A febre do tartaruga

Autor: Vitor Dias  /   Março 23, 2010  /   Publicado em Blogosfera Corredora  /   8 Comentários

A febre do tartarugaComecei a correr em Setembro de 2003. Rapidamente cheguei às meias maratonas e ao fim de 2 anos e picos estreei-me na maratona, em Dezembro, em Lisboa. Sendo um apaixonado pela net e pelas suas potencialidades, segui desde o início os sites temáticos e os blogues da blogosfera.

Em 2004 o meu Amigo NK inicia o seu caminho no prazer das corridas e como perfeccionista que é, juntou o útil ao agradável e eis um dos mais conhecidos blogues da blogosfera.

Sempre fui um leitor atento e este bom exemplo motivou-me a criar um blogue, por alturas do meu 38º aniversário, em 2007. O nome foi de fácil escolha:

– Sou lento a correr, e sobretudo, gosto de correr devagar, quer nos treinos, quer na maioria das provas.

– Por outro lado admiro as tartarugas, pela sua sabedoria milenar e pela serenidade incrustada nas carapaças.

– Finalmente temos cá em casa uma tartaruga, a Olga, que é um must na família.

Tudo cozinhado, cheguei à “febre do tartaruga”, porque de vez em quando deliro febrilmente e corro com um pouco mais de velocidade.

O blogue tem por objectivo descrever as minhas experiências com a corrida. De qualquer forma e desde o início, que o leque de temas foi alargado … à vida em geral, para além das corridas, pois considero que cada pessoa nunca é apenas a veia de corredor, atleta ou outra qualquer, isoladamente.

Sendo um todo, e gostando de partilhar aspectos da nossa vida, só consigo entender a partilha pelo todo, nunca cingida apenas à vertente atlética.

E mesmo na vertente das corridas, tento explorar algo mais do que o resultado ou as incidências que se cingem ao tempo entre a partida e a chegada. É que uma corrida, é, também, uma aventura que começa muito antes da partida e que se prolonga muito depois da chegada.

Assim se passaram já 3 anos. Graças aos leitores do blogue, aos seus comentários, às palavras de ânimo e simpatia que vão deixando, cá vai o tartaruga galgando quilómetros, mais ou menos febril, sempre como intuito de aprender mais partilhando.

E a experiência tem sido muito rica, pois para além da aprendizagem constante, a blogosfera traz-nos a possibilidade de conhecer pessoalmente gente impecável, que muito nos dá, mesmo que por vezes não o saiba.

A luz que mantém o tartaruga febril está muito lá à frente, a longo, longuíssimo prazo: traduz-se em saúde e bem-estar pela vida fora, gozando e desfrutando do caminho, pois apenas existe um caminho: o de ida. E esse, temos que o saber aproveitar muito bem.

Para concluir um agradecimento especial ao Vítor, ao blogue correr por prazer e à excelente ideia de criar a rubrica “blogosfera corredora”. Estou muito grato!

Endereço do blog: http://afebredotartaruga.blogspot.com/

Provas de Trail

8 Comentários

  1. António 23 de Março de 2010 1:15

    Acompanho “A Febre do Tartaruga” desde o início, cativaram-me desde logo as palavras escritas com a mestria que o António tem para as mesmas.
    Os seus relatos inspiraram-me também a ir eu próprio um pouco mais além e o “sonho” maratona começou também a germinar em mim.
    O António foi a 2ª pessoa da blogosfera que conheci pessoalmente, foi no dia em que ele correu a sua 3ª maratona, dia em que tive também o prazer de conhecer igualmente a sua bonita família, e é sempre um prazer renovado encontrar o António.
    Daqui envio um grande abraço ao António Bento, o “tartaruga” cá por casa e que família do corredor já tem como amigo.
    Que a “blogosfera corredora” continue a contar por muitos e bons anos com um dos melhores espaços da própria blogosfera.
    A admiração do teu amigo corredor.

  2. joaquim adelino 23 de Março de 2010 13:59

    Ao António Bento envio uma saudação especial pelo que tem feito e escrito neste mundo bonito que são as corridas e todas as histórias que ela contêm, conheci pessoalmente o amigo A. Bento à pouco tempo atrás, em Terras de Sicó, ali após a chegada da prova em Condeixa a Nova, chegámos quase a par e quase de imediato ele teve a simpatia de se me dirigir e apresentr-se, tal como prometera alguns dias antes no seu “Febre do Tartaruga”.
    Já acompanhava o seu blogue desde que criei o meu, já lá vai um ano e meio, e tenho sido sempre visita assídua ao seu espaço e a minha curiosidade foi-se acentuando, tal como todos nós usamos um pseudónimo, o António Bento também tem o seu e que utiliza sabiamente guiando-o por caminhos e trilhos, ás vezes difíceis de desbravar, mas com o sentido sempre apurado naquilo que consegue, desinteressadamente, partilhar com todos os amigos e desconhecidos através desta Febre de Tartaruga.
    Um abraço para ele e também para o Vitor Dias.

  3. Luís Mota 23 de Março de 2010 15:43

    Um dos espaços da Blogosfera que visito com regularidade.
    Gosto da forma como o António encara a corrida e delicio-me com as suas aventuras, muitas delas na companhia do amigo NK.
    Foi em plena Maratona Carlos Lopes, quando “tartarugavamos”, que conheci o António Bento. Depois foram várias as provas que nos cruzamos e hoje é um dos Amigos que ganhei neste mundo da corrida.
    Um grande abraço para o António Bento e felicito igualmente o Victor por divulgar o seu espaço.
    Tartarugas amigas,
    Luís mota

  4. Vitor Veloso 23 de Março de 2010 22:49

    Foi nos Trilhos de Almourol que nos cruzamos e finalmente nos conhecemos pessoalmente.
    O febre do tartaruga e um espaço em que eu visito com regularidade para saborear tão boa escrita, os meus parabéns. são três anos de existência e que continue por muitos mais anos.
    Felicito-os a si e ao Vitor Dias pela forma que premeia a blogosfera corredora.
    Grande abraço
    Vitor Veloso

  5. António Bento 24 de Março de 2010 0:58

    Caro Vítor, cara Equipa do Correr por Prazer, Caros Amigos Corredores,
    Agradeço as vossas palavras, o convite do Vítor e foi com um enorme prazer que apresentei a febre deste “espécimen” estranho 🙂
    um forte abraço, até breve e óptimas corridas
    AB – Tartaruga

  6. Fernando Andrade 24 de Março de 2010 22:05

    Tal como o Luis Mota, foi na Maratona Carlos Lopes, na última edição (e, pelos vistos, mesmo última) que conheci o António Bento,se bem que já lhe conhecesse as suas extraordinárias qualidades através do que vinha lendo na Febre do Tartaruga.Como ele diz, trata-se de um espaço que se preocupa com muito mais do que a Corrida e, com a sua agradável escrita e com o seu humor, facilmente nos cativa.Por isso sou um seguidor fiel do Febre.
    Grande abraço e votos de continuação.

    FA

  7. mário lima 25 de Março de 2010 20:05

    Olá

    Como te disse num comentário, não sabia que eras o tartaruga. Ia de vez em quando ler o teu blogue mas não via naquelas fotos o meu companheiro de grande parte dos trilhos de Sicó.

    Sou ainda um novato nestes blogues dedicados à corrida, tenho muitos outros mas dedicados a outros temas. Por isso o meu conhecimento do teu blogue é muito recente, mas sabes uma coisa? Gosto de te ler. Escreves com alma, juntando numa mesma prosa vários aspectos literários, desde o lírico, ao romântico e voas como as asas do vento ao encontro do teu ser para além das estrelas.

    Gostas de correr, talvez como uma tartaruga, mas assim tens tempo de ver aquilo que te apaixona, a natureza.

    Nem sempre o que é mais rápido mais ganha, tu ganhas mais correndo como dizes que corres (exceto quando te dá a febre).

    A gente vai-se vendo por aí num trilho qualquer.

    Abraço e continua com a tua escrita pois ela és tu.

  8. António Bento 27 de Março de 2010 12:29

    olá Fernando, olá Mário
    o meu agradecimento pela particpação de 2 “ilustres” companheiros na partilha da minha breve história.
    um abraço aos 2, votos de muitas e boas e belas corridas.
    AB – Tartaruga

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.