Leões de Kantaoui

Autor: Vitor Dias  /   Janeiro 05, 2010  /   Publicado em Blogosfera Corredora
Tags: blog
Tempo de Leitura: 3 minutos

Leões de Kantaoui

O João Paulo Meixedo.

O Paulo Martins.

As suas Corridas.

O humor permanente.

As patuscadas constantes.

Leões de Kantaoui – A corr(m)er é que a malta se entende

Por pura brincadeira, foi como surgiu o meu blog, o qual estabelece logo à entrada que se pretende constituir como um espaço gastronómico-desportivo, sem fundamentalismos dietéticos, seja lá isso o que for.

Sei que gosto de olhar para a vida por um prisma diferente daquele que me é oferecido de bandeja e fazer uma análise crítica das situações, sendo tão fácil apanhar-me zangado e ofendido como agradado e reconhecido. Gosto de emoções e de não as reprimir. Gosto de posts curtos que simultaneamente encerrem neles muita informação mas que deixem espaço à imaginação de quem os lê. Nas palavras de Bruce Chatwin “Nunca gostei de Júlio Verne, por acreditar que o real era sempre mais fantástico que a fantasia“.

Regressando às sapatilhas, ou tènes, para quem more a Sul de Espinho, posso dizer-vos que embora date de 2000 a minha primeira participação numa prova de atletismo – e logo uma meia-maratona, com uma hora cinquenta minutos e algumas lágrimas à mistura – a verdade é que o meu desporto de excelência sempre incluiu uma bola no pé, sendo que o treino de corrida se me apresentava como um, algo fastidioso, complemento à protagonista Bola, atingindo anualmente, no entanto dois momentos altos: a Volta a Paranhos e a S. Silvestre do Porto, nas quais invariavelmente me inscrevia como atleta único do Clube Andamento.

Mas, depois de décadas de distensões e contusões, de entorses graves, banais e outras que tais, de fracturas e algumas rupturas, de ligamentos e de outros tormentos, decidi há dois anos mudar de vida e, dedicar-me apenas à corrida.

Correndo preferencialmente no Parque da Cidade do Porto, rapidamente cheguei à fala com os Leões do Veneza, com os quais passei a treinar, muito aprendendo e estabelecendo alguns fortes laços de amizade. Estávamos em Abril de 2008.
Quando, em Agosto do mesmo ano, debaixo dos tórridos 40º de Port El Kantaoui, mal se arrastando entre o mar e a piscina, o Paulo Martins via aquele doido compatriota que conhecera na praia e com quem fazia dupla na rede de vólei para invariavelmente bater os alemães. Mas, dizíamos nós, quando ele via aquele portuense sair do hotel para fazer um treino de corrida debaixo daquela canícula, nunca se imaginaria ele próprio a começar a correr e muito menos a concluir a sua primeira prova, e logo uma meia-maratona, apenas um mês depois.

Leia também ...  Vitor Coelho Atletismo

Essa meia maratona – a do Porto (não sei se entretanto já se perderam no relato) foi o que despoletou o nome da equipa e posteriormente o blog com o mesmo nome. Quando convenci esse amigo a correr a sua primeira prova, decidimos fazê-lo integrados numa equipa e, numa paródia aos Leões do Veneza, com quem eu treinava havia mais de seis meses mas que estranhamente não me convidavam para integrar o seu clube amador, e sendo ambos sportinguistas, mas morando um no Porto e outro no Estoril, decidimos criar os Leões de Kantaoui, que foi o local onde nos conhecemos.

Daí ao aparecimento do blog foi uma pressinha. Entretanto o Paulo evoluiu de uma forma vertiginosa e integrou já um clube da sua área de residência, enquanto eu aderi recentemente aos Porto Runners, mas decidi manter o nome do blog e o espírito do mesmo: não me limitar a fazer uma descrição, fastidiosa para quem lê, da minha participação em provas, mas antes apresentar outros pontos de vista tão distintos como por exemplo um enfoque sobre a parte turístico-gastronómica ou uma intervenção de carácter politico-social de algo que mereceu a minha atenção. Se tiverem pachorra passem lá pelo quiosque, que está sempre aberto para vos receber em http://leoesdekantaoui.blogspot.com/, recuem até 4 de Abril de 2009 e leiam a sequência de crónicas relativas à minha deslocação à Maratona de Boston.

Entretanto continua para mim a ser um mistério o motivo pelo qual o meu amigo Vitor Dias, que tanta gente mais habilitada que eu conhece simultaneamente no atletismo e na Blogolândia, me fez o convite para iniciar esta rubrica.

O quiosque está sempre aberto para vos receber em: http://leoesdekantaoui.blogspot.com/

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Vila do Conde Outlet Fashion

20 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *