Tendinite! Sabem o que é?

Autor: Ana Maria de Freitas  /   Agosto 06, 2009  /   Publicado em Lesões e Doenças  /   1 Comentário

Tendinite! Sabem o que é?A tendinite faz parte de um grupo de lesões associada às denominadas tendinopatias, que representam um número significativo entre os problemas musculoesqueléticos desportivos. Estas lesões estão na maioria das vezes relacionadas com traumatismos, esforços, fadiga e a desequilíbrios musculares. A prática do exercício implica modificação de treinos, mudanças de equipamento e de ambiente (terrenos irregulares, pisos mais duros), de alterações alimentares e de gestos que podem conduzir ao aparecimento de tais lesões.

As palavras que terminam com o sufixo ‘ite‘ indicam um processo inflamatório. Assim uma Tendinite, é a inflamação que ocorre a nível de um ou vários tendões. O tendão é uma estrutura fibrosa de cor branca, brilhante, com grande resistência para cargas e faz a ligação do músculo ao osso. Uma das suas funções é transmitir a energia e força gerada no músculo, até o osso. O conjunto músculo-tendão-osso mais a energia gerada no músculo, é responsável por movimentar as articulações e consequentemente pela nossa locomoção.

Assim, esse processo inflamatório ao nível do tendão, pode ser provocado por diferentes causas, das quais se destacam:

  • Mecânica – provocada por esforços prolongados e repetitivos, posições viciosas e situações de sobrecarga (excesso de força);
  • Química – geralmente provocada pela desidratação. A pouca ou nenhuma lubrificação dos tendões, uma alimentação incorrecta e a presença de toxinas no organismo podem conduzir a uma tendinite.
  • Pós-Traumática – provocada por um traumatismo;
  • Infecciosa – quando associada a uma infecção (patologia hepática).

Como se manifesta a Tendinite?

A tendinite manifesta-se inicialmente com dor e na maioria das vezes, é acompanhada com a incapacidade ou limitação de realizar determinados movimentos em graus variáveis, com diminuição do desempenho desportivo ou mesmo com a necessidade de afastamento temporário da prática do exercício físico, para tratamento e recuperação da lesão. A dor pode surgir ao flectir os joelhos, caminhar, subir ou descer escadas, entre outras posturas ou movimentos.

Como tratar a tendinite?

A tendinite deverá ser tratada dependendo da natureza e do grau de gravidade da lesão e preconizado conforme cada caso. As formas de tratamento variam desde a paragem do exercício físico, crioterapia, reabilitação, aplicação de medicamentos anti-inflamatórios tópicos ou mesmo sistémico (apenas por prescrição médica), reajuste alimentar e hídrico e em casos mais severos, de imobilização do membro afectado (com tala) ou ainda cirurgia.

Como podemos prevenir a Tendinite?

A tendinite pode ser evitada se tivermos sempre em consideração os seguintes factores:

  • Alongamentos: exercícios direccionados para o aumento da flexibilidade muscular, promovendo o estiramento das fibras musculares, aumentando assim o seu comprimento. No inicio será uma forma de aquecimento e prepara os diferentes grupos musculares, no final serve como relaxamento. Logo, devem ser realizados antes e após a prática do exercício;
  • Técnica: a técnica de corrida é muito importante a prevenção deste tipo de lesões, pois na maioria das vezes todo o treino é baseado no desenvolvimento da resistência, quer através da corrida contínua, quer através de ” fartleks”. Fica muitas vezes esquecido o treino de força e flexibilidade. Quanto melhor for a técnica de corrida, mais eficaz ela se tornará, logo o gasto de energia em cada passada de corrida será menor e logicamente menor a probabilidade de ocorrer lesão.
  • Alimentação e Hidratação;
  • Equipamento adequado: diz o senso comum que para correr basta apenas umas sapatilhas, uns calções e uma camisola. Sabemos no entanto, que a realidade não será bem assim. Podemos dizer que existem diferentes tipos de pé (supinadores, pronadores e normal) e cada um requer um tipo de sapatilha diferente. Logo a sua escolha será de extrema importância para que exista liberdade de movimentos “dentro da sapatilha”. Não deverá escolher a sua sapatilha pela cor ou pela marca, mas sim pela adequada ao seu tipo de passada.

No que concerne ao resto do equipamento, deverá optar por roupa confortável, de preferência de tecido de secagem rápida e que durante o exercício permita uma boa mobilidade e eficaz ventilação.

 

Quais as tendinites mais frequentes no corredor?

  • Tendinite do calcâneo (tendão de Aquiles);
  • Tendinite Patelar (a nível do joelho).

One Comment

  1. ivete 2 de Fevereiro de 2010 17:32

    no momento estou tratando de uma tendinopatia calcanhar de aquiles…esse site e bom para nos informar;;;

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2018 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.