Mais casos de doping a caminho

Autor: Vitor Dias  /   Novembro 21, 2015  /   Publicado em Notícias  /   Sem Comentários

dopingFoi anunciado esta semana que foram apanhados nas malhas do doping mais dez atletas nacionais. A situação não é inédita mas continua a ser no mínimo lamentável. Trata-se de um tema que choca quem pratica desporto limpo e todos os que como nós fazemos do desporto uma forma saudável e não o contrário. Já aqui abordamos o tema há uns tempos atrás aquando do caso Lance Armstrong, na altura comentado por Filipa Vicente e Susana Lourenço.

Segundo avançou o jornal desportivo “A Bola”, existem dez casos de doping confirmados pela Autoridade Antidopagem de Portugal. Em Setembro foram anunciados cinco casos juntando-se agora outros tantos, em que houve situações de alteração no passaporte biológico: três são no atletismo, um na natação e um na canoagem.

O Presidente da Federação de Atletismo Eduardo Gonçalves já reagiu à notícia referindo a “leveza do artigo” e garante que a Federação tudo faz para prevenir casos como estes.

Os atletas deverão ser notificados até ao final do ano, altura em que lhes serão pedidas explicações e em que serão avaliadas as sanções a aplicar em cada caso.

O certo é que não tarda nada e todos ficaremos frustrados por mais uma situação que afectará atletas que provavelmente conhecemos das provas ou treinos por onde andamos.

Muitos nomes nos estarão a passar pela cabeça. Noutros países seria caso para fazer apostas de desporto da bet365 🙂

O que é o Doping

Doping é o uso de drogas ou de métodos específicos que visam aumentar o desempenho de um atleta durante uma competição.

A palavra “doping” é de origem inglesa que significa injeção ilícita de uma droga estimulante aplicada a fim de assegurar-lhe a vitória.

O doping é proibido nos desportes porque, além de prejudicar a saúde, trata-se de uma conduta antiética ao proporcionar uma vantagem competitiva desleal em relação aos outros atletas.

O controle de dopagem é feito através do exame antidoping que consiste na recolha de uma amostra de urina do atleta imediatamente após o fim de uma competição. Também é frequente a realização de exames surpresa nos atletas.

A AMA – Agência Mundial Antidoping (em Inglês: WADA – World Anti-Doping Agency) é responsável por determinar as substâncias proibidas e combater a prática de doping nos atletas.

As substâncias proibidas são agrupadas nas seguintes categorias:

Estimulantes: reduzem a fadiga e aumentam a adrenalina.

Narcóticos: diminuem a sensação de dor.

Esteróides anabólicos: aumentam a força muscular.

Diuréticos: usadas para controlar o peso e também para mascarar o doping.

Betabloqueadores: diminuem a pressão arterial do atleta. São usados em competições de tiro e arco e flecha para manter estáveis as mãos do atleta.

Hormônios peptídeos e análogos: aumentam o volume e a potência dos músculos.

Outro método proibido é o doping sanguíneo, uma transfusão em que o sangue do atleta é injetado nele mesmo, para aumentar o oxigénio nos tecidos.

O que é o Passaporte Biológico

É um perfil genético do atleta. No início é feito uma série de testes para que se crie uma referência base, e a partir do momento que se passa desta referência é considerado um suspeito de doping, sendo feito mais exames para confirmação dessas mesmas alterações.

A vantagem da existência do passaporte biológico é haver um maior controle e periodização de exames para detecção de substâncias ilegais de ação de curto e longo prazo. Desta forma salvaguarda-se a situação de alguns atletas que faziam o seu ciclo de doping antes da competição e quando competiam já estavam com os níveis normais no sangue e na urina. Ou seja, era usada durante os treinos ou pré temporada, burlando então o controle. Apesar da existência do passaporte, os testes durante as competições mantêm-se.

Artigos relacionados

  • Porto City Race 2015 – 25 a 27 de SetembroPorto City Race 2015 – 25 a 27 de Setembro Dez países já estão inscritos no evento. A quarta edição do evento Internacional de Orientação pedestre urbano, Porto City Race, promete voltar a surpreender os participantes. O evento é organizado pelo Grupo […]
  • Doping no desporto – o caso Lance ArmstrongDoping no desporto – o caso Lance Armstrong Lançamos o desafio a duas corredoras de pelotão para nos darem as suas opiniões acerca do assunto e lançar aqui o debate acerca de tão importante matéria. Filipa Vicente e Susana Lourenço disseram de sua justiça. O […]
  • Guimarães conquista corredoresGuimarães conquista corredores Esta semana fomos a Guimarães duas vezes e verificamos que a cidade está rendida à corrida. Na passada segunda-feira estivemos no Guimarães Corre Corre, que se tornou num fenómeno quase inexplicável no que ao número […]
  • Viseu City RaceViseu City Race Na sequência do sucesso do Porto City Race e numa tentativa de aproximar a orientação dos centros urbanos, Braga, Vila do Conde, Barcelos, Penafiel e Viseu decidiram juntar-se ao Porto e expandir o conceito de City […]
  • Qual a melhor hora para treinar?Qual a melhor hora para treinar? Depende dos seus objectivos. Vai ao ginásio ‘quando pode’? Saiba que, dependendo do seu objetivo, há uma altura ideal para praticar exercício físico. Várias investigações se têm dedicado a determinar o momento exato […]
Clínica Médica da Foz

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2017 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.