Pára que não pára

Autor: Vitor Dias  /   Fevereiro 02, 2010  /   Publicado em Blogosfera Corredora
Tags: blog, joaquim adelino
Tempo de Leitura: 4 minutos

Pára que não páraO aparecimento do meu blogue foi fruto de uma inocente brincadeira localizada em 18  de Julho de 2008 quando consultava o Blogue da minha filha Susana.

Como o computador era o mesmo e como os conhecimentos eram nulos, cliquei onde não devia (criar um novo blogue) decidi então seguir os passos que me eram apresentados. Como o caminho a seguir tornou-se fácil acabei por concluir o processo.

Mas rapidamente me dei conta do “sarilho” em que me estava a meter, disso dei conta à Susana que logo teve o cuidado de me tranquilizar, mas eu continuei preocupado pois para alimentar um blogue com as características do meu faltava-me tudo, mas tinha a sensação que me iria sair bem, sempre foi assim em tudo o que me tenho metido e não seria o raio do computador que me iria deixar ficar mal.
Como era inevitável após este passo, o meu blogue ibernou e só cerca de 3 meses depois é que começou a dar os primeiros passos, para isso muito contribuiu a Susana que no seu “Espraiar” faz a apresentação do meu blogue, quase me obrigando a andar com ele para a frente.
Foi com a compreensão, paciência e simpatia de tantos amigos que eu tenho conseguido fazer neste blogue que o mesmo se tem tornado um local onde me sinto confortável para escrever e relatar as incidências ligadas ao desporto e à corrida em particular.
Confesso que a criação deste blogue sendo fortuita, cedo me despertou a necessidade de aprofundar os seus efeitos pois na génese da sua criação estão lá outras prioridades que deveriam merecer a minha atenção para além da própria corrida, (infelizmente têm ficado um pouco esquecidas) mas sempre que é oportuno não deixo de o utilizar para poder desabafar sobre coisas a que assistimos e nos roem a consciência e que se prendem com o meio em que estamos inseridos.
O nome do Blogue tem muito a ver com isso, o Pára que não Pára foi de inspiração rápida pois uma das minhas paixões foi o facto de ter sido Paraquedista e militar na mesma especialidade e combatente na guerra de África. Em complemento a esta vertente acrescentei o facto de, apesar de aposentado, parar para mim era carta fora do baralho e para isso só havia um caminho, para a frente e sem parar.

Parece que acertei no nome, é uma mania saudável que me persegue e os “caldinhos” em que me tenho ultimamente metido. Tais como maratonas e mais maratonas só me têm dado razão.
Para chegar aqui passaram 41 anos desde a 1ª corrida, precisamente para entrar para os “Páras” depois foi um interregno de até há 21 anos atrás, desde então nunca mais deixei de correr. O surgimento do Blogue veio permitir também uma forma diferente de encarar a vida devido aos fortes laços de amizade que se criaram com tantos e tantos amigos espalhados pelo País fora e também além fronteiras, para além de ser uma forma eficaz de ocupação dos meus tempos livres, pois a minha condição de aposentado da administração pública permite-me também este privilégio de ter esta ferramenta e estar em contacto permanente com os amigos, actuais e virtuais, dando-me ao mesmo tempo uma grande satisfação poder sentir que no seio dos meus amigos sou aceite com alguma simpatia e gratidão.
Tenho a satisfação da companhia de 3 filhos (um deles é o genro) que me acompanham na maior parte das corridas, mas só a Susana tem também um Blogue e peca por às vezes se esquecer demasiado tempo que ele existe, então deve ter-se “apaixonado” pelo meu onde é visitante assídua. Dos cerca de 20 mil visitantes provavelmente metade tem a sua marca, penso eu. Mas é graças a ela que tenho desenvolvido este meu blogue e tem sido uma fonte muito importante de ensinamentos que me têm permitido chegar à quase independência para alimentar este simples e modesto blogue que me vai permitindo abraçar os meus amigos onde quer que eles se encontrem, no Norte, no Oeste, região Centro e Lisboa, Margem Sul, Madeira, Açores, Holanda, Brasil e tantos outros locais.
Foi graças ao “Pára que não Pára” que tive o grato prazer e estar em Tomar e no Porto nos 1º e 2º Encontros Blogger organizados pelos Blogueiros Mor e queridos amigos Luís Mota, João Meixedo e Miguel Paiva. E é através deste meu Blogue que vou continuar a acompanhar a preparação e realização do III Encontro que se vai realizar dia 16 de Maio na Costa da Caparica.
Os blogues são coisa recente, não é fácil ás pessoas da minha geração (eu nasci na primeira metade do Século passado) assimilarem isto, muitos já não têm paciência nem motivação, eu adquiri a motivação devido à corrida e aos amigos, certamente serei um privilegiado, resta-me a esperança que muitos outros virão por aí, atrás de bons exemplos que felizmente já vamos tendo. O estímulo da rapaziada mais moderna tem sido muito importante para o meu caso e certamente para muitos que fazem o favor de connosco irem convivendo.
Sem este Blogue continuaria a não conhecer o que significa esta máquina infernal que é a NET, continuaria a dar sempre as mesmas voltas ao coreto cá da Aldeia, continuaria a ignorar a existência de verdadeiros amigos que tenho feito ao longo de Portugal inteiro, continuaria afastado daquilo que gosto de fazer correr com liberdade na Natureza e de ter voltado às maratonas.
Enquanto puder cá andarei e este Blogue será sempre a minha companhia, pois muito dele também pertence aos amigos.
Termino este pequeno calvário para quem tiver a pachorra de ler isto com um convite, venham todos à grande festa que vai ser o III Encontro Blogger.

Leia também ...  Maratonista - Uma forma de ser e de estar na vida

Link para o blog: http://joaquimadelino.blogspot.com

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Milaneza

13 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *