Quinquagenário morre na maratona de Roma

Autor: Vitor Dias  /   Março 21, 2010  /   Publicado em Notícias  /   1 Comentário

Um atleta belga de 55 anos, Tom Van Der Gucht, morreu hoje, domingo, durante a maratona de Roma, devido a um ataque cardíaco, segundo informou a organização.

O participante desfaleceu ao 39.ª quilómetro da corrida e foi imediatamente transportado de ambulância para o hospital “Fatebenefratelli”, onde chegou sem vida.

A organização assegurou que Der Gucht tinha apresentado o certificado médico obrigatório e que já tinha participado noutras maratonas.

Cerca de 50 maratonistas foram assistidos pela equipa médica da maratona romana, cinco dos quais foram mesmo transportados para o hospital, mas tiveram “alta” pouco tempo depois.

A maratona de Roma foi ganha pelo etíope Siraj Gena com o tempo de 2:08.39 horas, ao superar os quenianos Benson Barus e Nixon Machichim, que terminaram com mais 11 e 19 segundos, respetivamente.

Gena cumpriu os últimos 500 metros sem as suas sapatilhas, a fim de homenagear Abebe Bikila, que, há 50 anos, ganhou descalço a maratona dos Jogos Olímpicos de Roma.

Fonte: Jornal de Notícias

Um atleta belga de 55 anos, Tom Van Der Gucht, morreu hoje, domingo, durante a maratona de Roma, devido a um ataque cardíaco, segundo informou a organização.

O participante desfaleceu ao 39.ª quilómetro da corrida e foi imediatamente transportado de ambulância para o hospital “Fatebenefratelli”, onde chegou sem vida.

A organização assegurou que Der Gucht tinha apresentado o certificado médico obrigatório e que já tinha participado noutras maratonas.

Cerca de 50 maratonistas foram assistidos pela equipa médica da maratona romana, cinco dos quais foram mesmo transportados para o hospital, mas tiveram “alta” pouco tempo depois.

A maratona de Roma foi ganha pelo etíope Siraj Gena com o tempo de 2:08.39 horas, ao superar os quenianos Benson Barus e Nixon Machichim, que terminaram com mais 11 e 19 segundos, respetivamente.

Gena cumpriu os últimos 500 metros sem as suas sapatilhas, a fim de homenagear Abebe Bikila, que, há 50 anos, ganhou descalço a maratona dos Jogos Olímpicos de Roma.

Azores Triangle Adventure 2018

One Comment

  1. Nelson Perneta 22 de Março de 2010 20:38

    Viva Vitor.Realmente é uma pena,perder-mos um atleta veterano desta maneira.Acho as vezes um pouco esquesito,mas temos que continuar apesar de haver um pequeno risco.Quanto as “lambretas”Quenianas meu amigo estes senhores vêm da altitude muito importante no desenpenho dos treinos e por serem raça negra será muito difícil bate-los.Costumo fazer uma comparação a um aluno com inteligência a cima do normal.Estes atletas por serem dotados e treinarem duro os resultados aparecem e estão a vista de todos.Cumprimentos

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.