Relação entre o sexo e a corrida

Autor: Vitor Dias  /   Maio 12, 2009  /   Publicado em Notícias
Tags: corrida, sexo
Tempo de Leitura: 3 minutos

Relação entre o sexo e a corridaSexo e corrida podem estar intimamente ligados, pois o sexo proporciona benefícios à corrida, assim como a corrida proporciona benefícios ao sexo.

Os benefícios do acto sexual em prol dos praticantes de corrida, principalmente em período competitivo são:

– relaxa a tensão e os músculos;
– melhora o humor, diminui a ansiedade, alivia o stress,  insónia, aumentando a sensação de bem-estar e prazer pela secreção das endorfinas e das hormonas sexuais;
– estimula o sistema endócrino melhorando a funcionalidade das glândulas sexuais;
– promove gasto calórico, favorecendo a queima de gordura e melhorando o metabolismo.

Muito cuidado, porém, pois o sexo em excesso pode ser prejudicial! Se o indivíduo for extremamente activo e realiza-lo inúmeras vezes na véspera de uma prova, dispenderá muita energia a ponto de se desgastar fisicamente. Os movimentos amplos, bruscos, rápidos, posições às vezes incómodas e duradouras realizadas no acto, exigem praticamente de todas as valências físicas (força, resistência, velocidade, flexibilidade etc.), ocasionando muitas vezes inflamações, caimbras, contracturas musculares, limitando e comprometendo o rendimento do corredor.

Na véspera das corridas é bastante comum alguns atletas se abalarem principalmente pela ansiedade que é provocada pela incerteza do resultado final ou classificação na prova. Talvez a ansiedade seja psicologicamente o maior obstáculo do bom rendimento dos corredores. Nestes casos acho indicado o sexo na véspera, contudo de forma passiva para ajudar na diminuição da tensão e muitas vezes facilitar o sono, que é uma das melhores formas de recuperação biológica, fisiológica e até psicológica do organismo. Evite majestosas performances sexuais na véspera da competição e realizar posições desconfortáveis.

A recíproca também é verdadeira, a corrida igualmente beneficia o sexo! A secreção de endorfinas geradas ao correr, aumenta a auto-estima e o apetite sexual, aguçando a libido. Disfunções sexuais como a ejaculação precoce (descontrole da ejaculação), o vaginismo (contracção vaginal que incomoda e interfere na penetração) e a impotência (falta de erecção no pénis) podem ser melhoradas através da corrida já que a secreção das endorfinas diminui a ansiedade e a insegurança no caso da ejaculação precoce. Também relaxa e alivia a tensão, proporciona melhorias do sistema cardio-circulatório, normalmente deficiente na região genital do portador de impotência sexual.

Autor do artigo:
Fábio Bernardo, Especialista em Informações Técnicas,Culturais e Desportivas da Secretaria de Esportes Lazer e Recreação do Município de São Paulo, Agente Agita do Programa Agita São Paulo desenvolvido pela Secretaria  de Estado da Saúde e pelo Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (CELAFISCS), Instrutor de Ginástica Laboral, Personal Trainer, Avaliador Físico do Projeto Esporte Brasil/Descoberta do Talento esportivo desenvolvido pelo Ministério dos Esportes, e Colaborador e Consultor de Saúde, Fitness, Wellness e Esportes. Pós-graduado em Fisiologia do Exercício e Treinamento Resistido na Saúde, na Doença e no Envelhecimento pela Faculdade de Medicina da USP

Artigo original publicado no site Ativo.com que gentilmente nos autorizou a sua publicação.

Leia também ...  Livro Correr Por Prazer disponível em formato PDF

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Fyke

10 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *