S. Silvestre de Gaia teve prolongamento

Autor: Vitor Dias  /   Dezembro 26, 2009  /   Publicado em Notícias
Tags: s. silvestre, vila nova de gaia
Tempo de Leitura: 2 minutos

Participei hoje pela terceira vez consecutiva na S. Silvestre de Vila Nova de Gaia e vim de lá insatisfeito. Apesar de ser uma prova onde as condições geográficas a poderiam tornar num evento verdadeiramente emblemático, a organização não esteve à altura e aqui fica o meu descontentamento, que acaba por ser o de muitos que hoje ali se deslocaram.

Apesar de sermos amadores, gostamos de ser respeitados e de ver as organizações cumprirem com os seus deveres de organizadores. Nós cumprimos com a nossa parte, pagamos e comparecemos e cada vez mais vemos descontentamentos aquando das participações em provas.

Já não se usa ver provas sem controlo por chip. Todos sabemos dos batoteiros e todos sabemos das incorrecções nas classificações sem esta tecnologia. Já é quase vulgar. Em Gaia não.

A prova de hoje estava marcada para as 17h00. Quando lá chegamos fomos informados que afinal iria ser às 17h30. Se há provas para miúdos e desfiles de Pais Natal, isso deveria ter sido avisado antecipadamente. No meu caso, fui a correr de casa, fazendo desde logo o meu aquecimento e quando lá cheguei, tive que esperar pelo início da prova, meia hora depois. Ora se a prova começou mal, mal acabou. Os anunciados 10 Km, acabaram por ser 10.840m no meu relógio com GPS, distância análoga a outros colegas que também correram. Mas não era necessário ter relógio, foi a primeira vez que se veio dar a volta perto da Ponte Luiz I por duas vezes.

Confesso que fiquei extremamente chateado porque após 2 anos de corrida, resolvi apostar em fazer o meu melhor aos 10 Km, e de facto fiz, embora na classificação oficial irei aparecer com o tempo de 10.840m.

Leia também ...  17ª S. Silvestre do Porto - Crónica

É certo que é pouco importante os tempos ou classificações que obtemos, mas é um desrespeito para quem corre. Abordei um elemento da organização acerca do assunto, até lhe mostrei a distância no relógio e ele disse que estava errado, que o percurso tinha realmente 10 Km. Pelos vistos estavamos todos mal, menos a organização. Cem ou duzentos metros ainda se admite, agora quase 1 Km…

Se não corremos para tempos ou classificações, também não corremos para os prémios ou ofertas simbólicas, mas ao chegar a casa, ao ver o saco de oferta, vi o quanto fraquinho era: uma garrafa de água de 33cl, uma T-shirt fraquinha que mais não é do que um estampado de patrocinadores e um azulejo não menos fraquinho do que a T-shirt. Valeu-nos ao menos o já célebre chazinho quentinho e a fatia de bolo-rei no final.

Senhores organizadores da S. Silvestre de Vila Nova de Gaia, sejam mais profissionais, para que no próximo ano esta prova seja bem melhor. Aproveitem o magnífico trajecto que têm para que esta seja uma das melhores provas de fim de ano do país. Nós lá estaremos na esperança de ver melhorias.

Classificações desta prova

Fotos desta prova (da autoria de Jorge Dias)

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Running – Medicina, Fisiologia, Treino e Nutrição

12 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *