Quanto mais magro mais vontade de fazer exercício?

Autor: Vitor Dias  /   Setembro 02, 2015  /   Publicado em Slider, Treino  /   1 Comentário

vontade_de_correrAparentemente a hormona que nos dá o sinal de saciedade, e nos tira a vontade de comer mais, também inibe a motivação para fazer exercício físico. Houve um tempo em que isso até era vantajoso.

Já deve ter ouvido um dos seus amigos dizer que fazer exercício é “viciante” ou que quem começa a correr com regularidade sente falta quando não o faz. Alguns estudos afirmam que as endorfinas produzidas durante o exercício físico podem de facto potenciar o estado de euforia, mas a motivação para correr pode ter ainda outra origem, conforme o artigo publicado esta terça-feira na Cell Metabolism. Aparentemente a hormona que controla a fome também regula a vontade de fazer exercício.

O tecido adiposo segrega uma hormona, chamada leptina, que ajuda a regular a sensação de saciedade. O que a equipa liderada por Stephanie Fulton, investigadora no Centro de Investigação Hospitalar da Universidade de Montreal, verificou é que a mesma hormona também influencia a atividade física. Quanto mais leptina menos sensação de fome e menos vontade de fazer exercício, porque a leptina inibe a libertação de dopamina – um neurotransmissor normalmente ligado à recompensa.

“Quanto mais gordura existir, mais leptina haverá e menos vontade teremos de comer. Os nossos resultados mostram que esta hormona também tem um papel importante na motivação para correr, o que pode estar relacionado com a busca por comida”, explica Stephanie Fulton que também é professora no Departamento de Nutrição da universidade, citada pela Alpha Galileo”.

Explicado de outra forma. Se a dopamina promove a sensação de recompensa, mas está inibida pela leptina, pode não ser assim tão estimulante correr. E se a leptina é libertada em maior quantidade quando o corpo assume que não precisa de repôr as reservas de energia, isso pode querer dizer que a leptina regula a necessidade de os mamíferos “correm para encontrar comida”. Pelo menos foi o que aconteceu com os ratos sujeitos à experiência.

O estudo sugere, segundo o comunicado da Alpha Galileo, que a leptina tem um papel importante tanto na regulação do balanço energético, como no encorajamento de comportamentos que trazem vantagens para o metablismo, como “fazer exercício físico” para encontrar comida. Quanto maior a resistência de um mamífero durante uma corrida, ou uma atividade de elevado desgaste físico, maior a probabilidade de conseguir arranjar comida. Pelo menos para os animais que mais precisam de se esforçar para a encontrar.

E os humanos? Grande parte da população mundial já não precisa de se esforçar como os primeiros hominídeos para encontrar comida. Mas a evolução processa-se ao longo de muito mais tempo do que aquele que conta a história da humanidade. Podemos, portanto, tirar proveito do nosso metabolismo. “Estudos anteriores mostraram claramente que existe uma correlação entre a leptina e os tempos de corrida na maratona”, diz Stephanie Fulton. “Especulamos que, nos humanos, os baixos níveis de leptina aumentam a motivação para fazer exercício e tornam mais fácil atingir a ‘euforia do corredor’”.

Fonte: O Observador

Artigos relacionados

  • Treino Temático gratuitoTreino Temático gratuito O Correr Por Prazer e o Ginásio Place Foz irão organizar no próximo sábado um treino temático cujo conteúdo se centrará na figura de D. Pedro IV. O percurso passará em vários locais da cidade do Porto relacionados com […]
  • Qual a melhor hora para treinar?Qual a melhor hora para treinar? Depende dos seus objectivos. Vai ao ginásio ‘quando pode’? Saiba que, dependendo do seu objetivo, há uma altura ideal para praticar exercício físico. Várias investigações se têm dedicado a determinar o momento exato […]
  • O que é uma corrida de 24 horas?O que é uma corrida de 24 horas? A 50 dias do evento Banco Bic – 24 h Portugal, em Vale de Cambra, aqui fica uma curta e genérica análise acerca do que constitui a base de uma prova deste género. A corrida de 24 horas é um tipo de ultramaratona em […]
  • Menos é mais. Os benefícios do “fast training”Menos é mais. Os benefícios do “fast training” Pode dizer adeus às horas sem-fim no ginásio. O treino de alta intensidade intervalado é rápido, eficaz e faz bem à saúde. Veja aqui como se exercita. Correr tranquilamente durante 30 segundos, para depois aumentar a […]
  • Exposição solar. Prepare-se!Exposição solar. Prepare-se! Todos sabemos que o sol é fundamental para a vida de todo o planeta, é essencial à nossa existência. Traz benefícios para a saúde, tais como a síntese da vitamina D (essencial para a absorção do cálcio) e mineralização […]
100k Portugal

One Comment

  1. cristiane 13 de Março de 2016 0:59

    Eu amo correr sou magra
    Faso de tudo para manter a corrida na hora vagas e meu esporte pestilento na minha vida.

Publique um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Copyright © 2008-2015 Correr Por Prazer ®. Todos os direitos reservados.