Fartlek – O jogo de corridas

Autor: Vitor Dias  /   Janeiro 13, 2009  /   Publicado em Principiantes, Treino
Tags: fartlek, Treino
Tempo de Leitura: 2 minutos

Se corre já há algum tempo, muito provavelmente já ouviu pelo menos falar em Fartlek. Tenha ou não ouvido falar, saiba como surgiu este termo, em que consiste e de que forma o pode favorecer nos seus treinos e provas.

O termo “fartlek” pode ser interpretado como “jogo de corridas” e vem das palavras suecas “fartlöpning” (correr) e “lek” (brincar).

O Fartlek é provavelmente o método de treino contínuo mais antigo que existe, tendo sido criado na década de 30 por Gosse Holmer, na cidade sueca de Bossom. Devido à sua grande eficiência, é utilizado até aos dias de hoje por atletas de várias modalidades.

O método Fartlek

O método consta da superação de percursos com subidas, descidas, planos, percursos com areia, terra, alcatrão, etc. Nos percursos, os atletas devem apresentar variações de ritmos, embora a intensidade da corrida varie de acordo com as distâncias e o tempo dos esforços executados.
Nos intervalos entre os esforços, que são determinados conforme o ritmo, deve-se utilizar estímulos mais leves (trotes e marchas, por exemplo).
Há uma alternância entre corridas rápidas e lentas. Na natação, utiliza-se a alternância de velocidade entre cada trajecto, e a recuperação é activa, ou seja, o atleta continua a nadar, mas a um ritmo mais lento.

Utilização

O Fartlek é uma excelente opção para quebrar o ritmo do treino, sem perder de vista as valências físicas a serem desenvolvidas em cada modalidade.
Inicialmente, foi utilizado por fundistas e meio-fundistas, mas, devido a sua eficácia, passou a fazer parte do treino de várias modalidades individuais e colectivas.

Observações

O Fartlek oferece um grande número de opções de treino. Assim, surgiu o Fartlek de velocidades. Essa adaptação utiliza alternância de velocidade no percurso traçado, com grande diminuição da intensidade de esforço nos intervalos.
Exemplo de treino para corredores:
– Trote suave de 6 a 10 minutos
– 400 metros forte, intercalando com trotes até a recuperação da frequência cardíaca
– corrida de 1.000 m em ritmo médio
– 100 m de subida rápida
– trote para voltar à calma

Leia também ...  Um Plano para vencer (os quilómetros)

Fartlek de velocidade:
– 15 segundos em velocidade máxima
– 25 segundos em trote lento
– 20 segundos de corrida suave
(Repetir esta sequência 5 vezes.)
– 5 minutos de trote suave para recuperar
– 20 segundos de corrida em máxima velocidade
– 20 segundos de trote lento
– 20 segundos de corrida suave
– 5 minutos de trote para recuperar

Conclusão

O Fartlek é um bom método de treino para ser utilizado no meio do seu plano de preparação física, não devendo ser adoptado como método principal, mas sim para quebrar a rotina.

Sobre Vitor Dias

Autor e administrador deste site. Corredor desde 2007 tendo completado 54 maratonas em 15 países. Cronista em Jornal Público e autor da rubrica Correr Por Prazer em Porto Canal. Site Oficial: www.vitordias.pt
Running – Medicina, Fisiologia, Treino e Nutrição

12 Comentários

    Publique um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *