Leões de Kantaoui

Autor: Vitor Dias  /   Janeiro 05, 2010  /   Publicado em Blogosfera Corredora  /   21 Comentários

Leões de Kantaoui

O João Paulo Meixedo.

O Paulo Martins.

As suas Corridas.

O humor permanente.

As patuscadas constantes.

Leões de Kantaoui – A corr(m)er é que a malta se entende

Por pura brincadeira, foi como surgiu o meu blog, o qual estabelece logo à entrada que se pretende constituir como um espaço gastronómico-desportivo, sem fundamentalismos dietéticos, seja lá isso o que for.

Sei que gosto de olhar para a vida por um prisma diferente daquele que me é oferecido de bandeja e fazer uma análise crítica das situações, sendo tão fácil apanhar-me zangado e ofendido como agradado e reconhecido. Gosto de emoções e de não as reprimir. Gosto de posts curtos que simultaneamente encerrem neles muita informação mas que deixem espaço à imaginação de quem os lê. Nas palavras de Bruce Chatwin “Nunca gostei de Júlio Verne, por acreditar que o real era sempre mais fantástico que a fantasia“.

Regressando às sapatilhas, ou tènes, para quem more a Sul de Espinho, posso dizer-vos que embora date de 2000 a minha primeira participação numa prova de atletismo – e logo uma meia-maratona, com uma hora cinquenta minutos e algumas lágrimas à mistura – a verdade é que o meu desporto de excelência sempre incluiu uma bola no pé, sendo que o treino de corrida se me apresentava como um, algo fastidioso, complemento à protagonista Bola, atingindo anualmente, no entanto dois momentos altos: a Volta a Paranhos e a S. Silvestre do Porto, nas quais invariavelmente me inscrevia como atleta único do Clube Andamento.

Mas, depois de décadas de distensões e contusões, de entorses graves, banais e outras que tais, de fracturas e algumas rupturas, de ligamentos e de outros tormentos, decidi há dois anos mudar de vida e, dedicar-me apenas à corrida.

Correndo preferencialmente no Parque da Cidade do Porto, rapidamente cheguei à fala com os Leões do Veneza, com os quais passei a treinar, muito aprendendo e estabelecendo alguns fortes laços de amizade. Estávamos em Abril de 2008.
Quando, em Agosto do mesmo ano, debaixo dos tórridos 40º de Port El Kantaoui, mal se arrastando entre o mar e a piscina, o Paulo Martins via aquele doido compatriota que conhecera na praia e com quem fazia dupla na rede de vólei para invariavelmente bater os alemães. Mas, dizíamos nós, quando ele via aquele portuense sair do hotel para fazer um treino de corrida debaixo daquela canícula, nunca se imaginaria ele próprio a começar a correr e muito menos a concluir a sua primeira prova, e logo uma meia-maratona, apenas um mês depois.

Essa meia maratona – a do Porto (não sei se entretanto já se perderam no relato) foi o que despoletou o nome da equipa e posteriormente o blog com o mesmo nome. Quando convenci esse amigo a correr a sua primeira prova, decidimos fazê-lo integrados numa equipa e, numa paródia aos Leões do Veneza, com quem eu treinava havia mais de seis meses mas que estranhamente não me convidavam para integrar o seu clube amador, e sendo ambos sportinguistas, mas morando um no Porto e outro no Estoril, decidimos criar os Leões de Kantaoui, que foi o local onde nos conhecemos.

Daí ao aparecimento do blog foi uma pressinha. Entretanto o Paulo evoluiu de uma forma vertiginosa e integrou já um clube da sua área de residência, enquanto eu aderi recentemente aos Porto Runners, mas decidi manter o nome do blog e o espírito do mesmo: não me limitar a fazer uma descrição, fastidiosa para quem lê, da minha participação em provas, mas antes apresentar outros pontos de vista tão distintos como por exemplo um enfoque sobre a parte turístico-gastronómica ou uma intervenção de carácter politico-social de algo que mereceu a minha atenção. Se tiverem pachorra passem lá pelo quiosque, que está sempre aberto para vos receber em http://leoesdekantaoui.blogspot.com/, recuem até 4 de Abril de 2009 e leiam a sequência de crónicas relativas à minha deslocação à Maratona de Boston.

Entretanto continua para mim a ser um mistério o motivo pelo qual o meu amigo Vitor Dias, que tanta gente mais habilitada que eu conhece simultaneamente no atletismo e na Blogolândia, me fez o convite para iniciar esta rubrica.

O quiosque está sempre aberto para vos receber em: http://leoesdekantaoui.blogspot.com/

Corrida do Coração

21 Comentários

  1. Filipa Vicente 5 de Janeiro de 2010 10:16

    Interessantíssimo, desconhecia a origem do nome mas acompanho regularmente o blog sempre cheio de humor conveniente e bem orientado. Parabéns aos Leões de Kantaoui!

  2. João Paulo Meixedo 5 de Janeiro de 2010 11:12

    Obrigado, Filipa.
    Também acompanho o seu trabalho, mas isso não deve ser para si novidade, dada a reconhecida competência na área que desenvolve somos muitos os que bebemos do seu saber.

  3. Nelson Perneta 6 de Janeiro de 2010 20:45

    Viva Paulo,corriga-me se for necessário,parece-me que se come bem por aí,não?

  4. João Paulo Meixedo 6 de Janeiro de 2010 23:08

    Procuramos fazê-lo, caro Nelson.
    Temos que combinar uma patuscada quando vier para estes lados. As minhas pernas só estão bem em duas situações: ou a correr ou comodamente instaladas debaixo duma mesa.
    Até breve, assim espero.

  5. Mark Velhote 7 de Janeiro de 2010 0:36

    Viva,

    Não podia existir melhor escolha embora eu seja um pouco suspeito para falar, porque quando não corro sozinho, corro com o JP Meixedo, meu companheiro do asfalto em muitas provas. Fazer um longo com o João é seguramente um tempo bem passado e mais uma vez lhe agradeço a inestimável companhia que me tem feito.
    Autor de alguns dos posts mais impecáveis da blogosfera atlética dos quais destaco o “Karnazes da Loja dos 300” (pesquisem lá no quiosque dele)e obviamente as aventuras e desventuras por terras do Tio Sam. Para não falar da intervenção no Corridas e Patuscadas.
    Posts simples,objectivos , mas também bem humorados e muitas vezes sem receio de tocar na ferida.

    Tenho pena que o Paulo Martins tb não se dedique à “escrita” dado que também poderia dar bastante a este blog dos Leões. 😀
    Apesar da transferência para os Porto Runners espero que os Leões continuem bem vivos!

    Um abraço para todos

  6. João Paulo Meixedo 7 de Janeiro de 2010 10:50

    Obrigado pelas tuas palavras, Mark, mas acho que te esticaste demasiado nos elogios, confundido por causa da nossa amizade.
    O blog “Leões de Kantaoui” vai manter-se tal como está, embora a equipa tenha ficado, de momento, esvaziada de atletas.
    Quando é o próximo longo?
    Aquele abraço.

  7. paulo martins (leão de Kantaoui) 7 de Janeiro de 2010 11:33

    o site chama se correr por prazer e é com enorme prazer e orgulho que vejo o nosso blog leoes de kantaoui aqui neste espaço em grande plano . Agradecer ao Vitor Dias pela sua gentileza e se ter lembrado de nós e de resto dizer que para meu grande “azar” fiquei com o vicio de correr mas na sua pior vertente que é da competição em vez do lazer para isso vou lendo os conselhos da Filipa e do Vitor e evoluindo até onde as pernas deixarem.
    Tudo começou numa brincadeira de férias entre mim e o João e até onde vai parar alguém saberá

    abraços

  8. Paulo Rodrigues 7 de Janeiro de 2010 15:41

    Olá Companheiro
    Apesar da tua inexperiência,esta de ser o teu blog a iniciar esta rúbrica do Vitor, só é sinónimo de que o blog, pelo menos é diferente!
    Sem falsas modéstias,posso dizer que fui um dos grandes responsáveis por haver mais um corredor e menos um futebolista,do qual muito me orgulho!
    Quanto ao convite para os Leões de Veneza,ele não foi feito por mim pois nessa altura eu ainda era um novato no clube,no entanto o que ficou de positivo foi nisso,foi a inauguração de um blog estremamente bem humorado e muito “sui generis”.
    Por falar em convites,lá te baldaste ao treino de domingo passado,preferiste o alcatrão á serra pura,o que vale eu não sou ciumento,mas da próxima vez não te livras!

    Até um qualquer treino!
    Abraço
    Paulo Rodrigues

  9. Miguel Paiva 7 de Janeiro de 2010 15:58

    Este blog é, sem dúvidas, uma referência na luso-blogolândia atlética, sendo uma visita obrigatória.
    Parabéns ao João!

    abraço
    MPaiva

  10. João Paulo Meixedo 7 de Janeiro de 2010 20:17

    Eina, pá, tanto comentário; como é Vitor, falas tu ou falo eu?
    Ãh?! Não ouço. O quê? … que posso ser eu!?!
    Olha, então cá vai …

  11. João Paulo Meixedo 7 de Janeiro de 2010 20:18

    És mas é um baldas, Paulo Martins, que só tens tempo para treinar e nunca para “postar”
    Onde vais parar sei eu bem: a ganhar provas … nem que seja como veterano 15 🙂
    Aquele abraço

  12. João Paulo Meixedo 7 de Janeiro de 2010 20:20

    Pois é caro amigo Leão Dragão Paulo Rodrigues, foste mesmo um dos responsáveis, e a história dos Leões do Veneza não encerra em si nenhuma mágoa, é apenas uma curiosidade que achei por bem esclarecer. Já tanta gente me perguntou a origem de tão estranho nome e já deu origem a tantas histórias como aquela em Lousada, que achei que era altura.
    Vou confessar-te uma coisa, mas não digas nada a ninguém, fica entre nós, mas daqui a duas horitas devo estar a jogar à bola … sem comentários.
    Quanto ao longo na serra, ultra amigo ultra maratonista, fica lá mais para a primavera. Mas enquanto lá estiveste fizemos um de 26km ao longo na marginal. Mai nada!
    Entretanto acabo de saber que já compraste casa e vou já lá passar para uma visita; isto de ser um dos mais antigos blogueiros e andar sempre a postar em casa alheia tinha que acabar 😉
    Abração

  13. João Paulo Meixedo 7 de Janeiro de 2010 20:21

    Caro amigo Miguel, conseguiste comover-me, pá.
    Mandem entrar os violinos.
    Enfim, exageros de mais um ultra amigo.
    Abraçôm

  14. Nelson Perneta 7 de Janeiro de 2010 23:02

    Amigo Paulo.Grato pelo convite,interessante já temos dois pontos em comum,corrida e na mesa meus comprimentos

  15. José Capela 7 de Janeiro de 2010 23:03

    Sempre existiram leões!
    Antes mesmo de o Visconde de Alvalade fundar o Sporting!
    No Porto existe a ‘Praça dos Leões’!
    Já houve uma marca de fogões Leão!
    O Leão da Estrela é nome de filme bem antigo!
    O Peugeot tem o leão como símbolo!
    O Leão foi o ‘goleiro’ do Brasil no México’70!
    Um circo com animais tem que ter pelo menos um leão!
    O Caetano Veloso canta o Leão…zinho!

    Na blogosfera existem os Leões de Kantaoui, sendo o Meixedo o que ruge mais alto!

    Abraço feroz! (rsrsrsrrsr)

  16. João Paulo Meixedo 9 de Janeiro de 2010 9:54

    Obrigado, grande Capela, mas é mesmo só garganta; no asfalto ainda tenho que comer muito nestum para chegar aos teus calcanhares 🙂
    Grande abraço.

  17. Luís Mota 16 de Janeiro de 2010 9:56

    Um espaço com informação precisa e independente. Objectivo e conciso. Visito e aconselho.
    O João e o Paulo são dois leões com muita garra e boa disposição. Grande abraço.
    Luís Mota

  18. José Brito 20 de Janeiro de 2010 21:51

    Gosto de passar pelos Leões de Kantaoui, fazem me sentir bem, gosto especialmente do humor corrosivo.

    Abraço
    JCBrito

  19. João Paulo Meixedo 22 de Janeiro de 2010 18:55

    Isso de “independente” já outra loiça, amigo Luis.
    Um grande abraço.

  20. João Paulo Meixedo 22 de Janeiro de 2010 18:56

    Obrigado, amigo Brito.
    Um abraço e até à areia, se não for antes.

  21. Pingback: Maratonazinha |

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.