Fasceíte plantar / Esporão do Calcâneo

Autor: Romeu Araujo  /   Maio 20, 2010  /   Publicado em Lesões e Doenças  /   60 Comentários

As dores nos pés e membros inferiores não devem ser ignoradas nem deve ser algo a que as pessoas se habituem a suportar. Calcanhares dolorosos não devem ser negligenciados e podem ser facilmente tratados com a terapêutica adequada.

O aparecimento de dor no calcanhar/planta do pé tem como causa mais frequente a fasceíte plantar (FP). A fáscia plantar é um ligamento que vai desde o calcanhar até às cabeças metatársicas (estas articulam com os dedos). A fáscia plantar, o “ligamento” que se torna doloroso, é que contribui para a sustentação do arco interno do pé. Cobre os músculos da planta do pé e suporta tensões de (aproximadamente) 2,5 vezes o peso corporal ao caminhar, e 3 a 4 vezes em corrida.

A quantidade de tensão sobre a fáscia plantar pode ser aumentada através de limitações musculares diversas e pelo peso corporal aumentado. Este último factor contribui para o aparecimento da FP, mas não é normalmente a sua principal causa. As pessoas com “calcanhares dolorosos“ limitam frequentemente a distância caminhada, o que contribui para um eventual excesso de peso. Devido à natureza repetitiva do caminhar, a FP é considerada uma lesão por stress e, como qualquer lesão deste tipo, pode responder favoravelmente a um tratamento anti-inflamatório. Contudo, quase sempre regressará a dor enquanto a causa não for tratada.

A inflamação crónica prolongada origina depósitos de cálcio e eventualmente osso na porção da FP que se insere no calcâneo. Quando visível numa imagem radiográfica, a protuberância óssea denomina-se de “esporão do calcâneo”. A origem da sintomatologia dolorosa está na inflamação propriamente dita e não na presença do esporão do calcâneo. Assim sendo, o tratamento de eleição deverá ser não invasivo e deve obrigatoriamente assentar sobre uma análise detalhada que tenha identificado a causa biomecânica/funcional a nível dos membros inferiores.

O Podologista, após um pormenorizado exame clínico, identificará a causa e delineará um plano de tratamento completamente personalizado. O mais comum é o recurso a suportes plantares totalmente personalizados, entre outras medidas terapêuticas.

É importante referir que as causas de uma fasceíte plantar são também frequentemente a razão de outro tipo de patologias dolorosas que podem incluir todo o membro inferior, pelve e coluna vertebral. Também por este motivo de deve evitar que a situação se “arraste” no tempo sem se procurar ajuda especializada.

Por Romeu Araújo – Podologista / Podiatra; Trofa, Porto, Portugal
E-mail: romeuaraujo@podologista.com

Ultra Sanabria

60 Comentários

  1. Lucena Collin Aydos 5 de Outubro de 2014 15:05

    Apareceram dois nódulos no calcanhar direito que causam desconfortou ao caminhar. Tenho dores fortes na perna direita, a qual estou investigando mas ainda não tenho o diagnóstico, por isso me apoio na perna direita para andar. Seria a causa dos nódulos? Que especialista devo consultar? Obrigada.

  2. Síntia 14 de Outubro de 2014 14:38

    Olá, há cerca de 4 meses comecei a fazer caminhadas e alternava com corridas. Comecei a querer correr muito mais do que caminhar. Menos de 1 mês correndo, comecei a sentir dor no calcanhar, dói quando fico muito tempo em pé. E dói também na parte externa (do lado) do calcanhar. Fui ao médico, ele falou que era faiscite, mas não fez nenhum raio-x e p tomar PROFENID. Estou sentindo 50% de melhora, será q já posso voltar a caminhar pelo menos??? tem 2 semanas que não faço nenhum exercicio 🙁

  3. Francisco Citelli 14 de Outubro de 2014 14:54

    Sofri com a fasceite durante 4 meses. O tratamento com anti-inflamatório foi só no começo. Fiz tomografia e raio x para confirmar. O ortopedista me passou alguns tipos de alongamentos diários e imersão na água morna. Estou curado e o que é melhor sem precisar de tomar anti-inflamatório.

  4. Síntia 15 de Outubro de 2014 16:50

    Francisco Citelli, acabei de lê seu post, parabéns pela sua melhora!! Gostaria de saber quanto tempo foi a sua recuperação? Quais são esses exercícios??
    Estou sem plano de saúde, fica muito mais difícil encontrar um ortopedista. Eu até fui a um, mais eu não cheguei a fazer raio-x.
    Estou com muito medo e triste de não pode retornar as minhas atividades físicas.Abs

  5. Francisco Citelli 15 de Outubro de 2014 18:05

    Síntia. Seguem alguns links com dicas de alongamento e tratamento da fasceite plantar. Todos são válidos, inclusive estas foram as indicaçoes médicas,

    http://www.ehow.com.br/alongamentos-fascite-plantar-como_92441/

    https://www.youtube.com/watch?v=rNyqs14jfSU

    Digite no you tube: “tratament para fasceite plantar” ou alongamentos para fasceite plantar.
    Vai achar muita coisa interessante.

  6. sintia 17 de Outubro de 2014 0:10

    Ola!! Estou ha umas 2 semanas sentido dores, um colega aqui mesmo me indicou alguns alongamentos e colocar os pes em um balde com agua quente. Ontem mesmo fiz isso e isso acordei sem dores nenhuma, ate o momento que tive que sair e fui de chinelo, e ai as dores voltaram. Li q devemos evitar sandalias baixas, minha duvida é, pode usar sandalia anabela?? essa melhora q sentir pela manhã é resultado q estou melhorando? Ps: comecei a sentir dores depois de corrida no calçadão! Abs e desde ja obrigada Dr!

  7. Romeu Araújo 17 de Outubro de 2014 1:07

    @Sintia,
    Pelo que vi no Google, a “sandália anabela” tem um tacão alto – nada recomendável. Quando se fala em calçado não raso, é só com uma pequena altura no calcanhar…
    Nem todos os casos são iguais, mas talvez fosse mais indicado tratamento com frio.
    Para ter a certeza do procedimento adequado, deveria consultar alguém para ser avaliada:
    – problema funcional/biomecânico?
    – sapatilha (tenis) adequado?
    – desequilíbrio muscular?
    – será mesmo fasceíte?

    Cumprimentos

  8. Carla 31 de Maio de 2016 20:00

    Olá Francisco citelli vc e do rio de janeiro. Se for pode me indicar seu medico. Pois estou sofrendo com fascite plantar a meses. Já fiz infiltração vários seções de fisioterapia. E não fico curada.

  9. Esmeralada constantino 20 de Setembro de 2017 22:48

    Fiz cirurgia a síndroma de hanglus mas sinto o pé dormente e doi me a planta do pe e quase não sinto os dedos e normal isso o pior é que trabalho 12 horas de pe que posso fazer pra melhorar

  10. Romeu Araújo 21 de Setembro de 2017 0:08

    @Esmeralda Constantino,

    Aconselho-a a consultar primeiro quem fez a cirurgia ao síndrome de Haglund e, então, caso deseje poderá consultar um outro especialista. Terá mesmo de ser avaliada para então se tratar o problema.

    Cumprimentos

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.