Tendinite do tendão de Aquiles

Autor: Joao Carlos Maia  |   Categoria: Lesões e Doenças

O tendão de Aquiles é o maior e mais forte tendão do corpo humano e para os corredores, um dos mais solicitados durante a sua prática desportiva.

Apenas a título de curiosidade dos leitores, Tendinite de Aquiles foi o termo originalmente usado para descrever o espectro de lesões que iam desde a inflamação do tendão à ruptura parcial. No entanto, o estudo da histopatologia demonstrou que nem sempre existe processo inflamatório nestas lesões, pelo que são agora denominadas de tendinopatias do tendão de Aquiles.

Acredita-se que esta lesão é causada por pequenas lesões (conhecidas como microtraumas) repetidas, associadas ao uso excessivo do tendão, em actividades como correr ou saltar, durante longos períodos. Se depois de cada microtrauma não for dado tempo de recuperação suficiente, o tendão não se restabelece na totalidade. Isto significa que, ao longo do tempo, os danos vão-se acumulando, degradando a qualidade do tecido e podendo dar origem à tendinopatia do tendão de Aquiles.

 

Há uma série de factores que podem provocar estas pequenas lesões repetidas no tendão:

– O uso excessivo do tendão de Aquiles. Isso pode ser um problema para as pessoas que correm regularmente, para os bailarinos e para as pessoas que jogam ténis ou outros desportos que envolvem saltos.

– Calçado inadequado à prática desportiva.

– Mau gesto técnico, por exemplo durante a corrida.

– Aumentos bruscos na intensidade de treino

– Praticar desporto em superfícies duras ou inclinadas

– Ter pé cavo (arco plantar demasiado proeminente)

– Falta de flexibilidade, por exemplo nos isquio-tibiais (músculos da parte posterior da coxa)

A tendinopatia de Aquiles também é mais comum em pessoas que têm determinados tipos de artrite, como a espondilite anquilosante e artrite psoriática. Pessoas que estão a tomar medicação do grupo das fluoroquinolonas (como a ciprofloxacina) por longos períodos de tempo também têm um risco aumentado de desenvolvimento de tendinopatia de Aquiles.

 

 

 

Esteja alerta para os seguintes sintomas

Os principais sintomas incluem dor e rigidez em torno do tendão de Aquiles. Também pode haver algum inchaço em torno desta área. Os sintomas tendem a desenvolver-se gradualmente e são geralmente piores quando você acorda pela manhã. Dor que vem de repente e dificuldade em caminhar pode ser um sintoma de ruptura do tendão de Aquiles. Nesse caso consulte um médico urgentemente.

 

Algumas pessoas têm dor durante o exercício, mas, em geral, a dor é pior após o exercício. Os corredores podem sentir dor no início do treino, que depois tende a diminuir e a tornar-se mais suportável, seguida de um novo aumento depois de o treino acabar.

 

Diagnóstico

Uma boa avaliação clínica, com perguntas sobre os sintomas, a causa da lesão e um exame ao tendão são geralmente suficientes para o diagnóstico. No exame podem pedir-lhe para fazer alguns exercícios, como pedir para apoiar-se na perna afectada e levantar o calcanhar do chão. Para a maioria das pessoas com tendinopatia de Aquiles esse movimento reproduz a sua dor. Uma ecografia ou uma ressonância magnética pode ser útil, se o diagnóstico não for claro.

 

Tratamento

O tratamento conservador é a primeira opção de tratamento, e inclui:

  • Descanso e redução das actividades desportivas. De início deve parar qualquer actividade ou desportos de alto impacto (como correr). Quando a dor diminuir, poderá reiniciar o exercício gradualmente, sem nunca provocar ou agravar os sintomas.
  • Analgésicos. Os analgésicos como o paracetamol ou o ibuprofeno podem ajudar a aliviar a dor. O ibuprofeno é de um grupo de medicamentos chamados anti-inflamatórios não esteróides (AINEs). No entanto, num caso tendinopatia de Aquiles, você não deve usar o ibuprofeno ou outros AINEs por mais de 7-14 dias. Isso é porque eles podem, eventualmente, reduzir a capacidade do tendão de curar a longo prazo. Alguns analgésicos anti-inflamatórios podem provocar efeitos colaterais. Aconselhe-se com o seu médico sobre o melhor medicamento para si.
  • Compressas de gelo. Podem ser úteis no controle da dor e na redução do inchaço nas fases iniciais de tendinopatia de Aquiles. Aplique uma compressa de gelo na área lesada, colocando uma toalha fina entre o gelo e a pele. Use o gelo por 15 minutos e depois espere pelo menos 45 minutos antes de aplicar gelo novamente.

Fisioterapia:

As técnicas mais eficazes nesta condição clínica incluem:

  • Exercícios terapêuticos. Alguns exercícios terapêuticos ajudam a alongar e fortalecer o tendão de Aquiles. Estes exercícios podem ajudar no controlo da dor e rigidez.
  • Aplicação de ultra-som para alívio da dor e estimulação da correta cicatrização do tendão
  • Massagem na região do tendão e músculos da barriga da perna
  • Aconselhamento sobre o melhor calçado. Uso de palmilhas ou calcanheiras de forma a elevar ligeiramente o calcanhar.
  • As infiltrações com corticoesteróides são comuns nesta lesão. No entanto, a sua utilização é controversa. Se a infiltração é dada directamente no tendão, há um risco de danificar ainda mais o tendão, se é dada em volta do tendão os resultados no alívio de dor nem sempre são significativos.

 

Para a maioria das pessoas, os sintomas da tendinopatia de Aquiles normalmente aliviam ao final de 3-6 meses de tratamento conservador. Em geral, quanto mais cedo o problema é reconhecido e é iniciado o tratamento, melhor o resultado. Se seus sintomas não melhoraram após 3-6 meses, pode ser indicado consultar um ortopedista ou médico de medicina desportiva. No entanto, este prazo pode mudar dependendo dos seus sintomas, as suas atividades desportivas, etc

 

A cirurgia envolve a remoção de nódulos ou aderências (partes das fibras do tendão que ficaram unidos durante uma cicatrização desorganizada do tendão), ou fazer um corte longitudinal no tendão para estimular a correcta cicatrização do tendão.

 

Exercícios terapêuticos para as tendinopatias do tendão de Aquiles

Os seguintes exercícios são geralmente prescritos durante a reabilitação de uma tendinopatia do tendão de Aquiles. Deverão ser realizados 2 a 3 vezes por dia e apenas na condição de não causarem ou aumentarem os sintomas.

Alongamento dos gémeos

De pé, com as mãos ao nível dos ombros apoiadas na parede. Colocar a perna a alongar esticada e atrás, dobrar à frente o joelho da outra perna, com as costas alinhadas. Mantenha essa posição por 20 segundos. Repita entre 3 a 6 vezes, desde que não desperte nenhum sintoma.

 

 

 

 

 

Extensão resistida do pé

Sentado com a perna esticada e o elástico na ponta do pé. Empurre o elástico para a frente, depois deixe o pé regressar lentamente à posição inicial.

Repita entre 8 e 12 vezes, desde que não desperte nenhum sintoma.

 

Reforço muscular dos gémeos

Em pé, apoiado numa cadeira, coloque-se em pontas dos pés. Desça lentamente até todo o pé apoiar no chão. Repita este movimentos entre 8 a 12 vezes, desde que não desperte nenhum sintoma.

 

Antes de iniciar estes exercícios você deve sempre aconselhar-se com o seu fisioterapeuta.

 

Maffulli N, Longo UG. How do eccentric exercises work in tendinopathy? Rheumatology (Oxford). 2008 Oct;47(10):1444-5.

Magnussen RA, Dunn WR, Thomson AB. Nonoperative treatment of midportion Achilles tendinopathy: a systematic review. Clin J Sport Med. 2009 Jan;19(1):54-64.

Simpson MR, Howard TM. Tendinopathies of the foot and ankle. Am Fam Physician. 2009 Nov 15;80(10):1107-14.

 

Autor: João Maia – Fisioterapeuta

Fonte: www.facebook.com/fisioinforma

Artigos relacionados

  • Tendinite! Sabem o que é?Tendinite! Sabem o que é? A tendinite faz parte de um grupo de lesões associada às denominadas tendinopatias, que representam um número significativo entre os problemas musculoesqueléticos desportivos. Estas lesões estão na maioria das vezes […]
  • Prevenção de lesões na corridaPrevenção de lesões na corrida O nascimento do projeto learn2run, inserido num projeto mais amplo Run4xcellence, vai ter o seu primeiro momento de arranque, já no próximo dia 20 de Setembro, numa acção de formação sobre prevenção de lesões na […]
  • Desporto? E o dia-a-dia?Desporto? E o dia-a-dia? O tema das lesões desportivas é extenso: há bastante literatura disponível, científica ou não, e na “World Wide Web” encontram-se todo o tipo de artigos, desde os escritos por investigadores e profissionais do […]
  • CrioterapiaCrioterapia A palavra Crioterapia deriva do grego (Krios) que significa Frio e Terapia (tratamento). Ou seja, refere-se ao tratamento através do frio. A crioterapia é a aplicação terapêutica de uma substância ao corpo, […]
  • Pubalgia: difícil de diagnosticar e de tratarPubalgia: difícil de diagnosticar e de tratar Existem muitas dores que afligem atletas e desportistas em geral, sendo que algumas têm características que chegam a ser confundidas com outras patologias. Nestes casos, o diagnóstico correcto é imprescindível para que […]
PUBLICIDADE
CRIOSAUNA PORTUGAL

Tags: , , , , ,

30 Respostas a “Tendinite do tendão de Aquiles”

  1. angelina landis escreveu:

    Estou com aquilles afetado ha 6 mese.Quatro medicos deferentes, e a impaciencia…Amo correr, andar 5 miles por dia.Moro em Atlanta GA estou com muitas saudades medico brazileiro..O que fazer???paciencia e ver transformacao corpo!!!engordar!!tendo fisioterapia em casa meu pe no outro dia doi mais nao sei o que fazer?estou cansada remedios para dor…

  2. kalled escreveu:

    Pratico esportes, como corrida e futebol. Sofro de tendinite de aquiles há 5 anos. Já fiz alguns tratamentos para curar, como crioterapia em casa, fisioterapiae massagens. As dores somem mas passado um tempo elas retornam. Pergunto se meu caso é cirúrgico e quanto tempo a recuperação ???
    Obrigado e abç

  3. Gloria Araujo Pires escreveu:

    mt bom esses execicios, vou fazer pois so quem tem esse mal que sabe como e!

  4. Rudi Giehl escreveu:

    Tenho 56 anos,sempre joguei futebol e futsal regularmente.Estou sem jogar há 4 meses e quero voltar.Devo parar com o futsal e qual melhor tratamento?Obr.

  5. Fernando Sena escreveu:

    Essa matéria é show, descreve bem minha lesão, pois estava em um treinamento intenso para competir numa maratona e por uma simples falta de atenção, acabei me lesionando, ela explica bem o pq acabei me lesionando. abs

  6. Luiz Carlos escreveu:

    Em 31 de dezembro de 2012, na praia senti como se fosse uma pancada no tornozelo ao jogar bola, em consultas posteriores foi detectado o rompimento parcial do meu tendão de aquiles, a partir de maio(2013) fiz um sessão de 3 meses de fisioterapia para tentar reverter o problema, foi em vão hoje espero uma vaga no hospital para poder operar, sinto uma falha no tendão que chamam de gap e abaixo do gap aquele volume grosso no tendão pergunto, qual a consequência na demora de um tratamento adequado, se operar posso voltar com minhas condições normais?

  7. bispo escreveu:

    Boa tarde! o que é paratendinite. pois meu laudo esta escrito assim , a dois meses convivo com essa dor no calcanhar de aquiles. Obrigado

  8. Alessandro Marco escreveu:

    Me desculpe mas batata da perna não dá.

  9. edson lopes pinto escreveu:

    Edson Lopes Pinto
    Em 2008, passei com o ORTOPEDISTA da INTERMÉDICA, pois estava sentindo muitas dores nos pés e explique as situações que ocorria as dores: Ao ficar em pé, parado na mesma posição, os pés doiam tanto, como se eles estivesssem sendo expremidos e para evitar essas dores, fazia alternancias nos pés, sendo 1 apoiado no chão e outro em pé. E o médico informou que os meus pés eram cavos e que estou com fascite plantar.
    Solicitou uma palmilha ortopédica para uso e mesmo assim não resolveu.
    Fiz o tratamento com fisioterapia, eletroterapia,alongamento, gelo e as dores continuam.
    Fui encaminhado para o REUMATOLOGISTA do SUS, em 2010 para dar continuidade no tratamento.
    Foram feitos exames de sangue, imagem, tratamentos medicamentoso por 3 anos e as dores continuam e são insuportáveis.
    E então solicitou uma ressonancia magnética do pe direito e o resultado foi ESPESSAMENTO HETEROGENEO DO TENDÃO CALCANEO, COMPATÍVEL COM TENDINOPATIA CRÔNICA.
    Continuei com o tratamento medicamentoso e a fisioterapia conforme solicitado apos o resultado da ressonância e nada resolveu.

    Retornei com o REUMATOLOGISTA do SUS e então ele deu o diagnostico que deveria ser feito uma cirurgia, e me encaminhou para o ORTOPEDISTA.

    Passei no ORTOPEDISTA especialista em cirurgia de pé , da GREENLINE e ele me disse que não haveria necessidade.

    Solicitou que fizesse acupuntura e também não resolveu.

    Estou desempregado, cada medico da uma informação diferente, e com isso quem sofre com as dores sou eu.
    Não consigo nem colocar um calçado nos pés e nem com o auxilio da calcanheira. O que fazer para curar em definitivo essas dores nos pés?

  10. silvia aparecida dos reis escreveu:

    matéria muito boa adorei pois estou sentido muitas dores no tendão já fui ao medico e estou descansando das corrida de rua. obrigada

  11. Gabriel Hemb escreveu:

    SOFRO COM ESSAS DORES A 3 ANOS MAS NOS ULTIMOS 8 MESES A DOR É ABSURDA. QUANDO ACORDO E SAIO DA CAMA NAO CONSIGO FIRMAR O PE NO CHAO.. ANDO MANCANDO POR UNS 20 MINUTOS ATE A DOR SUMIR… MAS SE CONITNUAR ANDANDO A DOR VOLTA EM 30 MINUTOS RS.. E FICA ASSIM DURTANTE TODO O DIA.. NO TRABALHO SE EU FICAR SENTADO POR MAIS DE 30 MINUTOS E LAVANTAR NA NAO CONSIGO ANDAR DIREITO.
    PRATICO FUTEBOL E BASQUETE E JOGO NO MAXIMO 30 MINUTOS ATE AS DORES FORTES APARECEREM. BOTANDO GELO, MASSAGEM E EXERCICIOS ORTOPEDICOS JA AJUDAM OU VOU PRECISAR TOMAR REMEDIO OU ATE OPERAR???
    OBRIGADO.

  12. jeine kellve escreveu:

    Nao posso faz a cirugia,essas indicaçoes diminue as dores?

  13. MILTON escreveu:

    Toda vez que jogo futebol, no outro dia quase não consigo caminhar de dor nos tendõese na barriga das pernas. oque devo fazer??

  14. MILTON escreveu:

    Toda vez que jogo futebol, no outro dia quase não consigo caminhar de dor nos tendões e na barriga das pernas. oque devo fazer??

  15. flavio Monteiro escreveu:

    Muito bom. ..mas preciso de saber se com esta ruptura do tendão de Aquiles posso andar de bicicleta de btt. ..???

  16. Jaguaciara da Silva Cardoso escreveu:

    Minha mãe tem 67 anos e a pelo menos um ano está sofrendo de Tendinopatias do tendão de aquiles. Já fez 40 sessões de fisioterapia, alongamentos 3 vezes ao dia, toma remédio, já fez 3 sessões de “ondas de choque” e até o momento nada resolveu, se quer, diminuiu.
    Seria melhor para ela se submeter a uma cirurgia?
    É garantido que as dores vão melhorar?

    Desde já agradecemos pela atenção dispensada

  17. marcelo silva de souza escreveu:

    boa noite,

    depois da cirurgia de tendão de aquiles qual é o prazo para retornar as atividades esportivas, como futebol e corrida? e se depois da cirurgia de aquiles pode ter a mesma lesão de novo?

    desde já agradeço

  18. Flávio Pinheiro escreveu:

    Percebi que uma dorzinha começou e parecia com um ardor, no calcanhar direito, logo depois que joguei futebol descalço, durante mais ou menos 30 minutos em uma quadra de concreto. Já faz uma semana e estou andando mal e às vezes mancando. O que devo fazer ? Consultar um médico ou tentar um tratamento alternativo em casa ?
    Muito grato.
    Flávio

  19. beatriz barbie vasvconcelos souza escreveu:

    Eu sou bailarina meu tendão doi muito tem dias que não com sigo nem andar isso ja faz um ano o que eu tenho que fazer

  20. CARCARA escreveu:

    SOFRO DEMAIS COM TENDAO , DORES TERRIVEIS, SEMPRE MANCANDO, MUITO RUIM ESTE PROBLEMA DE TENDAO D AQUILES

    FINALMENTE ENCONTREI UM AMIGO O JASON QUE ME DEU A SOLUCAO, PERFEITA PARA RESOLVER ESTE PROBLEMA DE UMA VEZ POR TODAS ,

    MEU AMIGO O JASON TAMBEM ME DISSE QUE UM AMIGO DELE O FRED TAMBEM TINHA ESTES PROBLEMAS DE TENDAO NO PÉ , SOFRIA MUITO NAO CONSEGUIA CORRER DIREITO
    SEMPRE PERDIA NAS COMPETICOES DE FUGA , CHEGOU A SER O IDOLO DOS PESADELOS TERRIVEIS COM ESTA DOR MALIGNA ETC…

    ENTAO OQUE ELE FEZ ??? SIMPLES O JASON PASSOU A MOTOSERRA NOS PÉS DO FRED E ACABOU A DOR

    QUEM NAO GOSTOU MUITO DA IDÉIA FOI O FRED , ELE MESMO O FRED KRUGER E ATÉ HOJE LELES BRIGAM NAS TELAS DOS CINEMAS , FRED CONTRA JASON

    ENTAO É O SEGUINTE A UNICA SOLUCAO PARA ESTA DOR NO TENDAO É CHAMAR O JASON E ELE PASSA A MOTOSERRA NOS SEUS PÉS E AI TUDO BEM , PROBLEMA RESOLVIDO

  21. Carmen Bandeira escreveu:

    ESTOU COM ESSAS DORES HA +/- 3 MESES MAS NESTAS ULTIMOS SEMANAS A DOR É INSUPORTÁVEL.PELA MANHÃ AO SAIR DA CAMA NAO CONSIGO APOIAR O PE NO CHAO.. E DAÍ PARA O RESTO DO DIA ANDO MANCANDO.SOU ENFERMEIRA E FICO MUITO TEMPO EM PÉ. NO TRABALHO SE EU FICAR SENTADO POR MAIS DE 15 MINUTOS, QUANDO LEVANTO NAO CONSIGO ANDAR DIREITO. NÃO PRATICO EXERCÍCIOS,VOU COMEÇAR HIDROGINÁSTICA.JÁ FIZ RESSONÃCIA, FIZ VÁRIAS SESSÕES DE FISIOTERAPIA E USO DE ARCÓXIA, 2 CAIXAS.ONTEM CAMINHEI 2 QUARTEIRÕES, E A NOITE NÃO CONSEGUI DORMIR DE TANTA DOR. HOJE NO TRABALHO, CONSULTEI COM ORTOPEDISTA E O MESMO SUGERIU INFILTRAÇÃO COM CORTICÓIDE.DOEU MUUUUUUUUUUUUITO. NO MOMENTO ESTOU EM REPOUSO POR DOIS DIAS E RETORNANDO AO TRABALHO NA PROXIMO DIA ÚTIL.SERÁ QUE TENHO CHANCES DE MELHORA? DETALHE: TENHO 59 ANOS E ARTROSE NOS DOIS JOELHOS COM INDICAÇÃO DE CIRURUGIA ARTROSCÓPIA, PARA FUTURAMENTE COLOCAR PRÓTESE. RESUMINDO,SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO COME…….
    OBRIGADO.

  22. luciano aloisio moya escreveu:

    tive rompimento total do tendão,a mais de vinte dias, só que já sentia muita dor à mais de 11 meses,no dia 19 de julho sofri o trauma e dai por diante passei a não sentir nada,já fui ao medico,o mesmo queria me operar por se tratar de uma lesão muito grave,mas com menos de um mês já estou praticando os meus treinos e não senti nada mesmo sei que isto não é normal,mas estou gostando,pois tem pessoas que levam até anos para se recuperar vou mostrar o que eu trinei hoje,15 minutos de corrida 120 chutes frontais acima da cabeça 110 chutes circulares 90 abdominais 90 apoio sobre solo 20 benção da capoeira,ou maegeri do karaté prá quem conhece 20 martelo em pé ou seja mawachegeri e alguns alongamento para encerramento dos treinos que duraram 1:30 meu relato é verdadeiro e sei que tão vou estar 100 por cento obrigado mestre

  23. luciano aloisio moya escreveu:

    esta declaração acima é de MESTRE MOYA e digo a todos nunca desanime por causa da dor ou do medo.

  24. Angelina escreveu:

    Preciso urgente melhorar estou cansada analgesicos preciso retomar as minhas atividades fisicas.Tenho 49 anos, moro em Atlanta preciso de respostas.Me ajudem meu calcanhar doi ha 2 anos e 4 meses.Ja troquei tenis mais 5 vezes, palmilha ortopedica enfim medicos e na resolve?me ajudem…Obrigado

  25. Maldita tendinite do tendão de Aquiles. | Zepedro1972's Weblog escreveu:

    […] http://www.correrporprazer.com/2012/09/tendinite-do-tendao-de-aquiles/ […]

  26. olinda escreveu:

    TENHO ESSE PROBLEMA FAZ 5 ANOS, MAIS OU MENOS FIZ FISIOTERAPIA,TOMEI ANFLAMATORIOS, PASSA MAS DEPOIS VOLTA TUDO DENOVO, O QUE FAÇO TENHO SOBRE PESO NÃO AGUENTO MAIS, FICAR SEM ME EXERCITAR GOSTO DE CAMINHAR NA PRAÇA. ALIVIA MEUS PROBLEMAS ME DISTRAIO MAS COM DOR NÃO TEM COMO.

  27. Rafael escreveu:

    @Angelina,
    Suponho que seja Atlanta – USA.
    Aqui seria um Podologista. Aí será um Podiatra (DPM) direccionado para o desporto e biomecânica.

    Cumprimentos

  28. marcela escreveu:

    Muito os exercios vou comecar a fazer

  29. Fernanda escreveu:

    Sofro a mais de 10 anos com tendinite de aquiles.Ja fiz fisioterapia,usei medicamentos e infelizmente nada resolveu meu problema.Tenho 41 anos, estou impossibilitada de praticar exercícios físicos por não poder utilizar tênis.Estou acima do peso e sofro as consequências desta vida sedentária.A última vez que fui ao ortopedista ele me falou que cirurgia nem pensar pois a tendinite se tornou crônica e cirurgia me causaria uma deficiência.Infelizmente ainda não encontrei alguém que tenha se curado totalmente desse mal.Penso que os especialistas deveriam se aprofundar mais nestes casos,pois alguma solução deve existir .

  30. Carlos Alberto escreveu:

    A alguns dias sofri rompimento parcial do tendao esquerdo.Me submeti a cirurgia e estou em recuperaçao. O medico que me operou disse que eu nao poderia mais jogar futebol, pois o risco de romper novamente era certo,seria so uma questao de tempo.Essa revelaçao me deixou muito triste,pois,amo praticar esportes,principalmente futebol.Gostaria de saber se esse diagnotico e correto e o que aconteceria se eu nao tivesse operado,correria o risco de ficar deficiente!.

Deixe o seu comentário