para o blog?” Os treinos foram deixando de ser “umas voltinhas ao quarteirão” e fui começando a ser habitual frequentador do Parque da Cidade, até que numa das minhas “corridinhas”, um, agora, amigo, ao passar por mim, em grupo, me disse “Força aí chefe, venha daí connosco…”, não me fiz rogado e tentei acompanhá-los, enquanto pude, até que me convidaram a ir aparecendo na entrada Norte do Parque da Cidade, aos domingos de manhã, ás 9,30. Apareci, integrei-me, fui fazendo amigos, entretanto foram aparecendo outros que fui ajudando a integrarem-se e posso dizer, com muito orgulho, que durante estes anos, através da corrida, tenho feito muitos e bons amigos.

Por fim, “Porquê o blog?”, a partir de uma certa altura, resolvi ir escrevendo, no Fórum do site do PortoRunners, o meu diário de treino, isto porque me aconteceram umas complicações na vida e a minha motivação para treinar não era muita, então achei que ao escrever as “maluqueiras” que fazia nos meus treinos, me motivaria e talvez ajudasse outros companheiros a fazerem o mesmo que eu, ao diário de treino, acrescentava sempre umas anedotas, o que servia para relaxar um bocado e revelar uma faceta da minha personalidade que é a boa-disposição, apesar de haver dias bem difíceis, mas que com esta actividade e com boa disposição, cá vou superando. Daí até á criação do Blog, foi um salto, por influência de alguns amigos, lá criei o meu “cantinho blogger” e continuo a revelar os meus treinos, as minhas “maluqueiras”, a contar algumas anedotas, a lançar alguns desafios e,  principalmente, a homenagear os Amigos que a corrida me tem dado prazer de fazer

Um abraço amigo

Paulo Rodrigues

Endereço do Blog: http://fazeramigosacorrer.blogspot.com

24h Portugal 2018

11 Comentários

  1. João Meixedo 1 de Junho de 2010 0:47

    Caro amigo,
    se do teu blog não possa dizer que seja propriamente uma referência incontornável, já de ti, como pessoa e como atleta, a conversa é completamente diferente. Foste o primeiro leão dragão a receber-me e a ajudar-me sem paternalismos nem desprezo. Muito me ensinaste, sem ser com o intuito de brilhares perante o novato nem de me rebaixares à minha insignificância de inexperiente corredor. Ao contrário do que alguns vaticinam, não “dás o estouro”, não te apareceu ainda (nem vai aparecer) “uma lesão lixada”. És duro de roer, mas fácil de aturar.
    Se, em todos as áreas de actividade, e o desporto é dos exemplos mais paradigmáticos, há tipos que nascem para a coisa, também há outros que sem serem especialmente abençoados pelo pai do Jesus (não é o do Benfica, é o outro, o que manda bitaites lá de cima) singram e obtêm sucesso graças a muito esforço e dedicação. Esses, meu amigo, tem ainda mais valor.
    Um grande abraço e que não te falte o Nívea.

  2. Marco Silva 1 de Junho de 2010 22:44

    Paulo, só tenho uma palavra para ti, aliás duas:

    Amigo Companheiro.

    São estas palavras e outras, que logo a seguir ao teu nome, te identificam e são teus apelidos.

    Obrigado por me deixares ser teu amigos e companheiro em muitos treinos e provas.

    Ès um Homem com H grande, amigo com A grande e Companheiro de muitas aventuras.

    Abraços.

  3. Marco Silva 1 de Junho de 2010 22:45

    P.S. – E fod..inho de roer, tambem.

  4. Luis Miranda 2 de Junho de 2010 11:41

    Paulo

    Parabens pela tua atitude,continua sempre assim.

    Também conheci muitas pessoas na corrida,como é o teu caso e não tenhas duvidas fazemos grandes amizades

    Um abraço

    Luis Miranda

    P.S-Como se calhar o nome não te diz nada,sou o padrinho do Ricardo que anda com as tuas filhas na escola do Luis Branco

  5. Nuno Sá Lima 2 de Junho de 2010 13:36

    Grande Paulo.Venho por este meio enviar-te um abraço de parabéns por esta iniciativa, fazendo votos que possamos continuar a correr por muitos e bons anos juntos.

    Saudações desportivas.

    Nuno Sá Lima

  6. Paulo Rodrigues 2 de Junho de 2010 17:04

    Caros amigos
    Em primeiro lugar deixem-me agradecer ao Vitor Dias,por me brindar com “presente”.
    João Meixedo:Foi,é e será sempre um prazer conviver contigo.Ainda tens que me explicar isso da Nívea.
    Marco:Obrigado pelas tuas palavras,tu também te tens revelado um bom amigo e tu sim és fod…inho de roer,mas hei-de chegar lá…ahahah!!
    Luis:Claro que sei quem és,os amigos que tenho feito,como tu,é que são a razão de eu “andar” por aqui!
    Nuno:Um grande abraço para ti também,estou ansioso por te ver numa dessas montanhas por aí….
    Obrigado a todos
    Paulo Rodrigues

  7. Armando 5 de Junho de 2010 0:32

    Paulo,tu mostras a verdadeira raça dos LEÕES,um grupo de amigos que gostam de correr,sem vedetismos nem vaidades onde impera a amizade entre todos sejam do club ou não,como ficou aqui demonstrado nas mensagens que enviaram!
    Abraços!
    LEÕES DO VENEZA!

  8. Paulo Rodrigues 5 de Junho de 2010 17:08

    Caro Armando
    É isso mesmo,se aquilo que nós gostamos é de correr e de fazer amigos,não importa a cor das camisolas…!
    Tu também és um bom amigo!!!!
    Abraço
    Paulo Rodrigues

  9. Nuno Mendonça 7 de Junho de 2010 11:45

    Ola!
    Este artigo é inspirador, parabens, gosto de correr, corro 3 vezes por semana 10 Km, mas não tenho grande orientação, corro em coimbra e não conheço corredores com experiencia para me ajudarem. Conhecem alguem em coimbra que me podesse ajudar? Um abraço

  10. Vitor Dias 7 de Junho de 2010 11:49

    Olá Nuno

    Neste fórum

    http://www.omundodacorrida.com/phpBB2/index.php

    há gente de todo o lado que te poderá ajudar. É bem provável que encontres lá alguém de Coimbra.

    Boa sorte e boas corridas.

  11. Luis Miranda 7 de Junho de 2010 17:16

    Paulo

    Obrigado pelas tuas palavras,Tu és um verdadeiro Campeão,conseguir fazer o que Tu fazes não está ao alcance de qualquer um.

    Conseguiste traçar metas e atingir os objectivos que pretendias,á custa de muita peserverança,espirito de sacrificio…

    És uma grande lição para muitos colegas das
    corridas.

    Que continues sempre assim,por Muitos e Muitos Anos

    Um abraço de Amizade

    Luis Miranda

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.